Estadual

Helicóptero da PM do Paraná atua no sertão nordestino

Publicados

em

O Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) está com um helicóptero e uma tripulação atuando em apoio às forças federais e estaduais no Polígono da Maconha, no sertão nordestino.

O trabalho já dura quase uma semana e, nesta quinta-feira (13), houve a apreensão de uma plantação de maconha, a qual seria suficiente para produzir três toneladas da droga.

As ações fazem parte de um esforço de algumas instituições de segurança pública para combater o tráfico nacional e internacional de drogas.

De acordo com o comandante do BPMOA, tenente-coronel Julio Cesar Pucci, a área de fiscalização fica situada entre Bahia e Pernambuco, nas proximidades do Rio São Francisco. “Por se tratar de ilhas no meio do rio, os locais são de difícil acesso e somente com aeronave é possível fazer uma aproximação”, disse.

Segundo ele, os policiais fazem patrulhamento aéreo pelas áreas do sertão, e quando é descoberta uma plantação de maconha, policiais são levados de helicóptero para fazer a destruição das plantas, já que a grande quantidade impede que sejam levadas para outro local.

Leia Também:  Polícia Civil apoia programa de Recuperação da Biodiversidade Marinha

“É um trabalho árduo, realmente se não houvesse o apoio de aeronave a fiscalização seria mais penosa para os profissionais de segurança pública”, destacou o tenente-coronel Pucci. Segundo ele, a missão é importante para o País, pois além de reprimir o crime nos lugares mais difíceis de serem combatidos, pela grande extensão territorial, permite a aproximação das forças estadual e federal, estimulando a troca de experiências, informações e padrões de operação.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Saúde reforça equipe para combate à dengue em Barbosa Ferraz

Publicados

em

A Secretaria de Estado da Saúde autorizou um reforço emergencial para os trabalhos de combate à dengue em Barbosa Ferraz. Já são quase mil casos confirmados da doença no município, que pertence à 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve no sábado (22) na cidade para debater as ações que serão realizadas para eliminar os criadouros do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Além de ampliação do trabalho de campo, com a remoção mecânica de possíveis focos, em conjunto com agentes comunitários e agentes de endemias do município e do Estado, o arrastão técnico será ampliado com equipes de outras regionais de saúde. “Temos conjugados esforços no auxílio aos municípios, porque o momento exige efetividade neste combate”, disse Beto Preto.

O secretário da Saúde informou que o Estado fará um aporte financeiro de R$ 5 milhões aos municípios em epidemia para auxiliar na aquisição de insumos clínicos e na estrutura de atendimento hospitalar e ambulatorial.

Leia Também:  Estado deve produzir 24,1 milhões de toneladas de grãos

AÇÕES – Orientações de manejo clínico também deverão acontecer nos próximos dias, garantindo o reforço na capacitação dos profissionais, sob coordenação da Secretaria da Saúde.

A força-tarefa em Barbosa Ferraz, segundo o secretário, vai auxiliar na redução dos focos e, consequentemente, o número de casos de dengue no município deve cair, assim como aconteceu em Nova Cantu. “Onde intensificamos o trabalho, já tivemos redução no número de notificações. É importante que a população em geral e os profissionais de saúde estejam engajados, uma vez que quase 90% dos criadouros são removíveis”, alertou.

A limpeza das galerias pluviais, por parte da Sanepar, é outra medida que será adotada. Com possíveis entulhos ou material orgânico acumulado, o local acaba sendo um ambiente propício para a proliferação do mosquito.

 “Estamos preocupados com a dengue no Paraná. É uma doença que mata. Temos perdido vidas. Estamos diante do sorotipo dois do vírus. Os paranaenses não têm imunidade a ele. Dengue é uma doença que podemos prevenir. Por isso, é importante a ajuda de todos”, reforçou Beto Preto.

Leia Também:  Livros doados ao Depen reforçam remição de pena pela leitura

 

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo