Política Estadual

Deputados avaliam possíveis vacina da covid-19 para o Paraná

Publicados

em


Deputados da Frente Parlamentar do Coronavírus, da Assembleia Legislativa do Paraná, iniciam a série de visitas às fábricas dos institutos e fundações parceiros na produção das vacinas contra a covid-19. Nesta sexta-feira (20), a partir das 9 horas, os parlamentares estarão no Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná) em Curitiba e às 11 horas o encontro será no Instituto de Biologia Molecular do Paraná, órgão vinculada à Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), responsável pelo processamento a maior parte de testes de covid-19 no Estado.

O Governo do Estado firmou parceria, através do Tecpar, com a Rússia para produção da vacina Sputink V. A Pfizer já confirmou que terminou a terceira fase, a última, da vacina que será produzida e o Governo de São Paulo recebeu nesta quinta-feira (18), o primeiro lote de 120 mil doses da Coronavac pelo laboratório chinês Sinocav. 

“As notícias são boas. Temos várias vacinas que estão concluindo a terceira fase dos estudos, mas que no Brasil ainda precisam ser aprovadas pela Anvisa. Acredito que no primeiro trimestre já teremos doses à disposição das autoridades sanitárias brasileiras”, disse o deputado Michele Caputo (PSDB), coordenador da Frente.

Leia Também:  Deputados aprovam projeto que restabelece parcelamento de ICMS

Ainda estão previstas visitas a institutos e fundações em São Paulo e Rio de Janeiro. No dia 26 (quinta-feira), os deputados da Frente estarão no Instituto Butantã em São Paulo para conferir detalhes da Coronavac, vacina produzida em parceria do Governo de São Paulo com o laboratório chinês Sinovac. E também, em São Paulo, está agendada uma reunião com a diretoria da Pfizer que também entrou na corrida pela vacina e adiantou que pode dispor de “milhões” de dose ao Brasil.

Qual vacina? – Outra provável visita se dará na Fiocruz no Rio de Janeiro, onde será produzida a vacina da parceria entre o Governo Federal, o laboratório Astrazeneca e Universidade de Oxford, na Inglaterra. “No Paraná, temos R$ 200 milhões para compra da vacina. São R$ 100 milhões repassados ao Estado pela Assembleia Legislativa do Paraná e mais R$ 100 milhões previstos no orçamento de 2021”, disse Michele Caputo.

“Para nós não importa se a vacina venha ser russa, chinesa, americana ou europeia, o importante que se mostre segura, amplamente eficaz e registrada na Anvisa. Após essas visitas, faremos um relatório para subsidiar o Governo do Paraná sobre o estágio de produção, registro, preços e disponibilidades”, disse o deputado.

Leia Também:  Justiça determina a desocupação imediata da Assembleia Legislativa e multa diária de R$ 30 mil

“Até lá, o importante é seguir os protocolos de segurança, usar máscara, procurar o isolamento social, evitar as aglomerações e manter os cuidados de higiene como lavar as mãos e usar o álcool em gel. Até porque todos os dados indicam que há recrudescimento da doença” completou Michele Caputo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Estadual

Deputado cobra apoio do Governo do Estado aos microempreendedores

Publicados

em

Por


Em discurso na sessão plenária remota da Assembleia Legislativa do Paraná desta segunda-feira (23), o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) pediu apoio do Governo do Estado aos micro e pequenos empresários através de linhas de crédito, capacitação e abertura de mercado para que os empreendedores paranaenses possam potencializar seus ganhos. O parlamentar apresentou a reivindicação após a divulgação do saldo de 136 mil empresas abertas no Estado de janeiro a outubro de 2020, número 31% superior ao registrado pela Junta Comercial do Paraná (Jucepar) no mesmo período do ano passado.

“À primeira vista, parece um número impressionante. Porém, analisando melhor, vemos que os Microempreendedores Individuais (MEIs) respondem por 75% desse número, o que nos demonstra que empregados formais, ao perderem seu emprego, foram obrigados a constituírem MEIs para ganharem seu pão de cada dia”, considerou Soldado Fruet, apontando que, “nesse número, existem muitos artesãos, muitos motoristas de aplicativos, dentre outros que ficaram sem opção de emprego formal”.

O deputado reiterou que “2020 está sendo um ano difícil, atípico para todos nós”. Segundo ele, “está sendo necessário se reinventar a cada momento, ser criativo, ser corajoso”. Felizmente, destacou Soldado Fruet, “o paranaense é um povo assim, não se assustou com a pandemia, mesmo sofrendo com a crise trazida por ela”. “Tenho absoluta certeza de que o governador olhará esses números com cautela e atenção e dedicará os esforços necessários para garantir que essas empresas recém-criadas, sejam micro, pequenas, médias ou grandes, tenham total apoio estatal e sobrevivam muitos anos, gerando empregos e renda para as famílias paranaenses”, declarou.

Leia Também:  Assembleia promove campanha pelo fim da violência contra a mulher

O deputado encerrou sua fala destacando o esforço dos empreendedores neste período de adversidades decorrentes da covid-19. “Parabenizo todos os empresários que, mesmo durante a pandemia, mantiveram suas portas abertas, gerando empregos e renda e, também, a esses milhares de novos empresários que, corajosamente, investiram em si mesmos e no Estado nesse momento tão difícil de nossa economia”, concluiu Soldado Fruet.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo