Geral

CIEE registra aumento no número de vagas de estágio e aprendizagem

Publicados

em


.

O Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) registrou aumento no número de vagas de estágio e aprendizagem pela primeira vez desde o início da pandemia. O mês de junho teve crescimento de 99,34% no número de novas vagas de estágio e 101,48% de aprendizes se comparado ao de abril, primeiro mês afetado totalmente por medidas de restrição referentes ao isolamento social.

Se considerado o primeiro semestre deste ano, a retração nos estados administrados pelo CIEE São Paulo – 20 estados mais o Distrito Federal – foi de 35,8% na abertura de novas vagas de estágio e 34,5% no caso da aprendizagem, na comparação com mesmo período do ano passado.

Apesar da alta incidência de casos da covid-19, o estado de São Paulo foi o que apresentou a menor retração na criação de oportunidades em relação ao primeiro semestre do ano anterior: queda de 16,1% na criação de vagas para estagiários e 23,4% de aprendizes.

A região Norte teve queda de 37% no número de vagas para estagiários e 36,6% de aprendizes. Já o Nordeste teve decréscimo de 27,9% em vagas de estágio e 49,6% de aprendizagem. A região com a maior retração foi o Centro-Oeste, com queda de 42,6% no número de oportunidades para estágio e 48,2% para aprendizes.

Leia Também:  Festival Favela em Casa tem 30 apresentações online em São Paulo

Os dados não incluem os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, de Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e de Pernambuco.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

TV Brasileira: a cronologia da primeira década

Publicados

em

Por


.

São setenta anos de televisão brasileira a contar da inauguração da TV Tupi em 18 de setembro de 1950. Mas a história da TV no Brasil percorre muitos períodos antes e depois da primeira transmissão oficial. Em 1939, já havia algum tipo de transmissão particular no país. Em 1948, Assis Chateaubriand decidia se investia no modelo a cores ou preto e branco. Venceu o mais barato. E assim vai. Na primeira década da televisão brasileira, há muito o que se contar.

De um jeito ou de outro, é difícil destacar todos os acontecimentos. A partir de levantamentos do Centro de Cultura de São Paulo, mediado pelos pesquisadores Edgard Ribeiro Amorim e Flávio Luiz Porto e Silva, apresentamos uma cronologia da programação e de muitos dos principais acontecimentos que registraram os momentos pioneiros e experimentais da televisão brasileira.

No menu abaixo é possível ir direto ao ano de preferência ou correr o navegador por cada momento histórico da televisão brasileira que já foi rádio com imagens, espaço para vanguarda teatral e fonte de manifestações musicais, humorísticas e até circenses.


? 1939 ? 1948 ? 1949 ? 1950 ( ? 18/09) ? 1951 ? 1952 ?️ 1953
? 1954 ? 19551956  ? 1957 ▶️ 1958 ?1959 ? 1960


? 1939: Testes e mais testes

Apesar da TV ser inaugurada mundialmente em 1931, passaram-se oito anos para a primeira transmissão experimental de televisão no Brasil, utilizando equipamento alemão em um circuito fechado.


? 1948: Made in USA

Dono da cadeia de rádios Emissoras Associadas, Assis Chateaubriand decide implantar uma emissora de TV no Brasil. Para isso, visita os estúdios da RCA e NBC em Nova Iorque, nos Estados Unidos, para conhecer os equipamentos que seriam importados.


? 1949: Rádio com imagem

A imprensa de São Paulo anuncia que um grupo de acionistas pretende instalar a TV Paulista. No livro TV Brasil, de Edgard Ribeiro Amorim, registra-se informações que não puderam ser confirmadas de que Chatô teria criado empecilhos ao projeto concorrente para que a TV Tupi fosse a primeira a ser inaugurada.

De acordo com a Revista O Cruzeiro, do grupo Diários Associados, Chateaubriand volta aos Estados Unidos, acompanhado por embaixadores brasileiros, para conhecer novos equipamentos de transmissão em cores nos estúdios da RCA. Devido ao alto custo e falta de capacidade técnica, ele optou por manter o modelo em preto e branco. Os funcionários da futura televisão seria a própria equipe das Rádios dos Diários Associados que se desdobrariam entre as ondas sonoras e televisivas.


? 1950: Ao vivo em preto e branco

O ano da inauguração da televisão é marcado por vários episódios. Em março, profissionais da rádio Tupi e Difusora vão ao porto de Santos recepcionar a chegada do equipamento comprado dos EUA. A comitiva chegou a desfilar pelo centro de São Paulo.

(Câmeras e equipamentos para instalação da TV Tupi desfilam em caminhões por São Paulo-1950. Reprodução autorizada do livro História da TV Brasileira. Acervo AMM.CCSP)

Câmeras e equipamentos para instalação da TV Tupi desfilam em caminhões por São Paulo-1950.Câmeras e equipamentos para instalação da TV Tupi desfilam em caminhões por São Paulo-1950.

Câmeras e equipamentos para instalação da TV Tupi desfilam em caminhões por São Paulo-1950. Reprodução autorizada do livro História da TV Brasileira. Acervo AMM.CCSP

No dia 4 de junho, realiza-se a primeira transmissão da TV Tupi com apresentação musical de Frei José Mojica, famoso ex-ator de cinema. A transmissão foi feita no auditório do Museu de Arte de São Paulo, na rua 7 de Abril. Diversos televisores foram expostos em lugares estratégicos e no saguão do edifício dos Diários Associados, mesmo prédio do museu, para exibir o evento.

Entre 20 e 26 de julho ocorrem transmissões do auditório da Faculdade de Medicina de São Paulo com o show chamado Vídeo Educativo.

No dia 10 de setembro, ocorre mais uma transmissão experimental com o ex-presidente Getúlio Vargas.


? 18/09: O Dia da Inauguração da PRF-3-TV

Tv Tupi , anúncio da RCATv Tupi , anúncio da RCA

Anúncio da RCA sobre a inauguração da TV Tupi – Tv Tupi/ RCA

No canto inferior do jornal, letras grandes e miúdas intercalavam um texto de divulgação: “Sonho que se faz realidade. Hoje em S. Paulo. A Televisão.  Inaugura-se à noite a P.R.F 3 – T. TV”.

Pode parecer estranho, mas a transmissão inaugural foi da Difusora PRF 3-TV. A emissora viria a ser chamada posteriormente de TV Tupi em associação à Rádio Tupi. As imagens da transmissão foram geradas nos novos estúdios construídos às pressas ao lado das instalações da Rádio Tupi no bairro do Sumaré. A retransmissão para o centro de São Paulo ficou por conta de uma antena instalada no topo do prédio do Banco do Estado de São Paulo.

Show Na Taba- programa inaugural da TV Tupi-1950. Na foto Lia Marques.Show Na Taba- programa inaugural da TV Tupi-1950. Na foto Lia Marques.

Show Na Taba- programa inaugural da TV Tupi-1950. Na foto Lia Marques. – Arquivo Multimeios. CCSP

Houve diversos problemas técnicos e a TV veio ao ar somente às 21 horas com o espetáculo Show na Taba, que tinha música, humorismo, danças e quadros apresentados por Homero Silva. A atriz e cantora Lolita Rodrigues interpretou o Hino Nacional da TV, composto especialmente para a ocasião. Estima-se que haviam 300 aparelhos espalhados em pontos estratégicos de SP, já contando com aqueles que Chatô distribuiu nas vitrines de lojas do centro. 

O Brasil foi o quinto país do mundo a ter televisão, depois de EUA, Inglaterra, Holanda e França.

19/09: Estreia o primeiro telejornal da TV Brasileira: Imagens do Dia. Possuía texto e reportagens de Rui Rezende e cinegrafia de Paulo Salomão.

Leia Também:  Mega-Sena acumula e pagará R$ 36 milhões sábado

20/09: No jornal do dia, anunciava-se a programação que iria ao ar a partir das 20 horas. Diferente de hoje, o final da noite era recheado de desenhos animados.

15/10: É realizada a primeira transmissão esportiva diretamente do estádio do Pacaembu em São Paulo, com o jogo São Paulo x Palmeiras. Por defeito técnico, somente o segundo tempo foi transmitido.

27/10: Vai ao ar o primeiro teleteatro da TV: A Vida por um fio, com adaptação de texto e direção de Cassiano Gabus Mendes e estrelado por Lia de Aguiar.


? 1951: Dramaturgia na TV

Neste ano, Madalena Nicol torna-se a primeira profissional de teatro a se apresentar na televisão (Confira sua biografia no Museu Pró-TV). Começavam a ser fabricados no Brasil os primeiros televisores, mas ainda dependentes de componentes importados. O período é marcado pelo início do Grande Teatro das Segundas Feiras, com peças teatrais interpretadas por Madalena NIcol, Procópio Ferreira, Maria Della Costa, entre outros. A TV Tupi também inicia um programa infantil chamado Clube do Papai Noel, com apresentação de Homero Silva.

Em 21 de dezembro, vai ao ar o capítulo inicial da primeira novela brasileira: Sua Vida me Pertence, com Walter Forster (autor, diretor e galã da novela), Lia de Aguiar e Vida Alves. A novela teve 15 capítulos, sendo dois veiculados por semana. Nela, acontece o primeiro beijo frente às câmaras com Forster e Vida Alves, que faleceu em 2017. Confira a entrevista com a sua filha, Thais Alves, que transformou os estúdios da TV Tupi em seu quintal particular.

Aos poucos, a televisão ganha mais importância e sua programação deixa de ser noturna e começa às 17h30 com conteúdos dedicados a mulheres e crianças. Curiosamente, havia um intervalo de meia hora às 19h30 e a programação voltava ao ar às 20h. Enquanto isso, instala-se no Rio de Janeiro, então capital do país, uma nova emissora com uma antena fixada no topo do Pão de Açúcar, inaugurando-se assim a outra emissora da TV Tupi.


? 1952: TV de Vanguarda

A TV Paulista (Canal 5) é finalmente inaugurada pelo grupo empresarial liderado por Luiz F. Souza Meirelles e Nestor Bressane Filho. Ela torna-se a segunda televisão de São Paulo. Adaptou a obra Helena, de Machado de Assis, como uma telenovela exibida na estreia. Na sua programação havia espaço para o telejornal diário apresentado por Roberto Corte Real, além de programas infantis, musicais e humorísticos.

Na Tupi estreava o programa teatral TV de Vanguarda, com peças dirigidas por Dionísio Azevedo e outros. A Tupi também apostou no teleteatro infanto-juvenil Fábulas Animadas e com o seriado de sucesso Sítio do Pica-Pau Amarelo, baseado na obra de Monteiro Lobato.  


?️1953: Jornalismo, testemunha ocular da história

Foi em 17 de junho que o noticiário Repórter Esso entrou ao vivo pela primeira vez nos televisores brasileiros. O jornal é considerado o programa noticioso mais conhecido desta primeira década da televisão brasileira.

A TV Paulista, por sua vez, colocou o circo dentro dos estúdios e levou ao ar o programa circense Circo do Arrelia.

Diferente das emissoras anteriores, a TV Record, canal 7, é inaugurada em 27 de setembro já instalada em um edifício próprio para sua emissora. No lançamento houve shows de Dorival Caymmi, Elizeth Cardoso e Inezita Barroso.


? 1954: Audiência

Na Tupi, estreia o musical teatralizado Música e Fantasia e o seriado de aventuras Falcão Negro, interpretado por José Parisi.

Na TV Record, estreia o seriado Capitão 7, interpretado por Ayres Campos, e dirigido por Alvaro Moya. O programa foi ao ar por seis anos seguidos.

Seriado Capitão 7 - TV Record-1956. Na foto Ayres Campos e Idalina de Oliveira (sentados).Seriado Capitão 7 - TV Record-1956. Na foto Ayres Campos e Idalina de Oliveira (sentados).

Seriado Capitão 7 – TV Record-1956. Na foto Ayres Campos e Idalina de Oliveira (sentados). AMM.CCSP  Reprodução autorizada do livro História da TV Brasileira. Acervo AMM.CCSP.

No jornalismo, destacam-se a cobertura sobre o 4º Centenário de São Paulo, a perda do título de Miss Universo por Marta Rocha, o suicídio de Vargas e a indicação de Juscelino Kubitschek para concorrer à presidência do Brasil.

O Instituto Brasileiro de Opinião Pública (Ibope) é criado e realiza no eixo RIo – São Paulo as primeiras pesquisas de audiência de TV dentro do período de  18h às 23h. Os levantamentos demonstram haver mais de 120 mil aparelhos de TV nesse eixo pesquisado.


? 1955: Industrialização em curso

Inicia-se no Brasil um processo de maior industrialização dos equipamentos televisivos. A válvula eletrônica passa a ser fabricada no Brasil pela Companhia Ibrape, acelerando o processo de nacionalização dos aparelhos de TV.

Talvez o Céu e o Limite seja o programa avô de muitos programas de perguntas e respostas na televisão Brasileira. Estreado pela TV Tupi, ele era apresentado como um programa educativo no qual convidados ganhavam prêmios em dinheiro dependendo das respostas a determinadas perguntas.

Programa Musical - TV Record-1955.Programa Musical - TV Record-1955.

Programa Musical – TV Record-1955. – Arquivo Multimeios. CCSP.


1956: Futebol “100 quilômetros a frente”

Pela primeira vez em SP, as três emissoras de TV reunidas (Tupi, Paulista e Record) arrecadavam mais dinheiro publicitário que as 13 emissoras do rádio paulistas juntas. As rádios deixam de ser a fonte de sustentação financeira das televisões.

A primeira transmissão de longa distância foi feita pela TV Record que transmitiu de Campinas para São Paulo um jogo de futebol com o slogan “100 quilômetros a frente”.

A política industrial de  Juscelino Kubitschek fomentou a produção de aparelhos receptores de TV totalmente brasileiros, permitindo o barateamento do equipamento.

Leia Também:  PF investiga superfaturamento de camas hospitalares no Tocantins

? 1957: Enlatados e videoteipes

A partir desse ano, torna-se comum o uso de séries cinematográficas importadas dos Estados Unidos. Já existiam 10 emissoras de televisão no Brasil, que passavam a trocar a programação mais intelectualizada por shows populares e humorismo.

A TV Tupi estreia o programa TV de Comédia, exibindo teleteatros dirigidos por Geraldo Vietri. Já a cantora Maysa estreia um programa na TV Record, sendo uma das primeiras intérpretes a fazer sucesso pela TV e não pelo rádio.

Ao mesmo tempo, ocorre a interiorização das transmissões para outras cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Enquanto isso, a TV Rio importa um aparelho de videoteipe e grava o programa Chico Anísio Show.

Mais emissoras começam a marcar presença. Inaugura-se a TV Rádio Clube de Pernambuco, em Recife, e a TV Alterosa, em Belo Horizonte.


▶️ 1958: É playback?

Em vez de shows totalmente ao vivo, o playback passa a reproduzir arranjos de orquestras para auxiliar cantores nos shows musicais. Assim, as grandes orquestras começam a sumir das frequências televisivas.

Nas obras no interior de Goiás onde se criava a nova capital do país, implanta-se também TV Nacional de Brasília, que é o embrião do que seria a TV Brasil e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A  sua estrutura, contudo, passa a funcionar dois anos depois, junto a inauguração da nova sede dos três poderes, no centro do país.


? 1959: Rin-Tin-Tin, ator canino

O final da década é marcada pela instalação da estrutura da TV Excelsior (canal 9) em São Paulo, que será inaugurada no ano seguinte. Ela será a grande concorrente da TV Tupi, inclusive estimulando a migração de artistas de uma emissora a outra. Em Porto Alegre, inicia-se a TV Piratini.

Neste ano, A TV Tupi  lança Rin-Tin-Tin, primeiro seriado estrangeiro dublado em português. O declínio da primeira televisão brasileira, TV Tupi somente ocorrerá em 1980. Pela frente, ao menos duas décadas bastante marcantes.

A televisão já era assunto comum nos espaços públicos. Em outubro, o ministro da Justiça, Armando Falcão, assinou a primeira legislação regulamentando a censura de televisão no país.


? 1960: Formação de rede em…

A TV Cultura, atualmente emissora pública do estado de São Paulo, é inaugurada pelos Diários Associados, de Chateaubriand. Somente em 1969 ela é lançada pela Fundação Padre Anchieta, produzindo programas educativos que são transmitidos para todo o Brasil via satélite.

Foi também na TV Cultura que se iniciou a programação do primeiro Telecurso, organizado pela Secretaria de Educação do Estado, para preparação aos exames de admissão ao ginásio.

Em 9 de julho de 1960, a A TV Excelsior é formalmente inaugurada, trazendo uma programação nacional mais objetiva e agressiva frente às concorrentes com shows, reportagens e teleteatros. O programa de destaque foi Brasil – 60, transmitido ao vivo sob o comando de Bibi Ferreira.

Programa Brasil 60. TV Excelsior-1960. Na foto Bibi Ferreira e Procópio Ferreira.Programa Brasil 60. TV Excelsior-1960. Na foto Bibi Ferreira e Procópio Ferreira.

Programa Brasil 60. TV Excelsior-1960. Na foto Bibi Ferreira e Procópio Ferreira. – AMM. CCSP.

O programa trazia músicas, entrevistas e variedades e inaugurou o estilo “revista” do horário nobre dos domingos.

Se o videoteipe já era comum em 1957, foi somente em 1960 que seu uso permitiu a industrialização da televisão por meio da comercialização de cópias de programas e formação de redes de emissoras com um mesmo programa exibido em vários locais do país. O

O primeiro teleteatro gravado foi Hamlet, de Shakespeare, na TV Tupi, e dirigido por Dionísio Azevedo. Nos registros do livro “Histórias da TV Brasileira”, de Edgard Ribeiro Amorim. Laura Cardoso, que interpretou a rainha Gertrudes, contou que a gravação durou 48 horas ininterruptas.

Foi também no início da nova década que se deu a fabricação dos primeiros aparelhos de TV com transistores. Estima-se que haviam 700 mil aparelhos de televisão em todo o Brasil até então.

Outros fatos marcantes ocorrem na TV Rio com a estreia do programa Discoteca do Chacrinha, antigo sucesso no rádio, comandado pelo saudoso Aberlado Barbosa.
Em 21 de abril de 1960, Brasília é inaugurada como nova capital do Brasil e traz consigo a inauguração da TV Alvorada,  TV Brasília. A TV Nacional já funcionava em caráter experimental no dia da inauguração de Brasília, mas vai ao ar oficialmente em 4 de junho de 1960. Ela transmite a chegada do Presidente da República, Juscelino Kubitschek e sua comitiva. Ao mesmo tempo, a orquestra completa da Rádio Nacional toca o Hino Nacional Brasileiro com a regência do maestro Radamés Gnattali e o apresentador César de Alencar, sendo o primeiro programa da emissora.


Fontes e pesquisadores consultados para a criação da cronologia:

AMORIM, Edgard. A televisão brasileira. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1987.
AMORIM, Edgard. História da Televisão Brasileira: Centro Cultural São Paulo, 2008.

Flávio Porto e SIlva. Atuou no Departamento de Informação e Documentação Artísticas e, posteriormente (Idart), no Centro Cultural São Paulo, no resgate da memória do rádio e da televisão no Brasil, eixo São Paulo/Rio de Janeiro. Atualmente é professor titular da Faculdade Armando Álvares Penteado, atuando na área de Rádio e Televisão.


Outras matérias desta série:

70 anos da TV no Brasil: 1ª década foi de aventura, improviso e paixão

Filha de Vida Alves atua para preservar memória dos pioneiros da TV

A TV Brasil e os 70 anos da televisão no Brasil

Edição: Beatriz Arcoverde

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo