Estadual

PM reforça segurança em todo o Estado com a Operação Natal

Publicados

em

A Polícia Militar passa a reforçar o policiamento ostensivo e preventivo com a Operação Natal 2019 nos 399 municípios paranaenses. As atividades começam nesta segunda-feira (02) e seguem até o dia 23 de dezembro. Na Capital, o lançamento da operação ocorreu em Curitiba, na Praça Rui Barbosa, em conjunto com a Guarda Municipal.

O lançamento também foi feito nas principais cidades do Estado pelas unidades de área da PM. Em Curitiba, 300 policiais militares a mais vão reforçar a segurança durante a Operação Natal.

O aumento do policiamento é uma constante no final do ano devido a maior circulação de dinheiro por conta do pagamento do 13º salário de grande parte da população, somada ainda ao aumento do fluxo de pessoas nas lojas, bancos e lotéricas, o que demanda maior atenção das forças de segurança. Todas as atividades são aplicadas conforme a análise criminal, priorizando os locais com maior número de circulação de pessoas e de registros de crimes.

“Temos um planejamento relacionado ao nosso georreferenciamento, onde ocorre o maior índice de ocorrências em Curitiba”, disse o comandante-geral da PM, coronel Péricles de Matos.

No interior do estado, a PM também fará vários tipos de policiamento preventivo. “Neste momento, outras operações estão entrando em andamento em Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá”, acrescentou o coronel.

O vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, destacou que a parceria com a Polícia Militar é essencial para que as ações de segurança pública sejam mais eficazes. Durante a Operação, a Guarda Municipal contará com 189 novos agentes na cidade.

“Visando trazer mais segurança e tranquilidade vamos reforçar as ações nessa importante época do ano, aonde o comércio gira muito e precisa da nossa atuação, e será um bom efetivo na rua com a Guarda Municipal e a Polícia Militar atuando juntas nos grandes centros, trazendo segurança à população”, disse.

Leia Também:  Videoconferência avalia projeto em São José dos Pinhais

ESTRATÉGIA – A atuação da PM nas ruas será com foco na prevenção, adotando medidas que reforcem a presença da Corporação. O planejamento inclui os seis Comandos Regionais da PM, distribuídos no Estado, mais 28 batalhões de área, além das unidades especializadas da Corporação.

Em Curitiba, o 1º Comando Regional aplicará força total dos efetivos dos seis batalhões subordinados (12º, 13º, 20º, 23º, Batalhão de Trânsito e Regimento de Polícia Montada) e contará com apoio de efetivo de setores administrativos e também de unidades especializadas.

Na Capital está sendo mobilizado o policiamento com módulos móveis, viaturas e motocicletas, principalmente nas áreas comerciais do centro. O patrulhamento será o dia todo, das 7 horas às 23 horas.

“Priorizamos os horários comerciais, onde teremos um incremento no policiamento com 300 policiais a mais do efetivo do dia a dia. Na madrugada e durante a noite o foco será a periferia da cidade”, explicou o Comandante do 1º Comando Regional da PM, coronel Hudson Leôncio Teixeira.

O trânsito urbano e rodoviário também recebem reforço de fiscalização pelo Batalhão de Polícia de Trânsito na Capital, pelo Batalhão de Polícia Rodoviária nas rodovias estaduais, e pelos pelotões de Trânsito das unidades de área nos demais municípios do Estado. Os trabalhos acontecerão diuturnamente, e serão reforçados nos finais de semana e feriados.

Leia Também:  PAUTA DIA 12 – 10H: PATO BRANCO RECEBE A SEDE ADMINISTRATIVA DO GOVERNO ESTADUAL

Durante a operação, a PM atua de maneira integrada com outros órgãos de segurança pública em ações distintas, com fiscalização e abordagens em locais pré-determinados por meio de uma análise criminal em Curitiba, na Região Metropolitana e nas cidades do Interior.

As proximidades dos terminais de ônibus, estações tubo e praças, que também possuem grande movimentação essa época do ano, recebem a presença constante da Polícia Militar, em conjunto com os órgãos municipais.

As unidades especializadas da corporação desempenharão papel de recobrimento de área, somando-se ao trabalho feito pelos Batalhões e Companhias Independentes, atuando em missões específicas.

Nesse esquema de segurança participam o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), com suas seis subunidades; o Batalhão de Polícia Ambiental Força-Verde; o Batalhão de Polícia Rodoviária; o Batalhão de Polícia de Trânsito; o Regimento de Polícia Montada; o Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária e o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas.

PRESENÇAS – Estiveram na abertura da Operação Natal o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; o comandante-geral da PM, coronel Péricles de Matos; o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel; o chefe do Estado-Maior da PM, coronel Lanes Randal Prates Marques; o diretor da Guarda Municipal, inspetor Carlos Celso dos Santos; o vereador Thiago Ferro; o comandante do 1º CRPM, coronel Hudson Leôncio Teixeira, além de comandantes de unidades da PM, oficiais e praças da Corporação, membros da sociedade civil organizada e pessoas da comunidade.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Servidores do Estado recebem o 13º salário

Publicados

em

O 13º salário de aproximadamente 300 mil servidores ativos, pensionistas e aposentados já foi depositado pelo Governo do Estado. A folha adicional injetará R$ 1,83 bilhão na economia paranaense a partir desta quarta-feira (4). A antecipação foi determinada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e reforça o compromisso de manter os pagamentos em dia.

O governador também autorizou o pagamento antecipado da folha normal de dezembro no dia 23. Na mesma data, serão depositados valores relativos ao terço de férias para todos os servidores que têm direito ao benefício. Normalmente, os vencimentos do funcionalismo são liberados no último dia útil do mês. Juntas, as medidas injetarão R$ 6 bilhões na economia até o Natal.

“Esta é uma demonstração de que temos as contas públicas em equilíbrio e uma forma de valorizar o servidor público. Fizemos esforços, cortamos mordomias e privilégios, e esse trabalho permitiu ao Estado pagar todos os salários em dia ao longo do ano e, agora, fazer antecipações”, destacou Ratinho Junior.

Segundo o governador, a medida de estímulo ao planejamento dos servidores mostra que o Paraná trilha caminho responsável. Alguns estados brasileiros estão com dificuldades para honrar os compromissos regulares com funcionalismo e, em alguns casos, os vencimentos mensais têm sido parcelados. “Não vamos deixar em nenhum momento a saúde financeira do Estado, maior ativo do Paraná, de lado”, acrescentou Ratinho Junior.

Leia Também:  Sanepar e prefeitura se unem para preservar córregos de Maringá

REPERCUSSÃO – A antecipação foi recebida com entusiasmo pelas associações comerciais estaduais e pela Associação dos Servidores Públicos do Paraná (ASPP), em respaldo à geração de emprego e renda nas diversas regiões do Estado, além da possibilidade do uso para pagamento de dívidas, compras, viagens ou eventuais aplicações.

“Essa ação do Governo do Estado é de fundamental importância. Não só pelo dinheiro direto, o ativo maior em circulação, mas por mostrar que a administração do Paraná está sendo bem executada”, afirmou José Roberto Mattos, presidente do Conselho de Desenvolvimento de Maringá (Codem).

Rodrigo Rosalem, diretor de planejamento e gestão da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), disse que a medida tem caráter social. “Teremos um impacto muito interessante na economia, seja por dinheiro a mais para fazer compras ou para pagar dívidas”, explicou. “Lembrando que ao usar o dinheiro extra para pagar dívidas, o consumidor volta a ter crédito para poder comprar novamente”.

Presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gláucio José Geara, disse que dados preliminares indicam crescimento da economia do Estado no período na ordem de 2,8%. Um dos principais movimentos será no comércio de comidas e bebidas. “A produção e comercialização de alimentos terá um impacto muito grande no Paraná, não tenho dúvida. A mesa do paranaense será mais farta neste fim de ano”, disse.

Leia Também:  Foz do Iguaçu terá nova sede da Delegacia da Mulher

“Tal atitude reflete, com certeza, a competência e a seriedade de Ratinho Junior em governar o Paraná”, complementou o presidente da ASPP, Alvaro Miguel Rychuv. “Queremos que o Governo do Estado mantenha essa seriedade e os compromissos financeiros com os servidores”.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo