Carros e Motos

Triumph Tiger 900 é revelada com mais aptidão e modernidade que a 800

Publicados

em

source
Triumph Tiger arrow-options
Divulgação

Triumph Tiger 900: Nova bigtrail inglesa chega para elevar a dirigibilidade e a modernidade

A Triumph Tiger 900 é revelada em seis novas versões, para substituir o modelo 800. Confirmada para chegar no ano que vem — possivelmente ainda no primeiro semestre — a versão de entrada Standard começará mais cara que os R$ 43.190 do que o modelo atual. As outras cinco configurações são a Tiger 900 GT, 900 GT Low, 900 GT Pro, 900 Rally e 900 Rally Pro, em ordem de preços e equipamentos. Enquanto as GT são voltadas para o asfalto, as Rally preferem o off-road.

LEIA MAIS: Triumph Bobber Black é eleita a melhor moto custom do Brasil

Entre as principais novidades, destacam-se o novo desenho do farol duplo em LED — que lembra a Street Triple RS lançada em outubro — assim como o novo visual do bico e da carenagem lateral. Entre outras mudanças, estão um novo assento, um pouco mais estreito, além do guidão mais recuado em 10 mm, o que ajuda o condutor da nova Triumph Tiger a manusear a moto com mais conforto e se equilibrar melhor quando de pé.

Leia Também:  Chevrolet Onix hatch tem mais imagens e especificações divulgadas pela GM

Conjuntos mecânicos e estruturais

Triumph Tiger arrow-options
Divulgação

Traz novo motor, novos componentes estruturais, peso reduzido e novas possibilidades de condução

O seu motor é totalmente novo. Com três cilindros e 888 cc, gera 95,2 cv e 8,87 kgfm (ante 95 cv e 7,86 na 800, ainda à venda no Brasil. Apesar das diferenças entre as versões, todas oferecem seletor de modo de condução. A versão básica da Tiger 900 permite escolher entre ‘Rain’ e ‘Road’, enquanto as opções GT adicionam ‘Sport’ e as Rally ganham o ‘Off-Road’. A GT Pro ainda traz uma opção configurável, e a Rally Pro tem o modo exclusivo ‘Off-Road Pro’.

LEIA MAIS: Nova trail KTM 250 Adventure é revelada na Índia e pode vir ao Brasil

Fabricado com uma treliça de aço modular de baixo peso, junto com a adoção de um bloco mais leve para o motor, resultaram em uma perda de 7 kg. O tanque de combustível da bigtrail aumentou de 19 litros para 20 litros, bem como a sua altura máxima em 2 cm. Enquanto as versões Standard e GT vêm com rodas de liga leve de 19 polegadas na frente e 17″ na traseira, as Rally trazem rodas raiadas, com 21 polegadas na dianteira.

Já os freios, por sua vez, estão na versão de entrada um par Stylema 4, com quatro pistões e discos de 320 mm na roda dianteira, com pistão único e disco de 255 mm na traseira, combinado ao sistema ABS. As versões GT e Rally têm o mesmo conjunto, mas com ABS otimizado para curvas. Entretanto, ao invés de também serem Stylema, são da italiana renomada Brembo.

Leia Também:  Hyundai começa a vender o novo HB20X em cinco versões

LEIA MAIS: Trail Royal Enfield Himalayan traz novas cores e equipamentos na linha 2020

Migrando para a suspensão, é composta por bengalas de 45 mm na frente e com 177 mm de curso, enquanto a traseira é monoamortecida, com 186 mm de curso. As GTs passam a ter compressão e retorno ajustáveis para os amortecedores. Enquanto isso, as Triumph Tiger Rally são equipadas com Showa, com 238 mm de curso na frente e 228 mm na traseira.

Fonte: IG CARROS
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Carros e Motos

Nissan Frontier 2020 chega às lojas com novas cores e acessórios

Publicados

em

source
Nissan Frontier arrow-options
Divulgação

Nissan Frontier ganha mais opções de acessórios para modernizar e ajudar na praticidade

A Nissan Frontier chega a 2020 com novidades no visual. As versões S, Attack e XE ganham rodas com novos desenhos. A topo de linha LE passa a contar com protetor de caçamba, moldura lateral e adesivos 4×4 na parte traseira. Outra novidade da versão mais completa são os frisos laterais das portas. Como se não bastasse, ganha, de série, o sistema para pagamento automático por adesivo Sem Parar. Os preços começam em R$ 140.900, na versão S com câmbio manual, e vão até R$ 197.990 na opção de topo.

LEIA MAIS: Avaliação: Para o trabalho, Nissan Frontier S não sacrifica o motorista

Para os clientes da Nissan Frontier 2020, existem duas opções de planos para o Sem Parar: ‘Cidade’ (mensais de R$ 13,41 a partir do 13º mês para pagamentos de estacionamentos, lava-rápidos, drive thru e abastecimentos ou R$ 14,90 se incluir pedágios) e ‘Todo Lugar’ (R$ 25,11 a partir do quinto mês para todos os serviços, somente o débito para abastecimento não estará disponível).

Leia Também:  Produção nacional, acordo com a Europa e futuro: presidente da Audi fala ao iG

LEIA MAIS: Nissan Frontier 2019: o impactante retorno da versão Attack 4×4

Vale lembrar que, recentemente, a Frontier recebeu uma lista de acessórios para incrementar principalmente as versões mais básicas. Entre eles, um novo rádio (R$ 418) e uma central multimídia de 6,8 polegadas (R$ 2.090). O primeiro é 1 DIN, com conexão Bluetooth, microfone interno, entradas USB e auxiliar, e rádio AM/FM. Enquanto o segundo é 2 DIN, com Android Auto e Apple CarPlay, Google Maps e Waze instalados e tocador de CD/DVD. Além disso, oferece, por R$ 221, o sistema tilt-down para os retrovisores elétricos.

Versões, dados e acessórios

Nissan Frontier arrow-options
Divulgação

Apesar dos itens adicionais, segue a mesma picape de 2019, rival de Hilux, L200, Ranger e S10

A picape japonesa é vendida em quatro versões. São elas a S 4×4, Attack 4×4, XE 4×4 e LE 4×4. Em sua configuração mais completa, vem com Visão 360º, teto solar, e itens como o sistema multimídia A-IVI. Este conta com oito polegadas e conectividade Android Auto e Apple Carplay. Além disso, traz sistema Isofix e seis airbags, com opções de câmbio manual e automático.

Leia Também:  Qual versão do Toyota Corolla mais perdeu valor ao longo dos anos?

LEIA MAIS: Nissan Frontier leva quatro estrelas em teste de colisão

O motor diesel 2.3 equipa todas as versões, mas pode ter um ou dois turbocompressores, que elevam a potência de 160 cv e 41 kgfm na versão S aos 190 cv e 45,9 kgfm nas demais. Segundo o Inmetro, o utilitário tem consumo de 9,3 km/l (cidade) e 10,2 km/l (rodovias) para o motor de 160 cv e 8,9 km/l e 10,1 km/l com 190 cv.

Entre outras especificações da picape diesel , tem 1005 kg de capacidade de carga, 750 kg de reboque sem freio, 2965 kg de reboque com freio, 1054 litros de espaço na caçamba e 230 mm de vão livre em relação ao solo para o motor mais fraco, além de 1.040 kg de capacidade de carga, 750 kg de reboque sem freio, 2885 kg de reboque com freio, 1.054 litros de espaço na caçamba e 230 mm de vão livre em relação ao solo para a Nissan Frontier com o motor mais forte.

Fonte: IG CARROS
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo