Geral

Enchentes e deslizamentos provocam 38 morte em MG

Publicados

em

Trinta e oito pessoas morreram em razão das enchentes e dos deslizamentos provocados por chuvas fortes que ocorrem em Minas Gerais principalmente desde a quarta-feira (22). Ao todo, 17 pessoas estão desaparecidas e 12 feridas no estado. As informações são do mais recente boletim da Defesa Civil do estado.

O governo mineiro decretou estado de emergência em 47 municípios. O maior número de mortos é em Belo Horizonte, oito no total. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil de Minas Gerais mantém as buscas na comunidade de Vila Bernadete, região do Barreiro, na capital, onde uma pessoa ainda está desaparecida. Nesta manhã foram localizados os corpos de uma criança e de um casal de adultos.

chuvas, chuvas belo horizonte, chuvas minas gerais

Chuvas fortes provocam mortes em Minas Gerais. Reprodução – TV Brasil

Segundo o boletim, 9.607 pessoas tiveram que deixar suas casas emergencialmente (desalojadas) e 1.823 perderam a moradia. O governo estima que mais de 11,4 mil pessoas foram atingidas de alguma forma pelas chuvas fortes. 

Neste domingo, a chuva deu uma trégua, o que possibilita o avanço do resgate. O trabalho é feito em uma área de declive onde houve desabamento de casas. Por causa das chuvas, o solo ficou encharcado e abalou a fixação das casas no terreno. Ainda há risco de novos desabamentos. O deslizamento de encostas foi a principal solicitação de atendimento à Defesa de Civil desde quinta-feira.

Edição: Aline Leal
Fonte: EBC Geral
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Pré-Olímpico: Brasil derrota Bolívia e avança a quadrangular final
Propaganda

Geral

Rio tem previsão de chuva isolada e ressaca no Carnaval

Publicados

em

Devido às chuvas fortes da noite de ontem (21), o Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção às 20h50, retornando ao estágio de mobilização às 08h30 de hoje (22). Segundo o Centro de Operações da Prefeitura (COR), além da chuva, os eventos de carnaval e o desfile da Série A na Sapucaí levaram ao estágio de atenção.

Na comunidade da Rocinha, na zona sul, o acumulado de chuva chegou a 46 milímetros (mm) em uma hora, o que levou ao acionamento de sete sirenes. Os equipamentos foram desligados às 23h36. O Jardim Botânico registrou 36,4mm de chuva e no Vidigal choveu 27,6mm entre 20h e 21h, ambos também na zona sul.

O COR registrou 12 ocorrências de bolsões de água, todos já drenados, entre eles na Avenida Presidente Vargas, na altura da Cidade Nova; na Avenida Armando Lombardi, na altura do Barra Point; na Avenida Epitácio Pessoa, na altura da Rua Maria Quitéria; e na Rua Benedito Hipólito, na altura da Rua Carmo Neto.

A queda de uma árvore na Lagoa interditou agora de manhã duas faixas da Avenida Epitácio Pessoa, sentido Túnel Rebouças.

Cordão da Bola Preta faz seu 102º pelas ruas do centro do RioCordão da Bola Preta faz seu 102º pelas ruas do centro do Rio
Leia Também:  Brasil tem mais de 773 mil encarcerados; maioria no regime fechado
Cordão da Bola Preta faz seu 102º pelas ruas do centro do Rio de Janeiro – Tomaz Silva/Agência Brasil

Previsão do tempo

De acordo com o Alerta Rio, o tempo permanece instável hoje, devido à passagem de uma frente fria pela cidade, com previsão de chuva fraca a moderada a qualquer hora do dia. Há possibilidade de ventos moderados a fortes, entre 50 quilômetros por hora (km/h) e 76 km/h, com maior intensidade no período da tarde. Após uma semana de intenso calor, as temperaturas caíram e devem ficar entre 19°C e 28°C.

A Marinha emitiu um aviso de ressaca que inclui o município do Rio de Janeiro, entre às 21h de hoje e às 9h de segunda-feira (24), com ondas que podem chegar a 2,5 metros.

Carnaval

A chuva não espantou os foliões, que circulam pela cidade atrás dos blocos. Agora pela manhã, arrastam multidões o Bola Preta, na Avenida Presidente Antônio Carlos, e o Multibloco, na Rua Henrique Valadares, ambos no Centro, e o Amigos da Onça, no Aterro do Flamengo, na zona sul. Estão previstos para hoje um total de 60 blocos de rua.

Após 15 minutos de atraso por causa da chuva, o desfile da Série A do carnaval carioca na Sapucaí também transcorreu sem problemas. Os desfiles de hoje começam às 22h30, com previsão de céu nublado a encoberto, com chuva fraca a moderada isolada e temperatura estável.

O metrô funciona em esquema especial de carnaval, circulando 24 horas até meia noite de terça-feira (25). As estações Catete e Presidente Varas ficarão fechadas no período, assim como algumas saídas de estações próximas a megablocos, como Cinelândia e Carioca. O Metrô Rio recomenda que se compre os cartões de passagem com antecedência, pois algumas estações não terão bilheterias abertas. Na Carioca, Glória e General Osório foram montadas estruturas externas para a venda de bilhetes.

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo