Turismo

Como organizar e limpar seu quarto de hotel na pandemia

Publicados

em


source

Achar a melhor maneira de organizar as coisas no quarto de hotel é um desafio que sempre esteve presente na vida dos viajantes, mas em época de pandemia, esse desafio se tornou ainda maior, afinal, é preciso ter cuidado redobrado com a a limpeza e a higiene. 


mala de viagem
Pixabay/Reprodução

Separe um espaço perto da porta para deixar mala, bolsas, sapatos e roupas usadas na rua


Para ajudar as pessoas que precisam viajar nesse momento, o iG Turismo falou com a youtuber Rafaela Oliveira, do canal Organize Sem Frescuras, que dá dicas do que os hóspedes podem fazer para manter tudo no lugar e evitar qualquer contaminação. 

A primeira dica é levar bastante saquinhos de zip lock: “Eles serão muito úteis, uma vez que as roupas da rua precisam ser isoladas. Com esses saquinhos, você poderá também organizar as coisas pelas bancadas e de forma protegida. Eles são mais fáceis para limpeza e desinfecção”.

Leia Também:  Meu perrengue de viagem: Perdi meu RG e fiquei preso no destino sem meus amigos

Outra dica é nunca arrumar as malas de última hora e ter uma lista com tudo o que você precisa levar. “Compre uma nécessaire para cada coisa. Neste momento, é melhor priorizar sacos de plásticos e não de tecido, pois são mais fáceis de higienizar ou descartar, caso necessário”, recomenda a youtuber

Não se esqueça de adicionar as  máscaras na sua lista de itens essenciais, pois a partir de agora elas farão parte da rotina de viagem de qualquer um.

No quarto do hotel

quarto de hotel
Pixabay/Reprodução

Use ziplocks para separar roupas por seções e retirar da sua mala de forma segura.

Algumas  práticas recomendadas para o nosso dia a dia em casa podem facilitar a vida do viajante, como separar as roupas “de rua” em um lugar próximo à porta, especialmente porque em hotéis não temos tanta facilidade para lavar nossas roupas e sapatos. Assim, as roupas que vieram da rua e não forem mais ser usadas são colocadas em um saco e voltam para dentro da mala.

Leia Também:  Fernando de Noronha lidera ranking de melhores praias do mundo; veja lista

Porém, de qualquer forma, é necessário fazer a sua parte pela higienização do seu quarto. “Leve álcool em gel ou o 70% e um pacote de lenço. Se não puder, compre assim que chegar ao seu destino. Mantenha um padrão de limpeza sempre que usar alguma coisa ou for colocar de volta na mala”, indica Rafaela.

A influenciadora também recomenda produtos organizadores de mala para ficar mais prático e não juntar bagunça. Dá para organizar a mala por seções: shorts, calças, blusas e adicionar uma sessão para as máscaras e para as roupas usadas na rua. 

“Uma forma de ajudar na organização em viagens é pendurando as roupas e casacos nos cabides, mas caso vá fazer isso, não se esqueça de limpá-los com álcool antes e depois de usar”, diz a especialista em organização.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Turismo

“Tem gente que é contratada só para descascar batata”, conta ex-tripulante

Publicados

em

Por


source

O trabalho em cruzeiro é cheio de mistérios e particularidades, um dos maiores deles é sobre como é a alimentação dos tripulantes. Se você já esteve a bordo, já deve ter se questionado do que aquelas pessoas que estão sempre prontas para te servir se alimentam. O iG Turismo conversou com a ex-tripulante Bruna Ortunes para falar sobre as curiosidades da alimentação de quem vive em alto mar.


tripulantes
Freepik/reprodução

Os tripulantes como pilotos e copilotos tem um buffet próprio para fazerem as refeições


“No navio somos divididos entre staff e crew members, os crew members são os funcionários que não têm acesso aos passageiros, como as equipes de limpeza, da cozinha e da segurança e os staffs são os que lidam com os passageiros”, conta Bruna. “Só os staffs podem comer no buffet, onde os hóspedes comem, mas sempre horários que eles não estão, por exemplo antes do show, quando estão se arrumando nas cabines”.

Leia Também:  Principais problemas enfrentados pelos turistas nessa pandemia e como encará-los

Já os crew members, segundo ela, são limitados a uma cozinha específica para tripulantes que existe dentro do navio, onde outros crew members cozinham. “Nessa cozinha, cada um tem uma função muito específica, como lavar arroz ou descascar batata. Um amigo meu ficou só descascando batatas por meses, depois ele me disse que tinha até pesadelo”, relata.

tripulantes
Freepik/reprodução

A comida pode variar muito dependendo da nacionalidade do funcionário que está cozinhando

Também existe uma hierarquia dentro da cozinha para funcionários, pois ela é dividida entre a parte para pessoas da segurança, pilotos, copilotos e todos os tripulantes identificados com as faixinhas no ombro e outro pros staffs. Quem cozinha para os staffs e crew members são outros staffs e crew members, portanto, não são cozinheiros profissionais, o que quer dizer que não é uma comida especialmente saborosa.

“As opções não variam muito, tem muito macarrão, muita pizza… Então para quem trabalha sete meses acaba ficando cansativo. Eu praticamente só comia macarrão, pizza e filé de frango, também tem muita salada, o que eu aproveitada, acabei perdendo 15 kg durante a temporada”, relata Bruna.

Leia Também:  Fernando de Noronha lidera ranking de melhores praias do mundo; veja lista
Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo