Política Nacional

CDR debate metodologia de projetos dos Centros de Desenvolvimento Regional

Publicados

em

A Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) promove na quinta-feira (5), a partir das 9h, uma audiência pública como parte do seu trabalho de acompanhamento de uma política do governo federal. Neste ano, a comissão avalia os Centros de Desenvolvimento Regional do Ministério da Educação (MEC), parcerias de instituições científicas e de ensino superior com a sociedade da região onde operam. Outra audiência será realizada na quarta-feira (4) sobre os centros.

A audiência tratará das metodologias de trabalho dos centros. Os convidados, representantes dessas iniciativas em várias partes do país, falarão sobre as carteiras de projetos, o modo de escolhas de alvos, a identificação de oferta e demanda e os esforços de financiamento.

Os coordenadores de Centros de Desenvolvimento Regional participantes serão Neantro Saavedra Rivano, do Distrito Federal, Maria Herzer Quintana, do Rio Grande do Sul, Gesinaldo Ataíde Cândido, da Paraíba, e Marimar Guidorzi, de São Paulo. Também participarão os presidentes das Fundações de Apoio à Pesquisa (FAPs) da Paraíba, Roberto Germano Costa, e do Distrito Federal, Alessandro França Dantas.

Leia Também:  Comissão de Infraestrutura tem reunião cancelada

O relator da avaliação de política pública na CDR é presidente da comissão, senador Izalci Lucas (PSDB-DF). O relatório com as conclusões e sugestões será apresentado e analisado em dezembro.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
senado.leg.br/ecidadania
Alô Senado (0800 612211)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Nacional

Após ataque ao irmão, Ciro chama Carlos Bolsonaro de “libélula deslumbrada”

Publicados

em

source
Ciro arrow-options
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Em postagem, Ciro atacou o clã Bolsonaro nas redes sociais

Após o incidente envolvendo o irmão Cid, que tentou invadir quartel da Polícia Militar na cidade de Sobral-CE, Ciro Gomes trocou farpas com Carlos Bolsonaro nas redes sociais neste domingo (23). Após chamar o vereador de “libélula deslumbrada”, o ex-governador cearense disse que o presidente é o “canalha maior”.

Leia também: Ao tentar provar que Terra é plana em experimento com foguete, aventureiro morre

“Libélula deslumbrada, nós aqui no Ceará somos e seremos o pior pesadelo de sua família de canalhas, milicianos e peculatários corruptos . Quanto dinheiro roubado o Queiroz depositou na conta da mulher de seu pai, o canalha maior?”, questionou Ciro.

A resposta aconteceu horas depois de Carlos fazer piada com a situação vivida por Cid. Na publicação, ele chamou os apoiadores do senador de “nariz nervoso e lambedor de beiço”.

Leia Também:  Adiada para 2020 votação do Estatuto da Segurança Privada

Leia também: Governo vai ao STF para expulsar major da PM reintegrado após furto de caixa

“Sabe aquel(x) senador(x), que não fez corpo de delito porque disseram ser um chupão que tinha na barriga, além de lutar contra você pagar menos tributos (DPVAT)? Agora quer passar por cima de crianças e mulheres com o pessoal do nariz nervoso e lambedor de beiço do Ceará”, escreveu o vereador.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo