Turismo

5 destinos nacionais sem aglomeração para sua viagem pós-pandemia

Publicados

em


source

Pesquisa recente do buscador Viaja lá apontou que  20% dos brasileiros esperam voltar a viajar em outubro desse ano . Também segundo os dados, os destinos nacionais devem ser a preferência, já que o dolar está caro e é mais simples organizar uma viagem por aqui do que para o exterior. 

Para quem já está sonhando com a vida nos próximos meses, o iG Turismo conversou Gisella Depiné Poffo e Fernando De Borthole, do canal Sonho e Destino no YouTube, sobre dicas de viagens pelo Brasil. Eles listaram cinco destinos que te farão recarregar todas as energias após alguns meses de isolamento social. São locais geralmente sem aglomeração, mas com diversas atrações, principalmente passeios ao ar livre. 

1. Caraíva, Bahia

caraíva
Divulgação

A Praia da Barra é o nome dado para a parte da praia onde o rio e o mar se encontram


Caraíva é uma vila, localizada no litoral sul da Bahia, a 70 km de Porto Seguro . Ainda pouco explorada por turistas, é um destino para quem busca tranquilidade. As praias principais são a Praia de Caraíva e a Praia da Barra, que ficam na mesma faixa de areia. Outra atração é a ponta onde acontece o encontro do rio com o mar, chamado de Praia da Barra.

Leia Também:  Como o "novo normal" afetará o turista? Quais hábitos vamos adquirir?

2. Pirenópolis, Goiás

pirenópolis
Divulgação

Se você gosta de cachoeiras e passeios históricos, fuja do óbvio e vá para Pirenópolis

A cidade fica no interior de Goiás e é ideal para quem gosta de passeios históricos e cachoeiras. Pirenópolis tem uma população de 20 mil habitantes e as maiores atrações turísticas são o seu Centro Histórico, composto de casarões tombados como patrimônio histórico e os museus, como o Museu Rodas do tempo e o Museu de Arte Sacra.

3. Capitólio, Minas Gerais

capitólio
Divulgação

Capitólio é um dos destinos que mais cresce em busca nos últimos anos


Capitólio se tornou um destino bastante procurado nos últimos anos, mas segue sendo uma viagem sem erro para quem busca relaxar e ter contato com a natureza.

Localizada a 280 km da capital Belo Horizonte, o que dá em torno de 4 horas de carro, Capitólio é uma cidade sem grandes luxos, mas com bastante infraestrutura turística. As principais atividades da cidade são relacionadas a ecoturismo, tour por cachoeiras e passeios no Lago Furnas.

Leia Também:  Hopi Hari vai reabrir em julho com medidas anticovid-19

4. Pouso do Cajaíba, Rio de Janeiro

pouso do cajaíba
Divulgação

Vila de pescadores que fica há uma hora de barco de Paraty e tem vistas paradísicas


O vilarejo próximo a Paraty é uma área extremamente preservada e está fora da rota de grande parte dos turistas. Um dos motivos para isso é que chegar até lá requer um pouco de esforço e uma viagem de quase uma hora de Paraty até o destino. Porém, para quem está disposto e é apaixonado por praias e ilhas desertas, é um passeio inesquecível.

5. Guaramiranga, Ceará

guaramiranga
Divulgação

Está em busca de uma cidade serrana no nordeste? Temos!


Cidade conhecida como “Suíca cearense”’, é uma das cidade turísticas que se encontram na serra do Ceará ideal para nordestinos que procuram um clima mais ameno e para turistas de todo país que gostam de shows de jazz, comida boa e chalés com lareiras.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Turismo

Como organizar e limpar seu quarto de hotel na pandemia

Publicados

em

Por


source

Achar a melhor maneira de organizar as coisas no quarto de hotel é um desafio que sempre esteve presente na vida dos viajantes, mas em época de pandemia, esse desafio se tornou ainda maior, afinal, é preciso ter cuidado redobrado com a a limpeza e a higiene. 


mala de viagem
Pixabay/Reprodução

Separe um espaço perto da porta para deixar mala, bolsas, sapatos e roupas usadas na rua


Para ajudar as pessoas que precisam viajar nesse momento, o iG Turismo falou com a youtuber Rafaela Oliveira, do canal Organize Sem Frescuras, que dá dicas do que os hóspedes podem fazer para manter tudo no lugar e evitar qualquer contaminação. 

A primeira dica é levar bastante saquinhos de zip lock: “Eles serão muito úteis, uma vez que as roupas da rua precisam ser isoladas. Com esses saquinhos, você poderá também organizar as coisas pelas bancadas e de forma protegida. Eles são mais fáceis para limpeza e desinfecção”.

Leia Também:  Como organizar e limpar seu quarto de hotel na pandemia

Outra dica é nunca arrumar as malas de última hora e ter uma lista com tudo o que você precisa levar. “Compre uma nécessaire para cada coisa. Neste momento, é melhor priorizar sacos de plásticos e não de tecido, pois são mais fáceis de higienizar ou descartar, caso necessário”, recomenda a youtuber

Não se esqueça de adicionar as  máscaras na sua lista de itens essenciais, pois a partir de agora elas farão parte da rotina de viagem de qualquer um.

No quarto do hotel

quarto de hotel
Pixabay/Reprodução

Use ziplocks para separar roupas por seções e retirar da sua mala de forma segura.

Algumas  práticas recomendadas para o nosso dia a dia em casa podem facilitar a vida do viajante, como separar as roupas “de rua” em um lugar próximo à porta, especialmente porque em hotéis não temos tanta facilidade para lavar nossas roupas e sapatos. Assim, as roupas que vieram da rua e não forem mais ser usadas são colocadas em um saco e voltam para dentro da mala.

Leia Também:  Quantas levar e como lavar? A maneira correta de usar máscaras em viagens

Porém, de qualquer forma, é necessário fazer a sua parte pela higienização do seu quarto. “Leve álcool em gel ou o 70% e um pacote de lenço. Se não puder, compre assim que chegar ao seu destino. Mantenha um padrão de limpeza sempre que usar alguma coisa ou for colocar de volta na mala”, indica Rafaela.

A influenciadora também recomenda produtos organizadores de mala para ficar mais prático e não juntar bagunça. Dá para organizar a mala por seções: shorts, calças, blusas e adicionar uma sessão para as máscaras e para as roupas usadas na rua. 

“Uma forma de ajudar na organização em viagens é pendurando as roupas e casacos nos cabides, mas caso vá fazer isso, não se esqueça de limpá-los com álcool antes e depois de usar”, diz a especialista em organização.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo