Estadual

Comunidades rurais recebem água potável da Sanepar

Publicados

em


.

Moradores das comunidades rurais de Ganchinho e Botiatuva, em Mandirituba, Região Metropolitana de Curitiba, agora são abastecidos com água tratada em sistema implantado pela Sanepar. O complexo já está em funcionamento e atende 175 famílias que antes sofriam com constantes faltas de água e até mesmo com doenças de veiculação hídrica. A inauguração oficial da unidade será nesta sexta-feira (3).

Em parceria com a Prefeitura, a Sanepar viabilizou a ativação de um poço perfurado em 2016. Foram investidos cerca de R$ 350 mil para a instalação de uma unidade de tratamento integrada a um sistema de reservação e bombeamento, além de uma adutora com 1,8 quilômetro de extensão.

Essa tubulação leva a água do poço a dois reservatórios com capacidade total de 50 mil litros. A distribuição da água para os moradores ocorre por gravidade em uma rede de 10,5 km.

A obra foi antecipada em um ano e segue o modelo do programa Saneamento Rural da Sanepar. Nessa modalidade, a comunidade é quem faz a gestão do sistema, por meio da Associação dos Moradores do Ganchinho/Botiatuva Água é Vida. Foram instalados hidrômetros em cada moradia e o dinheiro arrecadado no pagamento da fatura será utilizado na manutenção, compra de produtos químicos, energia elétrica e manutenção de rede. O tratamento será feito pelos moradores que foram treinados pela Sanepar.

Leia Também:  Saúde adota medidas de prevenção e controle em frigoríficos

“Essa parceria com a Sanepar foi muito importante para atender a uma reivindicação antiga dessas comunidades”, afirma o prefeito de Mandirituba, Luis Antonio Biscaia. “Elas usavam poço do tipo cacimba que secava todo ano, em período de estiagem. E a água não tinha boa qualidade”, acrescenta. Nos períodos de seca, a Prefeitura levava água de caminhão-pipa para os moradores utilizarem em casa e no trato dos animais.

Segundo o prefeito, a comunidade tinha muitos problemas de saúde, principalmente entre as crianças, como vômito e diarreia. “Minha expectativa é que, agora, melhore a qualidade de vida dos moradores e até diminua o atendimento nas unidades de saúde para aquela região”, diz o prefeito.

Moradora do Ganchinho desde que nasceu, há 36 anos, a microempreendedora e presidente da Associação dos Moradores, Marilei Daniluk, afirma que toda a comunidade está bastante contente com o poço. “Se antes já tínhamos problema de falta de água, com a estiagem deste ano estava bem mais complicado. Agora, esse poço mudou completamente a nossa situação, e a qualidade da água surpreendeu bastante todo mundo”, destaca.

Leia Também:  Grupo de Trabalho de Segurança Pública LGBTQ+ retoma atividades

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Revista do Tecpar recebe artigos para edição comemorativa

Publicados

em

Por


.

A revista científica do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), intitulada Brazilian Archives of Biologyand Technology (BABT), comemora 75 anos de veiculação ininterrupta em 2021. Para celebrar será lançada uma edição comemorativa do periódico, com artigos de pesquisadores do instituto e de universidades estaduais paranaenses. A chamada pública está aberta e os interessados têm até 18 de dezembro para submeter seus artigos.

A edição especial receberá trabalhos científicos nas áreas de agricultura, agronegócio e biotecnologia; saúde humana e animal; biologia e ciências aplicadas; ciência e tecnologia de alimentos; ciências ambientais; engenharias e tecnologia.

Acesse as instruções para os autores e também o modelo (template) para formatação.

Para o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, a credibilidade conquistada pela BABT junto à comunidade científica se deve à criteriosa seleção na divulgação de pesquisas de alto nível. Com a edição comemorativa, afirma ele, o instituto busca valorizar o trabalho dos pesquisadores paranaenses em uma das revistas de maior expressão no cenário nacional. 

“A longevidade deste periódico reforça a importância do Tecpar na produção científica, nacional e internacional. Além de ser um polo de tecnologia e inovação no Paraná, o instituto consegue manter sua vocação histórica de promover a pesquisa e o conhecimento”, afirma Jorge Callado.

Leia Também:  Torneio vai reunir fãs de jogos eletrônicos

SELEÇÃO – Desde 2001, a BABT está disponível em formato eletrônico na Scientific Electronic Library Online (SciELO), biblioteca digital de artigos científicos com acesso aberto. Por ano, a revista recebe, em média, 800 artigos, dos quais são publicados cerca de 15%.

“Os trabalhos são selecionados e avaliados pelo conselho editorial da revista, composto por pesquisadores brasileiros e estrangeiros especializados nas áreas do periódico, com credibilidade e reconhecimento da comunidade científica”, explica a gerente do Centro de Informação e Vigilância Tecnologia do Tecpar, Lívia Nogueira dos Santos.

A revista científica é apoiada por importantes instituições ligadas à produção científica, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Programa de Apoio a Publicações Científicas do Ministério da Ciência e Tecnologia, Ministério da Educação, Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (Seti) e a Fundação Araucária.

HISTÓRIA – Em 1946, o professor doutor Marcos Augusto Enrietti, fundador do Tecpar, idealizou a criação de uma publicação para divulgar os avanços científicos e tecnológicos realizados pelo grupo de pesquisadores do Instituto de Biologia e Pesquisas Tecnológicas — instituição precursora do Tecpar. A iniciativa deu origem à revista Arquivos de Biologia e Tecnologia.

Leia Também:  Revista do Tecpar recebe artigos para edição comemorativa

Em 1999, a publicação passou a se chamar Brazilian Archives of Biologyand Technology (BABT), iniciando a publicação de trabalhos em língua inglesa. Atualmente, também está entre as revistas brasileiras que têm fator de impacto auditado pelo Journal of Citation Report (JCR) da Clarivate Analytics, que seleciona os periódicos mais expressivos em determinadas áreas do conhecimento.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo