Cidades

POLÍCIA CIVIL PRENDE CHEFE DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA QUE ATUAVA EM CAMPINA DA LAGOA

Publicados

em

Depois de concluir uma investigação extremamente complexa, a Polícia Civil de Campina da Lagoa conseguiu prender, nesta tarde, o responsável por comandar um esquema de fraudes contra empresas de seguro residencial.
Conforme apurado, entre os anos de 2011 a 2019, os envolvidos celebraram diversos contratos de seguro residencial, com várias empresas seguradoras, para períodos quase sempre concomitantes, com o objetivo de receber indenizações distintas para o mesmo tipo de sinistro comunicado.
Em praticamente todos os casos, os investigados, inobservando obrigação legal e contratual, faziam declarações falsas sobre a inexistência de outras apólices, viabilizando o recebimento redobrado de indenizações.
Para dificultar o cruzamento de dados, a organização celebrava os contratos utilizando-se de nomes diferentes e para endereços distintos, mas os bens objetos dos sinistros eram sempre os mesmos. Esse modus operandi ficou facilitado porque o grupo, em boa parte, era composto por integrantes de uma mesma família. Posteriormente, outras pessoas acabaram sendo captadas pelo chefe da organização criminosa para dar seguimento no negócio fraudulento.
Em algumas ocasiões, o mentor do negócio chegou a celebrar apólices de seguro residencial utilizando-se de dados de terceiros, que sequer tinham ciência dos contratos.
Ao todo, o grupo auferiu vantagens que ultrapassaram a casa dos R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).
Os responsáveis foram indiciados pelos crimes de organização criminosa, estelionato e falsidade ideológica.
A investigação já foi concluída e remetida ao Poder Judiciário.
A pessoa detida permanecerá a disposição da Justiça.

Fonte:Delegacia Campina Da Lagoa

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Invasão e sequestro na UBS de Formosa do Oeste
Propaganda

Cidades

Criança de 11 anos morre após tiro acidental em Apucarana

Publicados

em

Uma tragédia aconteceu na tarde de domingo, 23, em Apucarana, quando uma criança de apenas 11 anos morreu após ser baleada.
O menino teria sido atingido por um tiro acidental enquanto brincava com um adolescente de 15 anos. A vítima estava na casa do garoto. A arma seria um revólver calibre 38. O caso aconteceu no Residencial Solo Sagrado. O menino chegou a ser levado para uma Unidade de Pronto Atendimento, porém não resistiu aos ferimentos. A polícia investiga o caso. A arma seria de um vigilante.
Segundo o investigador Roberto Francisco, chefe do setor de homicídios, após o crime o adolescente deixou o local. “Nós estamos ouvindo testemunhas, fomos até o local onde ocorreu o disparo e eles estariam sozinhos na casa. O menino que morreu, tinha o costume de ir na casa do adolescente para jogar.
“Nós queremos descobrir como essa arma apareceu na casa do adolescente. A princípio após o disparo o adolescente ficou com medo e deixou o local. Na casa morava ele a mãe e irmãos. Estamos investigando,” finaliza Roberto.

Leia Também:  Promotora de Justiça sofre sequestro relâmpago durante assalto em Campo Mourão


Fonte: Cobranews

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo