Carros e Motos

Suzuki  revelará as novas Burgman 180 e Intruder 250 para 2020

Publicados

em

source
Suzuki Intruder arrow-options
Divulgação

Novas Suzuki Intruder são mais modernas, estilosas e equipadas do que as que foram vendidas no Brasil

A Suzuki mostrará as novas Intruder 250 e a Burgman 180. Previstas para chegar ao mercado em 2020 e 2021, respectivamente, as novidades trazem as tecnologias apresentadas no Salão de Milão (EICMA), inclusive na V-Strom, que virá ao Brasil até o fim do ano que vem. Dentro de alguns meses, veremos, também, a divulgação da nova Intruder 155, antes da fabricante confirmar se também vão produzir a versão 125 e o Burgman 125 em 2021.

LEIA MAIS: Veja 7 novidades do Salão de Milão que serão lançadas no Brasil

Suzuki Burgman arrow-options
Divulgação

Enquanto a Haojue Lindy é a velha Burgman, a nova scooter surge assim

O design e o estilo da nova Suzuki Intruder 250 serão completamente diferentes da esportiva Gixxer SF 250. Com proposta mais urbana, é pensada para oferecer uma postura mais confortável para o condutor, devido ao assento mais baixo, braço oscilante mais longo na suspensão e pedaleiras posicionadas mais à frente. Entre outras novidades, traz painel de instrumentos de LCD e farol de LED.

Leia Também:  Carro movido a jato atinge 806,1 km/h em deserto africano, Veja video

LEIA MAIS: Nova geração da Suzuki V-Strom é revelada, com novo visual e mais tecnologia

Suzuki Burgman arrow-options
Divulgação

Scooter rivalizaria diretamente com o Honda PCX e o Yamaha NMax

Para o scooter Suzuki Burgman , o motor de 180 cc é pensado para oferecer custos reduzidos, tal como os outros, que futuramente chegarão em menor cilindrada. Com isso, terá um cilindro e refrigeração a ar, mas com o sistema de injeção eletrônica. Os demais equipamentos incluem farol de LED completo, console de instrumento digital, grande armazenamento sob o assento e um porta-luvas na frente e freios ABS.

LEIA MAIS: Veja 5 opções de motos seminovas, a partir de 2016, por até R$ 10 mil

Virão ao Brasil?

Suzuki Intruder arrow-options
Divulgação

Apelo esportivo e tecnologias de nova geração são exatamente o que os motociclistas brasileiros procuram

Muito possivelmente não. Isso porque, desde que o Grupo J. Toledo — responsável por trazer a Suzuki ao Brasil — assumiu as operações da chinesa Haojue em 2016 — marca de baixo custo da Suzuki, que utiliza componentes mecânicos em suas motos — apenas modelos maiores e mais caros restaram no lineup da fabricante japonesa. Será que a Haojue não poderia adotar as novas tecnologias para as futuras gerações de seus modelos?

Leia Também:  Nova picape da tesla tem janelas quebradas na apresentação

LEIA MAIS: Nova Haojue DK 160 chega ano que vem para concorrer com a Honda CG 160

Suzuki arrow-options
Divulgação

Burgman Executive 650: com grande porte, é o único scooter ainda vendido pela Suzuki no Brasil

O modelo mais em conta da Suzuki motos à venda atualmente é a naked esportiva GSX-S750A (R$ 37.785), e a mais cara é a GSX R1000 (R$ 68.984). Para se ter uma ideia, a única Burgman que sobrou foi a 650 Executive, que sai por R$ 55.893 — o mesmo preço da “estradeira” Boulevard M1800R, a moto com o maior motor no mercado de novos. Agora, a Suzuki Intruder 125 extinta em 2016, virou a Haojue Chopper Road 150 (R$ 7.987), enquanto a Burgman 125 tornou-se a Lindy 125 CBS (R$ 6.990).

Fonte: IG CARROS
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Carros e Motos

Nissan Frontier 2020 chega às lojas com novas cores e acessórios

Publicados

em

source
Nissan Frontier arrow-options
Divulgação

Nissan Frontier ganha mais opções de acessórios para modernizar e ajudar na praticidade

A Nissan Frontier chega a 2020 com novidades no visual. As versões S, Attack e XE ganham rodas com novos desenhos. A topo de linha LE passa a contar com protetor de caçamba, moldura lateral e adesivos 4×4 na parte traseira. Outra novidade da versão mais completa são os frisos laterais das portas. Como se não bastasse, ganha, de série, o sistema para pagamento automático por adesivo Sem Parar. Os preços começam em R$ 140.900, na versão S com câmbio manual, e vão até R$ 197.990 na opção de topo.

LEIA MAIS: Avaliação: Para o trabalho, Nissan Frontier S não sacrifica o motorista

Para os clientes da Nissan Frontier 2020, existem duas opções de planos para o Sem Parar: ‘Cidade’ (mensais de R$ 13,41 a partir do 13º mês para pagamentos de estacionamentos, lava-rápidos, drive thru e abastecimentos ou R$ 14,90 se incluir pedágios) e ‘Todo Lugar’ (R$ 25,11 a partir do quinto mês para todos os serviços, somente o débito para abastecimento não estará disponível).

Leia Também:  Nova picape da tesla tem janelas quebradas na apresentação

LEIA MAIS: Nissan Frontier 2019: o impactante retorno da versão Attack 4×4

Vale lembrar que, recentemente, a Frontier recebeu uma lista de acessórios para incrementar principalmente as versões mais básicas. Entre eles, um novo rádio (R$ 418) e uma central multimídia de 6,8 polegadas (R$ 2.090). O primeiro é 1 DIN, com conexão Bluetooth, microfone interno, entradas USB e auxiliar, e rádio AM/FM. Enquanto o segundo é 2 DIN, com Android Auto e Apple CarPlay, Google Maps e Waze instalados e tocador de CD/DVD. Além disso, oferece, por R$ 221, o sistema tilt-down para os retrovisores elétricos.

Versões, dados e acessórios

Nissan Frontier arrow-options
Divulgação

Apesar dos itens adicionais, segue a mesma picape de 2019, rival de Hilux, L200, Ranger e S10

A picape japonesa é vendida em quatro versões. São elas a S 4×4, Attack 4×4, XE 4×4 e LE 4×4. Em sua configuração mais completa, vem com Visão 360º, teto solar, e itens como o sistema multimídia A-IVI. Este conta com oito polegadas e conectividade Android Auto e Apple Carplay. Além disso, traz sistema Isofix e seis airbags, com opções de câmbio manual e automático.

Leia Também:  Produção nacional, acordo com a Europa e futuro: presidente da Audi fala ao iG

LEIA MAIS: Nissan Frontier leva quatro estrelas em teste de colisão

O motor diesel 2.3 equipa todas as versões, mas pode ter um ou dois turbocompressores, que elevam a potência de 160 cv e 41 kgfm na versão S aos 190 cv e 45,9 kgfm nas demais. Segundo o Inmetro, o utilitário tem consumo de 9,3 km/l (cidade) e 10,2 km/l (rodovias) para o motor de 160 cv e 8,9 km/l e 10,1 km/l com 190 cv.

Entre outras especificações da picape diesel , tem 1005 kg de capacidade de carga, 750 kg de reboque sem freio, 2965 kg de reboque com freio, 1054 litros de espaço na caçamba e 230 mm de vão livre em relação ao solo para o motor mais fraco, além de 1.040 kg de capacidade de carga, 750 kg de reboque sem freio, 2885 kg de reboque com freio, 1.054 litros de espaço na caçamba e 230 mm de vão livre em relação ao solo para a Nissan Frontier com o motor mais forte.

Fonte: IG CARROS
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo