Estadual

Famílias de Ampére recebem chaves da casa própria

Publicados

em


.

Vinte e nove famílias de Ampére receberam nesta quarta-feira (16) as chaves de suas novas moradias. A partir de agora, são as moradoras do Residencial Menino Deus II, empreendimento construído em uma parceria do Governo do Estado com o Governo Federal e a Prefeitura.

SUBSÍDIOS – O investimento no projeto superou R$ 2 milhões, oriundos do FGTS, financiado pela Caixa Econômica Federal. Os recursos foram usados para subsidiar parte do valor dos imóveis, o que permitiu a redução dos custos das prestações do financiamento imobiliário a ser pago pelos compradores.

Com os aportes financeiros, os novos moradores pagarão prestações de R$ 400 a R$ 650 por mês, podendo quitar o imóvel em até 30 anos. Devido a parceria dos órgãos envolvidos, o custo final ficou abaixo do valor de mercado, com taxas de juros reduzidas.

De acordo com a chefe do escritório regional da Cohapar, Tânia Bernardon, o projeto foi fundamental para que as famílias conquistassem o patrimônio. “A maioria das pessoas trabalha nas indústrias de confecção, principal fonte de renda em Ampére. São famílias que viviam de aluguel e que agora estão realizando o sonho da casa própria”, afirma.

Leia Também:  Paraná tem 1.536 novos casos e 26 mortes pela Covid-19

As moradias possuem modelos que vão de 38 a 50 metros quadrados, com unidades adaptadas para pessoas com deficiência. As unidades são compostas por dois dormitórios, sala e cozinha conjugada, banheiro e lavanderia interna, em lotes que preveem a possibilidade de ampliações futuras pelos proprietários.

CONTRAPARTIDAS – A participação do Governo do Paraná envolveu a assessoria técnica da Cohapar na viabilização do projeto e acompanhamento da obra. As contrapartidas estaduais incluíram ainda a instalação dos padrões de energia elétrica pela Copel e das redes de água e esgoto pela Sanepar.

A área onde o conjunto foi construído foi doado pela administração principal, que também demarcou os lotes e obras de infraestrutura no entorno.

“É um bairro novo que está iniciando na cidade e as famílias poderão usufruir de toda a infraestrutura do centro de Ampére, onde boa parte dos serviços estão disponíveis, a apenas um quilômetro de distância”, diz Tânia.

ORGULHO – Há muito tempo o soldador Vanderlei Jaguzeske, de 40 anos, sonhava com a oportunidade de conquistar uma casa própria para ele, a mulher e os dois filhos. Até agora, ele morava com a família em uma pequena casa de madeira cedida pela sogra, pela qual contribuía mensalmente com R$ 350.  

Leia Também:  Paraná tem mais 1.407 casos confirmados e 17 óbitos pela Covid-19

“Era um lugar precário e apertado, mas a gente não tinha outra opção”, disse o soldador. “Agora, vou pagar R$ 450 por mês, mas por aquilo que é meu, numa casa que eu vou poder chamar de minha”.

A sensação, segundo ele, é de vitória. “É um orgulho poder dizer que a gente conquistou essa casa. Estou muito feliz, acompanhei a obra do começa ao fim e estamos satisfeitos com o resultado”, comemora Vanderlei.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Paraná tem mais 1.407 casos confirmados e 17 óbitos pela Covid-19

Publicados

em

Por


.

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou, neste domingo (20), 1.407 novos casos e 17 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. O Paraná soma agora 163.161 casos e 4.067 mortos em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados, que são detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – 1.053 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados hoje; 870 pacientes estão em leitos SUS (420 em UTI e 450 em leitos clínicos/enfermaria) e 183 em leitos da rede particular (76  em UTI e 107 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.013 pacientes internados, 440 em leitos UTI e 573 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 17 pacientes, todos estavam internados. São 7 mulheres e 10 homens, com idades que variam de 28 a 89 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 21 de julho e 20 de setembro.

Leia Também:  Após seis meses, Paraná mantém enfrentamento ao coronavírus

Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (5), Almirante Tamandaré (2), Araucária (2), Piraquara (2), Ponta Grossa (2), Telêmaco Borba (2), Campo Largo (1) e Colombo (1).

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Sesa registra 1.727 casos de residentes de fora, 43 pessoas foram a óbito.

AJUSTES:

Alteração de município:

Um caso confirmado no dia 12/6 em Curitiba foi transferido para Piraquara.
Um óbito confirmado no dia 21/7 em Curitiba (M, 53a) foi transferido para Piraquara.
Um óbito confirmado no dia 01/8 em Curitiba (F, 47a) foi transferido para Piraquara.
Um óbito confirmado no dia 11/8 em Curitiba (F, 76a) foi transferido para Piraquara.

Exclusões – 10

Um caso confirmado no dia 16/9 em Colombo foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Curitiba foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Florestópolis foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Cascavel foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Londrina foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Iguaraçu foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Rolândia foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 18/9 em Carambeí foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 4/9 em Ponta Grossa foi excluído por duplicidade de notificação.
Um caso confirmado no dia 17/9 em Telêmaco Borba foi excluído por duplicidade de notificação.

Leia Também:  Paraná tem 1.536 novos casos e 26 mortes pela Covid-19

Confira o informe completo clicando aqui.

 

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo