Política Nacional

Bolsonaro é o presidente com maior média de votos no Congresso em 10 anos

Publicados

em


source
bolsonaro
Carolina Antunes/PR

Segundo pesquisas recentes, avaliação de Bolsonaro melhorou


A coalizão entre Jair Bolsonaro (sem partido) e o centrão  garantiu ao governo a maior média de votos no Congresso nos últimos 10 anos. O levantamento foi realizado pelo Índice Congresso em Foco (ICF), um instrumento de pesquisa do Farol Político do site Congresso em Foco.


Segundo a pesquisa, Bolsonaro angariou, em média, 276 votos no primeiro semestre de 2020. Pouco antes de deixar o governo, Lula chegou a uma média de 187 e 184 votos nos dois semestres de 2010, respectivamente. Já Dilma , no seu melhor momento atingiu, em média, 267 votos. No melhor momento do governo Temer , no primeiro semestre de 2017, o ex-presidente teve média de 214 votos.

Os dados foram obtidos por meio da divisão do total de votos de acordo com a orientação do governo pelo total de votações. Os dados também medem o percentual de governabilidade dos presidentes. No início do seu governo, em 2019, Bolsonaro tinha governabilidade de 0,51, em escala de 0 a 1. Após firmar aliança com o centrão , em 2020, Bolsonaro tem média de governabilidade de 0,67, atrás apenas dos resultados alcançados por Dilma, que teve 0,69 no segundo semestre de 2011 e 0,7 no segundo semestre de 2013.

Leia Também:  "Vamos corrigir erros do Covas" na Educação durante a pandemia, diz Boulos

O Congresso em Foco explica que o ICF de governabilidade é obtido pelo total de votos em conformidade com a posição declarada pelo governo nas votações.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Nacional

“Vamos corrigir erros do Covas” na Educação durante a pandemia, diz Boulos

Publicados

em

Por


source
Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao programa Roda Viva%2C da TV Cultura
Reprodução/Roda Viva/TV Cultura

Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura

O candidato à Prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) criticou durante entrevista ao programa Roda Viva , da TV Cultura, nesta segunda-feira (23) as decisões do atual prefeito Bruno Covas (PSDB) na condução da Educação durante a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

“Nós vamos ter que corrigir os erros do Covas. Vamos dar acesso à internet aos alunos”, afirmou o candidato socialista ao comentar a decisão da gestão municipal de manter os alunos em casa sem considerar se todos tinham condições tecnológicas para continuar estudando.

De acordo com o coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), a decisão que ele vai tomar será com base nas decisões de especialistas.

“Eu não sou médico e não tenho condições de dizer se estamos em uma segunda onda ou não. Hoje tem um monte de gente falando isso sem ter registro no CRM (Conselho Regional de Medicina), coisa que o [João] Doria e o [Jair] Bolsonaro estão fazendo”, disse Boulos.

Leia Também:  Boulos diz que vai colocar disciplina anti-racista nas escolas municipais

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo