Estadual

Estado reforça trabalho contra corrupção durante a pandemia

Publicados

em


.

O trabalho remoto adotado por boa parte dos servidores estaduais estimulou a Controladoria-Geral do Estado (CGE) a reforçar o trabalho de combate à corrupção. A partir desta quarta-feira (08), todos os servidores do Estado recebem informações sobre como denunciar atos suspeitos de ilegalidade, com base no Programa de Integridade e Compliance do Governo do Paraná.

Para o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, o reforço nas diretrizes do programa é importante para mostrar ao servidor que ele tem apoio no caso de denúncias comprovadas. “O distanciamento social pode passar a falsa ideia de que o controle de processos quanto à conformidade legal e o combate a ilicitudes enfraqueceram. Pelo contrário, tivemos grande ganho em fiscalização”, comentou Siqueira.

Ele se reuniu em videoconferência com agentes de compliance para ouvir suas observações e intensificar o trabalho de combate à corrupção. “O servidor tem que confiar no agente, e o agente sabe que tem a Controladoria para lhe dar apoio e segurança. Com esse objetivo, garantimos o anonimato e o sigilo da denúncia”, completou o controlador-geral.

Leia Também:  Governo abre novos leitos exclusivos Covid em Telêmaco Borba

O Programa de Integridade e Compliance do Governo do Paraná começou a ser implantado em 13 órgão e entidades. Todos contam com um agente de compliance, vinculado à Coordenadoria de Integridade e Compliance da CGE. De acordo com o coordenador, Murillo Santos, a pandemia não interrompeu o trabalho.

“Apesar de grande parte do nosso trabalho ser de forma presencial, alteramos nosso cronograma e fizemos algumas adaptações e, assim, conseguimos dar uma continuidade ao Programa de Integridade e Compliance”, comentou Santos.

A campanha iniciada pela CGE inclui fixação de cartazes em órgãos que mantêm trabalho presencial, envio de e-mails com os canais de denúncia e divulgação em redes sociais. No material são divulgados quatro canais que o servidor tem à disposição para reportar atos em desconformidade com a legislação vigente e contra princípios éticos.

O primeiro canal é da Ouvidoria, que também atende a população. A Coordenadoria de Ouvidoria atende pelo 0800-041-1113, pelo Whatsapp 3883-4014 ou pela página eletrônicada CGE. Basta acessar o item Ouvidoria e escolher registrar solicitação. No primeiro espaço, destinado ao nome, o usuário pode optar por denúncia anônima ou sigilosa.

Leia Também:  Semana é marcada por acordo com a Rússia para estudo da vacina

Os outros canais são exclusivos para os servidores. Eles podem procurar o Núcleo de Integridade e Compliance de seus respectivos órgãos, depositar a denúncia nas urnas físicas instaladas nos locais de trabalho ou usar a urna eletrônica, disponível no site da CGE, na aba Compliance.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Sanepar investe R$ 37 milhões em obras de esgoto de Ivaiporã

Publicados

em

Por


.

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) está investindo R$ 37,3 milhões para ampliar o sistema de esgotamento sanitário de Ivaiporã. Serão implantados cerca de 100 quilômetros de tubulações para ampliar a coleta de esgoto. Também estão em construção uma nova estação de tratamento de esgoto (ETE) e três estações elevatórias.

Nesta primeira etapa, a obra vai beneficiar 5,8 mil famílias, promovendo um salto no indicador de atendimento com o serviço no município dos atuais 14,5% para cerca de 50%. “O esgoto é, sem dúvida, um serviço que traz melhora significativa na saúde preventiva da população”, afirma o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile.

A OBRA – Diversas frentes de trabalho movimentam a cidade, como a construção da ETE Pindaúva. Serão construídas três estações elevatórias de esgoto: EEE Pindaúva, EEE Mangueira e EEE Pindauvinha, que farão o bombeamento das regiões mais baixas para o serviço de tratamento. O prazo de conclusão é no início de 2022.

BENEFICIADOS – Rubens Lucas de Sales, morador da Avenida Oswaldo Cruz, no Jardim Belo Horizonte II, está bastante satisfeito com a obra que viabilizou a coleta do esgoto do seu imóvel. “A rede de esgoto vai nos ajudar muito. Além da saúde do povo, vai ajudar o nosso bairro a crescer e se desenvolver ainda mais”, afirma.

Leia Também:  Detran orienta sobre forma correta de transportar animais

Rubens conta que já teve problema com fossa no quintal da casa, onde mora desde 1996. “Precisei desativar uma fossa pequena, que estava quase desabando, e fiz outra maior. Está ótima a nova, mas o bom mesmo é poder usar a rede da Sanepar”, destaca.

MAIS OBRAS – Durante o mês de abril, a Sanepar implementou a rede coletora de esgoto para atender o Hospital Regional de Ivaiporã, referência no tratamento da Covid. A mesma rede atende o Fórum Eleitoral, o Fórum Estadual Regional, o campus da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e uma escola municipal, além de famílias moradoras do trajeto até o Parque Ambiental Jardim Botânico.

Recentemente, a Sanepar implantou um novo reservatório de água em Ivaiporã, ampliando a capacidade de armazenamento de água de 2 milhões de litros para 3 milhões de litros, com investimentos em torno de R$ 1 milhão.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo