Estadual

Curitiba e Foz terão novos voos diários a partir de março

Publicados

em

Curitiba e Foz do Iguaçu, na Região Oeste, passarão a ter novos voos diários a partir de 29 de março, data em que a capital paranaense comemora 327 anos. O anúncio foi feito pela Latam Airlines Brasil nesta quarta-feira (12).

A companhia ampliou de 2 para 16 o número semanal de voos diretos entre as cidades. De acordo com a Latam, o investimento reflete a atenção com as oportunidades no Paraná, onde a companhia mantém contrapartidas em acordo para a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível de aviação.

“É uma conquista importante para todo o Paraná porque Foz do Iguaçu é o nosso grande atrativo e a porta de entrada de visitantes estrangeiros no Estado. Dali, eles podem aproveitar para conhecer as belezas de outras cidades paranaenses”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior. “Com investimentos em infraestrutura e a divulgação do Paraná como destino turístico, queremos ampliar o turismo no Estado, uma forma barata de gerar emprego nos municípios”, disse.

As novas frequências serão operadas com aeronaves Airbus A319 que acomodam 126 passageiros em classe Economy e 12 em Premium Economy. Os voos adicionais serão diários na rota Curitiba-Foz do Iguaçu com saída as 10h55; e na rota Foz do Iguaçu-Curitiba com saída as 13h20.

Atualmente, a Latam já opera cerca de 280 voos semanais no Paraná nas seguintes rotas: Curitiba-Guarulhos, Curitiba-Brasília, Curitiba-Congonhas, Curitiba-Porto Alegre, Curitiba-Santos Dumont, Curitiba-Foz do Iguaçu, Foz do Iguaçu-Congonhas, Foz do Iguaçu-Galeão, Foz do Iguaçu-Guarulhos, Foz do Iguaçu-Santos Dumont, Londrina-Congonhas, Londrina-Guarulhos e Maringá-Guarulhos.

As companhias aéreas Azul e Gol também fazem a rota entre a capital paranaense e Foz.

Leia Também:  Fim de semana terá mutirão para cartão em Contenda

CHILE – A nova rota reflete o bom momento do turismo em Foz do Iguaçu. Em janeiro, companhia aérea low cost (baixo custo) Jet Smart começou a operar voos diretos para Santiago, no Chile. São dois voos semanais, às quintas-feiras e aos domingos, com preço final a partir de R$ 299 por trecho, já incluindo as taxas. Em 2019, foram cerca de 2,4 milhões de embarques e desembarques no Aeroporto Internacional das Cataratas, de acordo com balanço parcial da prefeitura.

Os voos entre Santiago e Foz do Iguaçu têm 2h20 de duração. Eles saem de Foz às 21h05 nas quintas-feiras e às 17h30 nos domingos. Na capital chilena as decolagens são às 17h30 na quinta-feira e às 17h45 nos domingos.

OUTROS DESTINOS – Do Aeroporto das Cataratas já saem voos diários para Lima, no Peru, operados pela Latam. Em dezembro, começou a operação da companhia boliviana Amaszonas, ligando a cidade paranaense a Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, com conexões para outros destinos nos países andinos, como Cusco (Peru), Iquique (Chile), e La Paz e Uyuni, também na Bolívia.

AVIAÇÃO – A nova operação ajuda a consolidar o Paraná como uma das maiores malhas aéreas do País. O programa Voe Paraná, lançado pelo Governo do Estado em 2019, retomou a aviação regional no Estado, com rotas operadas pela Gol ligando Curitiba a 10 cidades do Interior.

O Aeroporto de Guarapuava (Centro) foi reinaugurado e passou a receber um voo comercial semanal da Azul. A companhia aérea Voepass (antiga Passaredo) abriu a rota ligando Ponta Grossa, nos Campos Gerais, ao aeroporto de Congonhas, na cidade de São Paulo. Ainda para este ano estão previstas novas rotas internacionais para Assunção (Paraguai), Montevidéu (Uruguai) e para a cidade do Panamá.

Leia Também:  Ratinho Junior recebe governadores do Sul e Sudeste

PISTA – Foz do Iguaçu conseguirá aumentar a quantidade de voos e rotas com a ampliação da Aeroporto Internacional das Cataratas. Custará R$ 53,9 milhões e ficará pronta em 2021. A modernização foi incluída no pacote de investimentos da Itaipu Binacional e da Infraero a pedido do governador Ratinho Junior, em agosto do ano passado.

A pista atual tem 2.195 metros de comprimento por 45 metros de largura, e é considerada curta para decolagem de voos de longa distância. Hoje não é possível decolar com o tanque cheio, o que impossibilita voos diretos para os Estados Unidos e a Europa.

A nova terá 2,8 mil metros, 605 metros a mais que a atual. Além disso, será aplicada uma camada de revestimento de Stone Matrix Asphalt (SMA), que dá ganho de performance de 20% às aeronaves, o que permite autonomia de voos para locais como Miami, Nova York, Lisboa e Madri.

As obras incluem, ainda, melhorias na área de check-in, ampliação das salas de embarque e desembarque, implantação de escadas rolantes, carrosséis de bagagem, novos elevadores e quatro pontes de embarque (fingers). Esse conjunto deve aumentar a capacidade do aeroporto de 2,6 milhões para 5 milhões de passageiros ao ano.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Rede Família Solidária já recebe doações

Publicados

em

.

A Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho começou a receber nesta segunda-feira (05) doações de alimentos não perecíveis, produtos de higiene e limpeza e cobertores que serão repassados pela Rede Família Solidária a entidades beneficentes prioritárias. Somente neste primeiro dia as doações somam uma tonelada. A ação faz parte das medidas adotadas em função da Covid-19.

“Fazemos um apelo às empresas e pessoas físicas para que enviem doações. Os mais humildes são os mais necessitados e a secretaria está de mangas arregaçadas, com servidores e jovens voluntários, fazendo esse trabalho de arrecadação”, explicou Leprevost.

Em parceria com a Paróquia São Braz, foi aberto o Centro de Recebimento de Doações (CRD), local que concentrará as arrecadações em grande quantidade. Depois, todo o material será direcionado para as entidades cadastradas no Nota Paraná ou no aplicativo Paraná Solidário.

Outras entidades que não possuem cadastro podem se inscrever na página da Rede Família Solidária no Facebook, informando o CNPJ.

Também é aceita a colaboração de Voluntários Digitais para divulgar as ações da rede e conseguir doadores. Basta entrar na página da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (http://www.justica.pr.gov.br), ou no Facebook Rede Família Solidária, copiar as matérias relacionadas e direcionar aos amigos.

Leia Também:  Governo apresenta potenciais do Estado na Espanha e França

A Rede Família Solidária foi criada pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho para dar suporte ao Departamento de Assistência Social no atendimento a entidades que acolhem crianças, adolescentes, famílias e deficientes em vulnerabilidade social e pessoal.

COMO DOAR – Os interessados podem fazer a doação diretamente pelo CRD/Paróquia São Braz, na Rua Antônio Escorsin, 1840, em Curitiba, das 12h às 17h. Outra opção é doar pela internet, por meio da página da Rede Família Solidária, em que também é possível cadastrar novas entidades.

Doações de pequenas quantidades podem ser feitas pelo aplicativo Paraná Solidário, disponível gratuitamente no APP Store e Google Play.

BOA AÇÃO – O empresário e corretor de seguros Cristiano Romagnolli ficou sabendo pela internet da possibilidade de fazer uma boa ação e doou álcool 70% líquido, um dos itens prioritários, e também alimentos não perecíveis, como arroz e feijão, que também são essenciais. “A gente sabe que toda e qualquer doação é importante. Isso também é um incentivo para que outros empresários e amigos doem. Queremos fomentar essa boa ação de modo que todos entrem nessa corrente do bem e possam ajudar quem mais precisa”, disse Cristiano.

Leia Também:  PCPR prende sete em operação contra a pedofilia na internet

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo