Policial

Campanha de arrecadação de cobertores para o Hospital do Câncer de Londrina é promovida pela Companhia de Choque de Londrina

Publicados

em


.

Marcia Santos
Jornalista Responsável

 

Policiais militares da Companhia de Choque do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), pertencente ao 2º Comando Regional de Polícia Militar (2º CRPM), fizeram a entrega de 855 cobertores arrecadados pela unidade para o Hospital do Câncer de Londrina (PR), nesta segunda-feira (25/05).

De início, foi iniciada uma campanha com o objetivo de arrecadar 400 cobertores para o hospital, porém, com a ajuda dos colaboradores e amigos do batalhão, foram arrecadados 855 unidades, o dobro da meta, um valor aproximado de R$ 23.000,00 a serem repassados à instituição.

A companhia de Choque do 5º Batalhão já possui laços estreitos com o Hospital do Câncer de Londrina, visto que em 2019 foi realizada uma costelada pela companhia que resultou na arrecadação de R$ 20 mil para o hospital. Diante da situação causada pelo COVID-19, não foi possível realizar a costelada neste ano, porém, a solidariedade prevaleceu e a campanha dos cobertores foi um sucesso.

O 5º Batalhão agradece o empenho dos militares estaduais que fizeram a campanha acontecer, em especial a todos que colaboraram e contribuíram com a doação dos cobertores, pois a partir desta boa ação, o inverno que está por vir poderá ser menos rigoroso para muitos pacientes internados.

Leia Também:  PCPR prende cinco pessoas e apreende 20 veículos de organização criminosa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

PCPR prende cinco pessoas e apreende 20 veículos de organização criminosa

Publicados

em

Por


.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu temporariamente cinco pessoas e apreendeu 20 veículos de luxo de uma organização criminosa envolvida em lavagem de dinheiro, receptação, adulteração de veículos, estelionato e falsificação de documentos, nesta sexta-feira (3). A ação foi deflagrada em sete cidades do estado e contou com a participação de 70 policiais civis.

Três homens, de 35, 43 e 46 anos, foram presos em Londrina. Um homem de 32 foi preso em Guaraci e outro de 28 foi preso em Arapongas. Todas cidades do Norte do estado. Além disso, 20 mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos municípios em questão, bem como em Maringá, Paranavaí, Sertaneja e Tamarana.

A operação foi deflagrada em razão de uma investigação que apura desde o uso de identidades falsas pelos suspeitos até a abertura de empresas fantasmas, abertas para lavar dinheiro ilícito. Os criminosos agiam inclusive na falsificação de documentos públicos.

Dois dos alvos ainda encontram-se foragidos.

A operação foi batizada como “Caça-Fantasmas” devido a modalidade criminosa de abrir empresas fraudulentas, chamadas de fantasma.

Leia Também:  Policiais militares recebem homenagem da Câmara Municipal de Cianorte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo