Política Estadual

Deputado pede suspensão da validade dos concursos públicos durante pandemia

Publicados

em


.

O deputado Delegado Recalcatti (PSD) encaminhou requerimento ao governador Carlos Massa Ratinho Junior pedindo providências para suspender temporariamente os prazos de validade dos concursos públicos homologados enquanto durar os efeitos do Decreto Legislativo de Calamidade Pública, aprovado em 20 de março e com fim previsto para 31 de dezembro deste ano.

“Em função da pandemia da Covid-19, é preciso tomar medidas para salvaguardar os direitos daqueles que foram aprovados em concurso público cuja validade ainda está vigente”, explicou o deputado. Segundo ele, ao menos quatro concursos públicos estão com cadastros de reserva válidos: Polícia Científica, escrivães da Polícia Civil, Agência de Fomento Paraná e Secretaria de Estado da Saúde.

“Todos esses concursos possuem cadastros com mais de 600 aprovados que aguardam a oportunidade de serem convocados”, disse Recalcatti. O pleito foi apresentado ao parlamentar por um grupo de aprovados do concurso da Polícia Científica na semana passada, em ofício encaminhado ao seu gabinete. Esse concurso foi homologado em novembro de 2017 e teria validade por dois anos. Mas em 2019 a sua validade foi prorrogada por mais dois anos, até novembro de 2021.

Leia Também:  Novo número de sintonia trará maior visibilidade para TV Assembleia e canais legislativos

Ocorre que pela Lei Complementar 173 do Governo Federal, de maio deste ano, estados e municípios estão proibidos de realizar novas contratações até dezembro de 2021. Essa Lei suspendeu os prazos de validade apenas dos concursos federais, deixando para as unidades da Federação a decisão de adotar a medida. No caso da Polícia Científica, se os prazos do concurso forem suspensos pelo período previsto do estado de calamidade, a sua validade iria até 21 de agosto de 2022, o que possibilitaria o aproveitamento do cadastro de reserva e a contratação de servidores sem a necessidade de novo concurso público.

Os concursados da Polícia Científica alegam que a prorrogação seria “extremamente benéfica, pois resultaria num maior aproveitamento de candidatos aprovados, possibilitando assim maior ocupação nos quadros da administração, que há anos sofre com o crescente déficit de servidores e a dificuldade de prestar serviços públicos essenciais de qualidade”.  Caso o governo estadual acate o pedido, a suspensão de prazos dos concursos teria efeito retroativo a 22 de março, data do Decreto Legislativo de calamidade pública.

Leia Também:  Requerimento pede linha de crédito emergencial para trabalhadores e empresários do setor de eventos

A Prefeitura de Curitiba e o Tribunal de Justiça do Paraná já suspenderam os prazos de validades dos respectivos concursos públicos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Estadual

Nutricionista lista os alimentos que ajudam na imunidade e reagem às infecções, entre elas as causadas pelo coronavírus

Publicados

em

Por


.

Você deve saber que uma alimentação saudável, relacionada a um estilo de vida ativo, pode prevenir uma série de doenças. Mas consegue imaginar que os alimentos ricos em determinadas substâncias podem definir a forma com que seu corpo vai reagir às infecções, entre elas a da Covid-19, causada pelo coronavírus? Estas questões serão respondidas pela nutricionista Adriana Zadrozny no programa Assembleia Entrevista da TV Assembleia.

Mestre em Fisiologia Humana, Adriana explica quais os alimentos mais indicados para encarar os longos dias em casa durante a pandemia. “Algo que nos tem preocupado é a falta de radiação solar, estamos tomando muito pouco sol. Esta menor síntese de vitamina D em nossos organismos predispõe processos de ordem depressiva que, por sua vez, podem alterar o comportamento alimentar”, exemplifica.

Segundo ela, as pessoas têm buscado mais alimentos processados e industrializados, mais práticos, porém mais ricos em gorduras e açúcar. “Um estudo australiano com crianças obesas, comparando o padrão alimentar de um ano atrás e de agora, mostra que em média elas fazem uma refeição a mais por dia” alerta a nutricionista. 

Leia Também:  Paraná vai punir com rigor aumento abusivo de preço durante calamidade pública

Adriana Zadrozny afirma que um conjunto de fatores resultam em um quadro imunológico adequado para que o corpo lide com situações como a da pandemia do Coronavírus. Entre os alimentos mais indicados para isto, estão a cúrcuma, a canela, a couve-flor, brócolis, repolho e couve de Bruxelas, ricas em vitamina C e substâncias anti-inflamatórias. 

“Mas não se pode depositar nossa confiança somente nisso. Temos uma imunidade indireta, os produtos fermentados criam uma condição intestinal que melhora a absorção de subprodutos da dieta que potencializam o sistema imunológico, é uma cadeia que melhoram a imunidade”, frisa.

Alimentos como kefir e vegetais orgânicos potencializam o crescimento de bactérias intestinais benéficas, com função probiótica. “Os vegetais orgânicos oferecem ao organismo o que eles nutricionalmente podem oferecer”, diz, lembrando que o vegetal não orgânico pode conter produtos tóxicos em sua proteção.

A nutricionista explica ainda que alimentos reduzem a alcalinidade sanguínea. “É algo conhecido por todos, mas pouco aplicado. Temos uma oportunidade muito rara de olharmos com mais atenção nossas geladeiras e nossas escolhas e tentar que algo de bom aconteça do ponto de vista alimentar a partir de agora”, completa.

Leia Também:  Projeto que combate preços abusivos de produtos utilizados no combate à Covid-19 avança na Assembleia

Assembleia Entrevista – A íntegra da entrevista com a nutricionista Adriana Zadrozny, além de muitas outras entrevistas já feitas pelo programa Assembleia Entrevista, pode ser conferida pela TV Assembleia através do canal aberto 20.2 e 16 pela Claro/Net, além do canal do Youtube pelo link: https://bit.ly/3k705Ag

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo