Estadual

Evento online discute presente e futuro da vitivinicultura

Publicados

em


O presente e o futuro da vitivinicultura no Paraná serão discutidos em mesa redonda online nesta quinta-feira, das 9 às 11 horas. É o primeiro de uma série de eventos a serem promovidos com o intuito de revigorar a produção de uvas e seus derivados no Paraná.

O evento poderá ser acessado  AQUI.

“O evento inaugura um novo ciclo do Programa Revitis Paraná, que terá duas ações contínuas: um plano de capacitação online e presencial para técnicos e produtores e eventos mensais transmitidos pela internet sobre temas ligados à viticultura e produção de derivados da uva”, disse o coordenador do programa no Estado, Ronei Luiz Andretta.

Na abertura dos trabalhos desta quinta-feira, o engenheiro agrônomo Paulo Andrade, do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, apresentará um panorama sobre a viticultura paranaense.

A mesa redonda terá o presidente do IDR-Paraná, Natalino Avance de Souza, que falará sobre o papel da extensão rural e da pesquisa no futuro da cultura e as perspectivas do programa. Também está prevista a presença do presidente da Paraná Turismo, João Jacob Mehl.

Leia Também:  Estado reativou 304 leitos exclusivos para Covid-19 em uma semana

Ainda participam o professor da UFPR Luiz Antonio Biasi para falar sobre como a rede de pesquisa integrada pode melhorar a viticultura no Estado, e a superintendente do Senar, Debora Grimm, abordando a capacitação de técnicos e produtores.

O diretor da Vinopar, Renato Adur, e o produtor José Luiz Marcon Filho comentarão as perspectivas das agroindústrias ligadas aos derivados da uva e sobre a comercialização. Os participantes do evento poderão apresentar questionamentos por meio do chat.

REVITIS – O Programa Revitis foi lançado em novembro de 2019, apoiado nos eixos de incentivo para a produção, reorganização da comercialização, desenvolvimento do turismo e apoio à agroindústria.

Desde então, foi realizado um diagnóstico com mais de 300 produtores que apresentaram os maiores problemas da cadeia produtiva. A partir disso, produzido um documento descrevendo as ações a serem desenvolvidas nos eixos pesquisa e produção, agroindústria, comércio e turismo.

A previsão é que sejam instaladas 42 unidades de referência como base de eventos de capacitação de agricultores e técnicos, tanto por meio virtual quanto presencial. Também está em processo de implantação um viveiro em Santa Tereza do Oeste, para produzir material genético de qualidade. A capacidade é para 150 mil estacas por ano.

Leia Também:  Estado reativou 304 leitos exclusivo para Covid-19 em uma semana

O programa propiciou, ainda, a montagem de uma rede com mais de 15 centros de pesquisa. Neste ano, foram executados alguns projetos piloto, com aquisição de mudas sadias e insumos para agricultores de Bituruna, Mato Rico e Boa Ventura de São Roque, além da instalação de cinco unidades de referência em Pitanga.

No eixo turístico, está prevista a formatação de 20 roteiros de turismo rural ligado à vitivinicultura, promoção de sete eventos regionais de enoturismo, além de cursos técnicos de guias turísticos, bem como capacitação de agricultores e técnicos na criação, gestão e divulgação de roteiros turísticos.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Estado cede monitores para equipar leitos em Curitiba

Publicados

em

Por


O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, cedeu mais 30 monitores para Curitiba neste sábado (28). As máquinas irão equipar leitos para pacientes com suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus.

O investimento feito pela Secretaria da Saúde nos monitores cedidos para Curitiba foi de aproximadamente R$ 360 mil, sendo o valor unitário em torno de R$ 12 mil.

Além destes equipamentos, há uma semana a Secretaria Estadual passou para uso de Curitiba 12 respiradores e 12 monitores e buscou junto ao Ministério da Saúde o envio de 20 respiradores para Foz do Iguaçu.  

Desde que os casos confirmados de Covid-19 voltaram a crescer, a secretaria estadual reativou leitos em diversas regiões do Estado. “Estamos novamente em situação crítica pela necessidade de leitos para pacientes que precisam de assistência e suporte em hospital. Por isso ativamos somente nesta semana mais 304 leitos no Paraná”, explicou o secretário da Saúde, Beto Preto.

Dos 304 leitos ativados nos últimos dias, 105 são de Unidade de Terapia Intensiva para adultos e 199 leitos clínicos ou enfermaria também para pacientes adultos. O Paraná conta hoje com 1.008 leitos de UTI adulto e 22 UTI pediátrico, 1.336 leitos de enfermaria adulto e 18 pediátrico.

Leia Também:  Rodízio inicia em cidades do Oeste e do Sudoeste na segunda-feira

“Embora a Secretaria ainda tenha equipamentos e que seja possível ativar leitos, precisamos da ajuda e da responsabilidade de cada um individualmente. Não saia de casa se não for extremamente necessário, porque pode até não ficar doente, mas ser o transmissor do vírus para os familiares”, reforçou Beto Preto.

O assessor da Secretaria, Cesar Neves, fez a verificação dos equipamentos para a liberação à Prefeitura de Curitiba.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo