Agro Notícia

Mapa reúne empreendimentos da agricultura familiar durante Encontro de Oportunidades na Paraíba

Publicados

em

Começou nesta terça-feira (12), em João Pessoa (PB), o Encontro de Oportunidades para Empreendimentos da Agricultura Familiar e Sociobiodiversidade. A iniciativa busca promover a integração entre extrativistas da região com empresas e investidores locais, para estimular a articulação de novos negócios e a geração de oportunidades.

 O evento contará com a participação de cooperativas e associações da agricultura familiar que trabalham com a extração de mangaba e umbu, espécies frutíferas nativas do nordeste brasileiro, assim como compradores locais que atuam no beneficiamento de frutas regionais no estado da Paraíba. 

Realizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), em parceria com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Encontro tem o objetivo de conectar ofertantes e demandantes de produtos da sociobiodiversidade, visando a promoção dos valores sociais, ambientais e econômicos destes produtos, a geração de negócios sustentáveis e o estabelecimento de arranjos com a iniciativa privada. 

“Além de promover os produtos gerados a partir do uso sustentável dos recursos naturais, é necessário oferecer apoio à comercialização dessa mercadoria e sua valorização, garantindo renda e inclusão produtiva para as famílias. Para isso, estamos estimulando a interação entre o setor empresarial e os empreendimentos da agricultura familiar a partir da criação de um ambiente favorável para a troca de informações e para a realização de novas parcerias”, destaca o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke.

Leia Também:  MELANCIA/CEPEA: Baixa oferta e demanda firme garantem alta nos preços

Durante dois dias de atividades, os participantes também terão a oportunidade de conhecer as principais estratégias do governo federal voltadas para o fortalecimento da sociobiodiversidade e ampliar conhecimentos sobre políticas públicas de acesso a mercados.

Programação

O evento será divido em quatro blocos. Logo após a cerimônia de abertura, o primeiro bloco abordará iniciativas da SAF, com apresentação dos programas Brasil Mais Cooperativo e Bioeconomia Brasil, ambos lançados este ano pelo Mapa. Também nesta terça-feira, a Conab irá apresentar detalhes das suas políticas de apoio à comercialização de produtos da sociobiodiversidade.     

Na manhã de quarta-feira (13), durante o terceiro bloco, serão exibidas experiências de acesso a mercados, tanto público como privado. Explanações sobre linhas de crédito e estratégias do governo federal para as cadeias produtivas da sociobiodiversidade poderão ser acompanhadas durante o primeiro momento do bloco 4. 

No período da tarde, finalizando a programação, ocorrerá a apresentação das ofertas de empreendimentos da sociobiodiversidade e das demandas de empresas com responsabilidade socioambiental, seguida de momento para aproximação e troca de informações. 

Leia Também:  Brasil participa da SIAL Middle East 2019 nos Emirados Árabes

Confira aqui a programação. 

Próximos encontros

Outros dois Encontros de Oportunidades para Empreendimentos da Agricultura Familiar e Sociobiodiversidade já estão programados para o mês de novembro. O primeiro será realizado entre os dias 21 e 22, em Belém (PA). Na sequência, Salvador (BA) receberá as atividades entre os dias 25 e 26. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected].

A realização dos Encontros teve início em maio deste ano, no evento Green Rio, quando o Programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade foi lançado por Schwanke, no Rio de Janeiro. O Mapa viabilizou a participação de 13 empreendimentos da agricultura familiar, produtores de diversos tipos de alimentos e matérias-primas. Na ocasião, ocorreu a formalização do Protocolo de Intenção de Compra de pimenta rosa da Associação dos Lavradores do Assentamento Ademar Moreira, de São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro, pela empresa de cosméticos orgânicos Cativa Natureza, do Paraná. Outros cinco empreendimentos saíram com negociações encaminhadas.  

Informações à imprensa
Coordenação-Geral de Comunicação Social
[email protected]

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Agro Notícia

China e Brasil debatem diversificação de comércio de produtos agropecuários

Publicados

em

Foi realizada nesta quarta-feira (12), no Rio de Janeiro, a 7ª Reunião da Subcomissão de Temas Sanitários e Fitossanitários da Cosban (Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação), liderada bienalmente pelos vice-presidentes do Brasil e da China.

Pela primeira vez, o encontro da submissão foi co-presidido por um vice-ministro chinês: no caso, o vice-ministro da Administração-Geral de Aduanas daquele país (GACC), Li Guo, demonstração da relevância dada pelos chineses à relação com o Brasil.

O secretário substituto de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Flávio Bettarello, e o secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, José Guilherme Leal, co-presidiram a reunião pelo lado brasileiro.

Na subcomissão, as autoridades chinesas reforçaram o interesse em intensificar e facilitar o comércio de produtos agropecuários com o Brasil. Outro tema foi a diversificação da pauta exportadora brasileira para o mercado chinês, hoje muito concentrada na venda de soja e carnes. Entre potenciais novos produtos estão farelo de soja, farinha de aves, material genético avícola e proteína concentrada de soja, que poderão, após a conclusão dos trâmites técnicos, ganhar espaço nas exportações para a China.

De acordo com o secretário Bettarello, o encontro serve para “expandir para outras frentes o nosso comércio, nossa relação estratégica de longo prazo” com a China.

O vice-ministro Li Guo terá agenda de compromissos também em Brasília, quando irá conhecer os procedimentos de fiscalização sanitária animal e vegetal adotados no aeroporto da capital federal.

Informações à imprensa:
[email protected]

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Agropecuária é o setor com maior alta do PIB no terceiro trimestre do ano
Continue lendo