Entretenimento

Apresentador da CNN tem discussão com Alexandre Garcia ao vivo sobre cloroquina

Publicados

em


source
Rafael Colombo e Alexandre Garcia
Reprodução/CNN

Rafael Colombo e Alexandre Garcia


Rafael Colombo e Alexandre Garcia discutiram durante a exibição ao vivo do programa “Novo Dia”, da CNN Brasil, nesta sexta-feira (7). Colombo perdeu a paciência depois que o comentarista defendeu o uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19.

Tudo começou durante o quadro Liberdade de Opinião, quando Garcia defendeu o medicamento adotado pelo presidente Jair Bolsonaro. Foi então que o âncora questionou: “Se a cloroquina funciona, é barata, e serviu como você falou na Amazônia para lúpus, malária e outros tipos de doença, por que o mundo teria deixando tanta gente morrer se tem um remédio barato à disposição? A troco de que tanta gente morreria se a cloroquina funciona?”.

“Se não funcionar, ela não existe, pois está funcionando”, respondeu Alexandre. “Ninguém provou que ela está funcionando, né, Alexandre?”, rebateu o Colombo. “As pessoas que sobreviveram são a prova. É assim que começa a ciência, a experiência”, completou ex-jornalista da Globo.

Leia Também:  Lidi Lisboa se distrai admirando Mariano e quase bate de cara na porta

“E os 100 mil que morreram? Eu tive dois amigos que morreram de Covid-19. Eles morreram à toa, então? Porque fica parecendo que gastando R$ 20 na farmácia eles poderiam estar aqui, comigo, agora. E não é assim”, desabafou Colombo. “Certamente não morreram à toa. Eu perguntei se eles usaram hidroxicloroquina prematuramente?”, emendou Alexandre.

“Eu não tenho esse detalhe a respeito do tratamento deles. Agora, não tenho a menor dúvida de que se a cloroquina funcionasse não teriam 100 mil mortos. Eu faço questão de fazer esse posicionamento, porque depois há uma mistura nas redes sociais a respeito da minha opinião e da opinião do Alexandre”, continuou o apresentador.

“Eu tenho todo respeito pela carreira e pela história do Alexandre, mas me sinto no direito e no dever de fazer esse posicionamento, porque eu também perdi gente muito próxima por causa dessa doença, e fica parecendo que elas não quiseram gastar R$ 20 para tomar cloroquina”, finalizou o apresentador.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Entretenimento

Reynaldo Gianecchini revela estar há quase 6 meses em quarentena radical

Publicados

em

Por


source

A influenciadora Naná Karabachian entrevistou o ator em uma live em seu canal do Youtube e, entre outras coisas, falaram da pandemia e do isolamento social. Gianecchini assumiu ter optado por uma quarentena radical, onde praticamente não colocou os pés para fora de casa.

reynaldo gianecchini
Instagram/Reprodução

Ator está isolado com sua mãe, que faz parte do grupo de risco


“Eu não conheço ninguém que consegue viver nos extremos que nem eu. Eu acho que é porque eu já passei por tanta situação adversa…Eu saí de casa muito cedo, já passei por tanta coisa, que eu tenho uma facilidade de me adaptar ao jogo da vida”, disse ele.

O galã, porém, também falou que não critica quem está saindo para algumas coisas, mas que preferiu não fazer isso. “A minha mãe está aqui comigo. Porque ninguém aguenta ficar tão isolado. Ela estava muito isolada e não há psicológico no mundo que suporte isso. E aí, quando eu trouxe a minha mãe, que é muito do grupo de risco, eu falei: cara, agora é que não vou poder sair”.

Leia Também:  Irmã de Whindersson diz ser bi 'às vezes' em stories: "Minha mãe não vai gostar"

Ainda finalizou reiterando que se vê como um radical. “Eu quero sair quando eu puder fazer as coisas com alegria, abraçar. Eu sou meio radical assim às vezes”, concluiu.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo