Esportes

Fluminense transmite final da Taça Rio e confia em superação

Publicados

em


.

A final da Taça Rio tem hora marcada, local confirmado e transmissão divulgada. O Fluminense emitiu uma nota oficial nesta terça (7) informando que recebeu autorização da TV Globo e vai exibir a partida contra o Flamengo, no Maracanã, às 21h30min. A FluTV, canal oficial do clube no Youtube, passará o jogo de forma gratuita e irrestrita.

Para a torcida tricolor, será a chance de finalmente ver o time fazer uma boa exibição desde o retorno do Campeonato Carioca. Em três partidas, foram dois empates e uma derrota. Com o posicionamento contra a disputa da competição neste momento, o Fluminense teve menos dias de treinamento, e isso pode ter influenciado nos resultados.

Para o jogo desta quarta (8), a diferença física em relação ao Flamengo precisa ser superada em campo, como explica o meia Nenê: “Isso a gente vai ter que fazer valer dentro de campo, na força mental, na nossa qualidade, na nossa união. A pressão realmente é muito grande, mas eles são favoritos. Podemos demonstrar que dentro de campo tudo é diferente, tudo pode acontecer. São 11 contra 11 e tá 0 a 0 ainda o jogo. Então teremos que saber tirar essa parte e não pensar no que estamos em dificuldade, e sim no que estamos progredindo e podemos fazer em relação ao jogo para conquistar a Taça Rio”.

Leia Também:  Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista

Outra explicação para o rendimento abaixo do esperado do Fluminense é a fase de adaptação. Sem Evanílson e com Fred em campo, o time muda a forma de jogar. Se antes o Flu apostava na velocidade, agora utiliza mais a experiência do camisa 9 para jogar de costas para o gol e confia no seu poder de finalização. Entretanto, o time precisa se acostumar com o novo esquema de jogo.

“Já tínhamos um entrosamento grande, sabemos como jogar, fizemos muitos gols, e agora é uma maneira dele encontrar formas variadas no caso de precisar em um jogo do Brasileiro ou até do Carioca mesmo. Para termos mais opções de ataque e não ficar apenas em um sistema de jogo é a maior mentalidade dele. É normal essa falta de entrosamento ainda com o Fred, o que não dá pra ser treinado, tentamos conversar, tentamos organizar. Isso é uma coisa normal, é pouco a pouco, fisicamente também ainda estamos entrando no ritmo, temos menos tempo de treino. Então é totalmente normal termos mais dificuldade neste começo”, disse Nenê.

Flamengo e Fluminense jogaram duas vezes pelo Campeonato Carioca de 2020. No primeiro encontro, vitória tricolor contra um time alternativo do rubro-negro por 1 a 0, com gol de Nenê, de calcanhar. Na semifinal da Taça Guanabara, já com a equipe titular, o Fla venceu, mas o jogo foi mais difícil do que muitos imaginavam. Após sair perdendo por 3 a 0 ainda no primeiro tempo, o Fluminense reagiu e quase conseguiu o empate.

Ouça na Rádio Nacional

Leia Também:  Max Verstappen estraga festa da Mercedes e vence GP dos 70 anos da F1

Nenê afirma que a partida serve de exemplo para o confronto desta quarta: “Não tem time imbatível no Brasil nem no mundo. Chega dentro do campo é 11 contra 11. Tudo bem, eles estão melhores preparados fisicamente, o time realmente é muito técnico, qualificado, mas sabemos como o futebol funciona, tudo é possível. Pego exemplo nosso mesmo, no segundo tempo do jogo que perdemos por 3 a 2, demos muita dificuldade para o time deles, soubemos sair da pressão deles, que é muito boa, são muito organizados. Mas demos muitos problemas, então também sabemos onde podemos atacar, onde podemos utilizar nossas armas. Metade do primeiro tempo e o segundo tempo inteiro jogamos de igual para igual, fizemos três ou quatro gols, e o VAR [árbitro de vídeo] tirou dois gols nossos. Tem que acreditar que podemos vencer como qualquer outro time”.

Flamengo e Fluminense se enfrentam às 21h30min, no Maracanã, pela final da Taça Rio. Se o Flamengo vencer, conquista o Campeonato Carioca, uma vez que já levantou a Taça Guanabara e possui a melhor campanha no geral. Em caso de vitória do Fluminense, a dupla vai decidir o Estadual em outras duas partidas.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Max Verstappen estraga festa da Mercedes e vence GP dos 70 anos da F1

Publicados

em

Por


.

Neste domingo (9), em Silverstone, na Inglaterra, Max Verstappen, holandês da RBR, venceu o GP dos 70 anos da Fórmula 1. Ele foi o único piloto entre os primeiros do grid a apostar nos pneus duros na largada. E se deu bem.

A dupla da Mercedes (Valtteri Bottas, na pole position, e Lewis Hamilton, logo atrás) foi ultrapassada depois das trocas de pneus. Na segunda ida aos boxes, Max Verstappen foi ao mesmo tempo de Valtteri Bottas, e Lewis Hamilton seguiu na pista até a volta 41. Depois, caiu para 4°. Mas ultrapassou Charles Leclerc, passou o companheiro de equipe, Bottas, e fechou o Grande Prêmio em 2°. Bottas completou o pódio. Esta foi a 1° vez que a Mercedes não saiu vencedora de uma prova em 2020.

Assim, o inglês Hamilton chegou a 155 pódios e igualou o recorde de Schumacher. Na tabela de classificação do Mundial, ele tem 107 pontos. Max Verstappen, 77. E Valtteri Bottas, 73. Já no próximo fim de semana, a temporada continua com o GP da Espanha, em Barcelona.

Leia Também:  Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista

Edição: Graça Adjuto

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo