Política Estadual

Governador sanciona lei que insere Oktoberfest de Rolândia no Calendário Oficial de Eventos

Publicados

em


O governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou a lei que insere a Oktoberfest de Rolândia no Calendário Oficial de Eventos do Paraná. A lei 20.340/2020 foi proposta na Assembleia Legislativa do Paraná pelo deputado Cobra Repórter (PSD).

A Oktoberfest conta com apresentações de grupos de dança do folclore germânico, praça de alimentação com comidas típicas, feira da agricultura familiar, artesanato local e espaço de recreação infantil para um público estimado de 20 mil pessoas.

“Trabalhei muito para que a Oktoberfest de Rolândia voltasse a ser realizada. Ela é, sem dúvida, a mais importante e tradicional festa alemã do Norte do Estado e não podia ficar de fora do Calendário Oficial de Eventos do Paraná”, explicou o deputado Cobra Repórter.

Por conta da pandemia, a festa não foi realizada esse ano, mas o deputado destaca que a última edição, realizada em outubro de 2019, foi um sucesso. A Oktoberfest do ano passado foi organizada pela Associação de Festas Culturais de Rolândia (AFCR) com apoio da Fomento Paraná, Copel, Prefeitura de Rolândia, Associação Comercial e Empresarial de Rolândia (ACIR).

Leia Também:  Presidente Traiano promulga a isenção de ICMS para medicamento que trata a AME

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Estadual

Projeto de lei lista grupos prioritários para receber a vacina contra a covid-19 no Paraná

Publicados

em

Por


O deputado estadual Michele Caputo (PSDB) apresentou nesta quarta-feira (25) na Assembleia Legislativa do Paraná, o projeto de lei 664/2020 que estabelece grupos prioritários de vacinação contra a covid-19 no Paraná. A medida valeria apenas para as vacinas adquiridas pelo Governo do Estado, tendo em vista que as vacinas ofertadas pelo governo federal seguirão as diretrizes do Programa Nacional de Imunização.

Entre os prioritários estão os profissionais de saúde, cuidadores de idosos e de instituições de longa permanência, bem como aqueles que estiverem ligados diretamente ao combate da covid-19. 
“Temos que proteger em primeiro lugar quem está na linha de frente do combate à essa pandemia. Pessoas que se expõe ao risco todos os dias para salvar vidas”, explicou o deputado.

Conforme a proposta serão priorizadas ainda as pessoas com 60 anos de idade ou mais; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, outras condições clínicas especiais (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias) e/ou outras comorbidades passíveis de agravamento da covid-19.“Essa atenção especial aos idosos e pessoas com comorbidades se deve ao fato deles terem maior risco de internamento e morte por conta da infecção por covid-19”, justifica Caputo.

Leia Também:  Projeto de lei lista grupos prioritários para receber a vacina contra a covid-19 no Paraná

O texto estabelece ainda que outros grupos prioritários poderão ser definidos também pela Secretaria de Estado da Saúde. “Estamos a passos largos em busca de uma vacina comprovadamente eficaz e atestada pela Anvisa. Assim que ela estiver no mercado com toda certeza o Governo do Paraná fará a compra e disponibilizará aos paranaenses”, disse Michele Caputo. 

A Assembleia Legislativa do Paraná, destaca o deputado, repassou ao Governo do Estado R$ 100 milhões para aquisição de vacinas contra a covid-19. “Somado ao orçamento 2021, são R$ 200 milhões para aquisição de vacinas para imunizar todos aqueles que precisam e poderão ser vacinados”, lembra.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo