Mulher

Simone conta o que faz para emagrecer 13 kg até o Natal; inspire-se na sertaneja

Publicados

em

source

A sertaneja Simone, da dupla Simone e Simaria, revelou que participa de um programa para emagrecer para aproveitar o fim de ano com um shape mais magro. Em entrevista ao GShow , a cantora confessou ter o desejo de perder “uns 12, 13 kg” até o Natal e contou o que faz para atingir o objetivo.

Leia também: Jovem que “odeia academia” consegue emagrecer 38 kg com exercícios no bambolê

Simone consegue emagrecer arrow-options
Reprodução/Instagram/@simoneses

A cantora Simone, da dupla Simone e Simaria, vem em processo de emagrecimento e conta como é sua dieta

Simone afirmou que o processo para emagrecer é “maravilhoso” e proporciona resultados positivos. “Estou com um chef de cozinha acompanhando 24 horas. Ele acabou de me dar um chazinho, uma salada de frutas e um cookie saudável”, diz ela.

“Minha comida é uma delícia. Tudo fresquinho, na hora. Espero, daqui até o Natal, perder, pelo menos, uns 12, 13 kg”, completa.

Em julho de 2019, Simone já compartilhava com os internautas alguns resultados de sua mudança de hábitos e contou ter conseguido perder 8 kg em três meses. “Não é fácil, temos rotinas, hábitos e manias que sempre podemos usar como desculpa, mas acreditem, coleguinhas, se eu consegui vocês também conseguem”, inicia a publicação.

Simone consegue emagrecer e dá dicas arrow-options
Reprodução/Instagram/@simoneses

Por meio de seu Instagram, Simone já compartilhou resultados de sua jornada para emagrecer

“Meu objetivo era [eliminar] 3 kg por mês. Cheguei perto, tive alguns deslizes, mas nesses três meses emagreci 8 kg. Agora é estabelecer um novo objetivo e continuar focada em melhorar minha qualidade de vida”, acrescenta Simone.

Programa de emagrecimento da Mayra Cardi

Mayra Cardi arrow-options
Divulgação

Mayra Cardi já ajudou famosas como Anitta a emagrecer. Veja dicas

Para atingir a meta, Simone, assim como Anitta, utiliza o programa de reeducação alimentar comandado por Mayra Cardi . Em entrevista prévia ao Delas , a influenciadora, que também é life coach e especialista em nutrição, defende que o primeiro passo para ter uma alimentação mais equilibrada é se livrar de quatro itens: frituras, açúcar, farinha branca e álcool.

Leia Também:  HIIT, coaching de bem-estar e mais: 10 tendências fitness para o ano de 2020

“O óleo que se usa na fritura entope as veias do coração, nosso corpo não consegue mandá-lo embora. Com isso, esse tipo de gordura vai ser prejudicial não só para a nossa saúde, ela vai criando aquela barriga dura e que com o tempo vai ficando mais difícil de perder. É um tipo de gordura ruim”, afirma Mayra.

Já em relação ao açúcar, a life coach comenta que ele deve ser eliminado do cardápio. “Ele já saiu da tabela nutricional e é considerado tão prejudicial quanto o tabaco, então realmente eu não coloco o açúcar na minha vida por nada no universo, nunca”, pontua.

A farinha branca, por sua vez, não é indicada por provocar picos de glicemia no sangue, o que, de acordo com Mayra Cardi, resulta em acúmulo de gordura no organismo. “Tudo que é processado – não é em grãos – o corpo absorve muito rápido, transforma em açúcar e, automaticamente, o açúcar vira gordura. No final, a probabilidade de você engordar comendo a farinha branca ao invés da integral é muito maior”, salienta a influenciadora.

Quando ajudou Anitta a conquistar a boa forma , Mayra pediu para a cantora excluir o álcool da rotina. “O álcool se transforma em açúcar e em gordura também”, destaca a especialista. “O álcool ‘estraga’ os músculos e faz perder massa magra. Sem contar que ele ajuda produzir cortisol, que é o hormônio do estresse, que produz gordura, então não faz bem para a saúde”, conclui ela.

Leia Também:  Home Office? Monte seu escritório sem sair de casa

No bate-papo com o Delas , a coach enfatiza que, se a pessoa retirar esses quatro “venenos” do cardápio, ela consegue emagrecer automaticamente porque “todos eles são de rápida absorção e se transformam, consequentemente, em gordura e açúcar”. Além disso, a dica de ouro de Mayra é comer de três em três horas para manter o metabolismo acelerado.

Dicas para emagrecer – para meros mortais

Se você não tem o glamour de contar com um chef que te acompanha 24 horas, como é o caso da cantora Simone, mas ainda deseja emagrecer a tempo de curtir o Natal e o verão, veja as nossas dicas:

1. Adote a dieta mediterrânea

dieta mediterrânea arrow-options
shutterstock

A dieta mediterrânea permite uma alimentação balanceada ao ser caracterizada por frutas, verduras, leites e derivados

A dieta é uma excelente maneira de manter uma alimentação balanceada sem restringir muito o cardápio. Além disso, ela defende o consumo de vinho e ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

2. Turbine os treinos

personal trainer Marcio Lui arrow-options
Reprodução/Instagram/@sabrinasato

Marcio Lui, personal trainer de Sabrina Sato, Adriane Galisteu e outras famosas, dá dicas para emagrecer antes do verão

O Delas conversou com Marcio Lui, personal trainer de celebridades como Sabrina Sato e Adriane Galisteu, e ele revelou os segredos para conquistar boa forma e ainda aproveitar a estação mais ensolarada do ano. Praticar ao menos três atividades físicas, ter uma boa e estimulante playlist e investir nos exercícios corretos para a sua necessidade estão entre as orientações do personal.

3. Pratique o mindful eating

mindful eating arrow-options
shutterstock

A melhor forma de aplicar o método no dia a dia é fazer uma autoanálise e definir metas atingíveis

Mindful eating não é dieta nem exercício, mas ajuda a emagrecer . Ele consiste em uma estratégia alimentar que coloca a mente como o centro de tudo. O mindful funciona com objetivos claros e bem definidos, e é uma boa maneira de ter sucesso no projeto verão.

Fonte: IG Mulher
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mulher

4 razões pelas quais as pessoas fingem orgasmo durante o sexo

Publicados

em

source

Para que a relação sexual seja prazerosa, é importante que o casal esteja em sintonia. No entanto, nem sempre uma das pessoas consegue atingir o orgasmo durante o sexo. Quando isso acontece, você finge que chegou ao ápice do prazer ou simplesmente conta a verdade? Um estudo feito pelo site Kinkly traz a resposta.

Leia também: Como saber se eu tive um orgasmo? Entenda os sinais do corpo 

orgasmo feminino arrow-options
shutterstock

Pesquisa feita por site mostra quais as razões mais comuns para homens e mulheres fingirem orgasmo durante o sexo

Segundo a pesquisa, que recebeu 1.200 respostas, 80% das pessoas já fingiram ter um orgasmo pelo menos uma vez na vida. Os resultados mostraram que 87% das mulheres fingiram em algum momento, em comparação com 69% dos homens. Além disso, o público feminino finge com mais regularidade – cerca de 37% das vezes – e, o masculino, 9%. 

Leia também: Quais os benefícios do orgasmo? Educadora explica e dá dicas de como chegar lá

Além de apresentar os dados, o levantamento ainda indica por quais motivos os indivíduos fazem isso. As respostas mais comuns são:  

  1. Eu não queria que meu parceiro se sentisse mal;
  2. Eu queria que o sexo terminasse;
  3. Eu queria fazer meu parceiro se sentir bem;
  4. Fiquei sexualmente satisfeito e já queria terminar o encontro. 
Leia Também:  Horóscopo do dia: previsões para 26 de novembro de 2019

Por que você não deve fingir orgasmo

Em entrevista prévia ao Delas , Marina Vasconcellos, psicóloga, psicodramatista e terapeuta familiar e de casais, explica que fingir o orgasmo é perder a chance de mostrar ao parceiro o que não está legal na relação. “Você acaba perdendo a chance de falar ‘vamos tentar outra posição’, ‘ tá muito violento’ ou ‘tá devagar demais’, de dizer o que gosta e o que não gosta”, pontua. 

Leia também: Por que você não deve fingir orgasmo durante o sexo com o seu parceiro?

O diálogo é a melhor solução. “Sem uma conversa, ele sempre vai achar que determinada forma de fazer sexo oral está sendo o que te faz chegar ao ápice do prazer, mas não. Os dois devem buscar o melhorar da relação, mas sem ter a noção do que realmente faz ela sentir prazer, não tem como ter essa busca”, diz Débora Pádua, fisioterapeuta pélvica, sexóloga e educadora sexual. 

Fonte: IG Mulher
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo