Cidades

Gato tem patas quebradas e é enroscado em varal de arame farpado em Campo Mourão

Publicados

em

A crueldade humana com os animais não tem limites. Na manhã desta quarta-feira (29), um gato de cerca de dois anos teve as duas patas traseiras quebradas após ser espancado por algum morador e foi pendurado em um varal de arame farpado no terreno de uma residência, no Jardim Paulino,região do Lar Paraná em Campo Mourão.
O bichano foi resgatado por voluntários da Associação dos Protetores de Animais Independentes (PAIS), e levado à clínica São Francisco para ser atendido. Ele estava enroscado no varal com as patinhas traseiras dobradas. Uma cena estarrecedora.
A situação chocou a voluntária da PAIS, Amanda Tonete, que ajudou no resgate do felino. “Quando cheguei ao local e me deparei com a cena comecei a chorar. Não acreditava no que estava vendo”,relatou. Segundo ela, o animal é bastante dócil. Mesmo enroscado no varal com uma as patas quebradas, e sangrando muito, ficou calmo para ser retirado. “Ele estava muito cansado, possivelmente transpassado de tanta dor”, falou Amanda.
Ela acredita que algum morador tenha espancado o bichinho e quebrado as patas. E para se livrar do animal, jogou ele pelo muro, ficando enroscado no arame farpado. “Da maneira como estava, acreditamos que alguém jogou ele. Não tem outra explicação”, disse Amanda.
O animal é de uma moradora que tem vários cães e gatos em casa. Amanda acredita que provavelmente algum vizinho possa ter se sentido perturbado com o animal e partiu para agressão. “É uma senhora que tem vários animais e seu quintal não tem cerca. Até ficamos sabendo desta situação hoje. Provavelmente são animais que ela encontra na rua e leva para casa”, disse Amanda.
Ela comentou que alguns animais estão inclusive com sarna e precisam de cuidados. Depois que resgatou o gatinho, Amanda retornou ao local para prestar ajuda a moradora com os animais.
Para resgatar o gato, Amanda foi até uma creche próximo ao local e emprestou um alicate para cortar o arame. Para evitar que o animal se debatesse, agravando os ferimentos, ele foi levado para a clínica com o arame enroscado nas patas. Talvez uma de suas patinhas terá de ser amputada.
Amanda acrescentou que fará um boletim de ocorrência na Polícia Civil. Ela pede que moradores que flagraram maus tratos a animais devem denunciar o caso à polícia pelo disque denúncia 190. “Muitas pessoas nos cobram em relação a isso, mas maus tratos é crime e é caso de polícia”,ressaltou.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Altamira do Paraná registra primeiro óbito de vítima do Covid-19
Propaganda

Cidades

Altamira do Paraná registra primeiro óbito de vítima do Covid-19

Publicados

em

Por

Uma paciente de 88 anos, residente no Município de Altamira do Paraná, estava internada na enfermaria COVID do Hospital Municipal São Luiz, desde o dia 10/08/2020, com exame positivo para COVID-19, faleceu nesta sexta-feira 14 de agosto. Este é primeiro caso de falecimento de paciente da cidade de Altamira do Paraná, que já confirmou 10 casos positivos da doença.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Idoso com Alzheimer desaparece na região de Iretama e PM faz buscas
Continue lendo