Geral

Projeto do Corcovado homenageia comunicador da Rádio Nacional

Publicados

em

Em comemoração aos seus 135 anos, o Trem do Corcovado lançou hoje (4), no Rio de Janeiro, o Projeto Trem das Seis, com o objetivo de prestigiar personalidades que fazem parte da história do esporte e da cultura carioca.

Na primeira edição do evento, o projeto homenageia o radialista e historiador do segmento samba, Adelzon Alves, o amigo da madrugada, que apresenta o mesmo formato de programa há mais de 10 anos, na Rádio Nacional do Rio de Janeiro, de meia-noite às três da madrugada. Em mais de 50 anos de carreira, Adelzon continua com o programa, sempre voltado aos artistas das escolas de samba e da música popular brasileira, muitos em início de carreira.

Desde o início de sua trajetória, aos 19 anos, o radialista prestigia a cultura brasileira. Em 1966, criou seu próprio programa o “Amigos da Madrugada” na Rádio Globo, que ia ao ar de meia-noite às quatro da manhã, onde interagia com artistas do morro como Cartola, Candeia, Nelson Cavaquinho, Dona Ivone Lara e outros compositores, como Paulinho da Viola e Martinho da Vila.

A maioria desses sambistas não tinha espaço no rádio e foram lançados por Adelzon Alves. Nos anos 60, os artistas não tinham acesso às mídias com facilidade. Os sambas eram lançados nas quadras das escolas de samba, em rodas de pagode. Adelzon trouxe os sambistas para as ondas do rádio e muitos ficaram consagrados mostrando suas obras para além dos morros e rodas de samba.

Leia Também:  Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 50 milhões

Adelzon lançou e produziu artistas como Clara Nunes, Dona Ivone Lara, Bezerra da Silva, Jackson do Pandeiro, entre outros. Hoje, as cantoras Graça Rangel do Salgueiro, Sáloa Farah, Dora Rosa e Ale Maria embarcaram no Trem das Seis para homenagear um dos maiores nomes do rádio brasileiro.

O presidente do Trem do Corcovado, Sávio Neves, autor do projeto Trem das Seis, Sávio Neves, falou dessa iniciativa que vai ocorrer a cada dois meses, trazendo figuras de destaque no futebol e no samba. “A nossa intenção é homenagear hoje essa trincheira da cultura que é Adelzon Alves. Uma pessoa do bem. O grande ícone que a gente quer homenagear em vida”, afirmou.

Adelzon Alves, disse que sugeriu a Sávio Neves, cantar o Corcovado. Ele gostou da ideia e lançou o Projeto Trem das Seis, o título é uma paródia a canção Trem das Onze, de Adoniran Barbosa.

A música de Tom Jobim e Nilton Mendonça, Corcovado composta no apartamento de Tom, de onde se avistava o Morro do Corcovado, serviu de inspiração para o projeto, cuja letra diz, em um trecho: Da janela vê-se o Corcovado/ O Redentor que lindo.

Adelzon falou da estreia do projeto e disse que a música está diretamente ligada ao turismo.

Leia Também:  Ministro Luiz Eduardo Ramos lança nova identidade visual da EBC

“Sou um radialista ligado à música. E o samba é a música que mais projeta o Brasil no mundo, através dos desfiles das escolas de samba”. Adelzon também falou sobre o ambiente no alto do Corcovado. “Todo mundo que vem ao Rio quer ir ao Cristo Redentor. O Corcovado é a maior atração do Brasil no mundo. Todo mundo que vem ao Brasil, e passa pelo Rio de Janeiro, não deixa de dar uma chegada para pedir benção ao Cristo Redentor. E nós estamos aqui para cantar o Corcovado”, afirmou.

Edição: Maria Claudia
Fonte: EBC Geral
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Geral

Homens são presos após assalto a joalheria e fazer reféns em Ipanema

Publicados

em

Dois homens foram presos na noite de hoje (4) após assaltarem uma joalheria em Ipanema, na zona sul do Rio. Houve troca de tiros com a Polícia Militar, o que resultou no fechamento do Túnel Rebouças, principal ligação do centro com bairros da zona sul da cidade. 

Um dos assaltantes foi preso na rua. O outro, baleado, se escondeu em uma Escola de Yoga e fez funcionários e clientes de reféns. Equipes de negociação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionadas, mas o assaltante se entregou antes da chegada do Bope, sem ferir nenhum refém, e foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto. 

O estado de saúde do preso que fez os reféns não foi divulgado pela PM. O outro assaltante foi encaminhado para a delegacia do Leblon, onde foi autuado em flagrante.

A joalheria foi alvo de ação de criminosos pela segunda vez neste ano e tem peças de ouro sofisticadas. Somente dois anéis recuperados pela PM estão avaliados em R$ 400 mil. Os assaltantes estavam de moto na hora do assalto, mas o veículo foi recuperado pela Polícia Militar. Em seguida, eles fugiram a pé e trocaram tiros com os policiais. Um dos homens se feriu ao trocar tiros com agentes do Programa Ipanema Presente, formado por PMs que atuam como segurança em dias de folga.

Leia Também:  Prefeitura do Rio aprimora sistema de alerta sobre temporais

A Escola de Yoga fica perto da entrada do túnel Rebouças, por onde os criminosos tentaram fugir, mas não conseguiram porque um cerco tático havia sido montado pela corporação. Com os assaltantes, foram apreendidas duas pistolas automáticas. 

O fechamento do Túnel Rebouças provocou problemas no trânsito em direção à zona sul. O Centro de Operações da prefeitura do Rio montou um esquema para que o tráfego de veículos para a zona sul fosse desviado para o Túnel Santa Bárbara. Os principais acessos à zona sul pelo Jardim Botânico ficaram congestionados por cerca de duas horas, até as 21 h. O tráfego no Túnel Rebouças já está normalizado.

Edição: Fábio Massalli
Fonte: EBC Geral
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo