Turismo

Cidade em alto-mar: conheça o maior navio da frota da MSC

Publicados

em

source

Maior navio da frota da MSC, uma das maiores empresas de cruzeiros do mundo, o Grandiosa equivale a uma pequena cidade e deve chegar ao Brasil na próxima temporada 2020/2021. Com 67 metros de altura, o equivalente a um prédio de 22 andares, a embarcação abriga mais de 8 mil pessoas de diversas nacionalidades em viagens de até 14 dias por pacote.

Leia também: Quer fazer um cruzeiro? Planejamento faz viagem sair até 30% mais barato

MSC Grandiosa arrow-options
Divulgação

MSC Grandiosa é o maior navio da frota da companhia de cruzeiros

O iG esteve a bordo desse centro de entretenimento em Hamburgo, para a cerimônia de inauguração do navio , e revela os números dessa urbe em alto-mar.

Vale a pena ressaltar que, se cidade fosse, o MSC Grandiosa teria uma população maior que 2,1 mil municípios brasileiros (só para começarmos a brincadeira). Veja todos os detalhes no infográrico abaixo: 


Acidente na Itália

MSC Grandiosa está navegando pelas águas da Europa nesta temporada e já enfrentou um incidente. No dia 30 de dezembro, o navio  se chocou ontem contra um cais durante uma manobra de aproximação no Porto de Palermo, no sul da Itália, segundo informações da agência Ansa. 

Leia Também:  Muito além da Disney: 6 dicas para curtir Orlando de verdade

Leia também: Ilha da MSC abre para hóspedes; veja fotos e o que fazer por lá

O acidente durante o cruzeiro não deixou nenhum ferido e a embarcação seguiu viagem normalmente. 

* Reportagem viajou a convite da MSC

Fonte: IG Turismo
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Turismo

Saiba como planejar seu reveillon em tempos de pandemia

Publicados

em

Por


source

Apesar de muitas incertezas sobre os desdobramentos da pandemia, muitos estão vendo que os comércios e turismo estão abrindo. Logo, uma faísca de esperança surgiu e muitos começaram a rever os planos de viajar no ano novo.

Para te ajudar com os possíveis preparativos para a viagem do fim de ano, o iG Turismo conversou com a turismóloga Raquel Panke para dar dicas para sua viagem ser mais segura possível. 

mala e máscara
Reprodução/Pixabay

Confira as dicas para você planejar sua viagem de ano novo em segurança


Quais as medidas de segurança que a pessoa deve ter ao planejar a viagem de ano novo? 

O planejamento de viagens, antes mesmo da pandemia, já envolvia a pesquisa do destino turístico pretendido por meio de diferentes canais de acesso, especialmente com a utilização dos sites de busca na Internet. 

No contexto atual, isso é fundamental para se obter informações antecipadas dos produtos que pretende contratar com relação à segurança sanitária, a capacidade de atendimento de meios de hospedagem (que está reduzida para melhor garantir o distanciamento social), a disponibilização de álcool em gel, de tapetes sanitizantes, a medição de temperatura corporal, o rigor e o aumento nos procedimentos de limpeza, entre outros. 


Por isso, todos os serviços turísticos (meios de hospedagem, restaurantes, atrativos, destinos) precisam estar preparados para esta demanda de informações de forma clara e de fácil acesso on-line. A especialista acredita que em um cenário otimista e que é possível visualizar uma tendência para o final do ano chamado o “turismo de isolamento”. 

“Podendo retomar a atividade turística pelo turismo doméstico, em especial, localidades próximas aos destinos emissores de turistas (grandes cidades) em direção às áreas rurais e litorâneas que se planejarem para um turismo controlado e de capacidade restrita no número de visitantes”, explica. 

Quais os destinos mais seguros?

Panke acrescenta que os destinos mais seguros para esse momento  são aqueles de pequena escala, ou seja, que não permitem aglomerações e estão se preparando de forma responsável para receber o turista, como pousadas rurais e áreas litorâneas mais isoladas que possuam “capacidade de carga” (número máximo de visitantes permitido por período). 


Destinos ecoturísticos devem ser visitados somente em pequenos grupos. Ela também recomenda localidades que ofereçam o turismo de experiência, também de forma mais personalizada. 

“Os destinos mais seguros podem estar bem próximos de sua cidade, pesquise localidades que ofereçam práticas de segurança e responsabilidade social, olhe para seu “quintal” e valorize o Brasil. Fica a dica!”, encerra. 

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo