Estadual

Governo destina R$ 10 milhões para Maringá pavimentar ruas

Publicados

em

Maringá, no Noroeste do Paraná, vai investir R$ 10 milhões em pavimentação de ruas e avenidas. Os recursos são do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Orbas Públicas, e foram autorizados pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta sexta-feira (14), em evento no município. A prefeitura terá contrapartida de pouco mais de R$ 1 milhão. O governador também autorizou recursos para investimentos em Paiçandu, na mesma região.

O governador afirmou que os recursos respaldam o trabalho desenvolvido pelo município e pelo Estado no último ano. Em 2019 Maringá foi a terceira cidade com maior saldo de empregos do Paraná (3.781, crescimento de 24% em relação a 2018), além de ter terminado o ano como o menos violento de sua história.

Com novos asfaltos, disse Ratinho Junior, as possibilidades de atração de investimentos aumentam muito. “Maringá é a nossa inspiração porque é muito planejada, estruturada, com muita qualidade de vida. Isso tem que ser referência para as outras regiões do Estado”, afirmou.

Segundo Ulisses Maia, prefeito de Maringá, o montante autorizado é parte de um pacote ainda maior, que engloba investimentos de R$ 12 milhões em pavimentação, da Secretaria de Infraestrutura e Logística. “São 250 mil metros, possivelmente 23 avenidas. Esses recursos são importantíssimos para oferecer segurança e conforto para quem usa as nossas ruas”, afirmou.

Maia acrescentou que Maringá tem o apoio do Governo do Estado na construção do Hospital da Criança e do novo Contorno Sul, no condomínio do idoso do programa Viver Mais Paraná, no programa de restaurantes populares e na retomada dos voos comerciais para São Paulo. “Não houve demanda de Maringá que não tivesse concordância imediata do governador Ratinho Junior”, complementou.

João Carlos Ortega, secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, afirmou que os investimentos englobam rede de drenagem de águas pluviais, meio-fio com sarjeta, urbanização com paisagismo, calçadas e sinalização viária. “Quando o governador determinou a liberação, fizemos uma força-tarefa para aprovar esses recursos. E serão obras completas com acessibilidade e drenagem”, disse.

Leia Também:  Artista Didonet Thomaz lançará livro no MON

MEIO AMBIENTE – A Prefeitura de Maringá também recebeu R$ 3,7 milhões da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Turismo para desassoreamento e a concretização do parque linear urbano Gralha Azul.

Cerca de R$ 2 milhões serão usados no programa de desassoreamento (obras de canalização, drenagem e recuperação de pavimentação asfáltica). A intervenção será feita na Praça do Avião e na Rua Adolpho Contessotto, que fica atrás do Hospital Municipal.

As adequações resolvem dois problemas de alagamento na cidade: nesses locais as tubulações são antigas e elas não comportam o volume de chuvas intensas. O prazo para a conclusão das obras é de oito meses.

Mais R$ 1,7 milhão será usado para implantação de um parque urbano na região do Conjunto Ney Braga, visando a criação de uma nova área de lazer e de mais um instrumento de conservação ambiental que auxilia a minimizar os impactos da expansão urbana e ajuda a controlar as cheias.

“O parque é um pedido muito antigo da população e a prefeitura teve muita competência técnica no projeto”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes. “Além da obra de desassoreamento, que ninguém quer fazer porque não é visível, mas é muito importante para grandes centros urbanos”, disse ele.

CORPO DE BOMBEIROS – O governador também entregou para o Corpo de Bombeiros de Maringá uma plataforma skylift, utilizada no combate a incêndios em grandes alturas. Ela conta com escada e tanque de água com capacidade para quatro mil litros e foi adquirida da Bronto Skylift, empresa finlandesa que venceu o processo licitatório. São três no Estado, em Maringá, Londrina e Curitiba, as cidades mais verticais. As plataformas alcançam até 54 metros de altura (um prédio de 18 andares).

Leia Também:  Ação aérea rápida salva vítima de AVC no Litoral

PRESENÇAS – Estiveram presentes na cerimônia na Prefeitura de Maringá o vice-prefeito, Édson Scabora; o presidente da Câmara de Vereadores de Maringá, Mário Hossokawa; o secretário de Educação e do Esporte, Renato Feder; o deputado federal Ricardo Barros; os deputados estaduais Homero Marchese, Do Carmo, Delegado Jacovós, Soldado Adriano José, Evandro Araújo e Dr. Batista; o coronel Samuel Prestes, Comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná; o presidente da Amusep e prefeito de Atalaia, Fábio Fumagalli de Paiva; além de prefeitos e lideranças da região.

Box
Com apoio do Governo, Paiçandu investirá R$ 6,6 milhões em pavimentação

O governador Ratinho Junior autorizou também nesta sexta-feira (14) a liberação de R$ 6,6 milhões para Paiçandu (Noroeste), para pavimentação asfáltica de 26 ruas. Os recursos são do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), linha de crédito gerida pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Orbas Públicas e pela Fomento Paraná.

Os dois lotes de liberações abrangem mais de 68 mil metros quadrados. O primeiro, de cerca de R$ 2,4 milhões, é para o Conjunto Residencial Novo Horizonte, no Residencial Bela Vista e no Jardim Pacaembu. O segundo, de quase R$ 4,2 milhões, é para o Parque Industrial e o Residencial Bela Vista II. Os projetos contam com rede de drenagem de águas pluviais, meio-fio com sarjeta, urbanização com paisagismo, calçadas e sinalização viária.
Confira AQUI as ruas que receberão as obras.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Saúde reforça equipe para combate à dengue em Barbosa Ferraz

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde autorizou um reforço emergencial para os trabalhos de combate à dengue em Barbosa Ferraz. Já são quase mil casos confirmados da doença no município, que pertence à 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve no sábado (22) na cidade para debater as ações que serão realizadas para eliminar os criadouros do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Além de ampliação do trabalho de campo, com a remoção mecânica de possíveis focos, em conjunto com agentes comunitários e agentes de endemias do município e do Estado, o arrastão técnico será ampliado com equipes de outras regionais de saúde. “Temos conjugados esforços no auxílio aos municípios, porque o momento exige efetividade neste combate”, disse Beto Preto.

O secretário da Saúde informou que o Estado fará um aporte financeiro de R$ 5 milhões aos municípios em epidemia para auxiliar na aquisição de insumos clínicos e na estrutura de atendimento hospitalar e ambulatorial.

Leia Também:  Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta Concertos de Verão

AÇÕES – Orientações de manejo clínico também deverão acontecer nos próximos dias, garantindo o reforço na capacitação dos profissionais, sob coordenação da Secretaria da Saúde.

A força-tarefa em Barbosa Ferraz, segundo o secretário, vai auxiliar na redução dos focos e, consequentemente, o número de casos de dengue no município deve cair, assim como aconteceu em Nova Cantu. “Onde intensificamos o trabalho, já tivemos redução no número de notificações. É importante que a população em geral e os profissionais de saúde estejam engajados, uma vez que quase 90% dos criadouros são removíveis”, alertou.

A limpeza das galerias pluviais, por parte da Sanepar, é outra medida que será adotada. Com possíveis entulhos ou material orgânico acumulado, o local acaba sendo um ambiente propício para a proliferação do mosquito.

 “Estamos preocupados com a dengue no Paraná. É uma doença que mata. Temos perdido vidas. Estamos diante do sorotipo dois do vírus. Os paranaenses não têm imunidade a ele. Dengue é uma doença que podemos prevenir. Por isso, é importante a ajuda de todos”, reforçou Beto Preto.

Leia Também:  Estado amplia transparência com QR Code em placas de obras

 

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo