Política Nacional

Filho de Eduardo Campos pode ter apoio do PSL para se candidatar a prefeito

Publicados

em

source
João Campos (PSB) arrow-options
Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Filho de Eduardo Campos, João Campos (PSB) pode ser candidato à prefeitura do Recife e ter apoio do PSL do Recife


Presidente do PSL e político influente em Pernambuco, o deputado federal Luciano Bivar quer mostrar força nas eleições municipais deste ano. O partido, inclusive, negocia um possível apoio ao PSB para a candidatura de João Campos à prefeitura do Recife.

Leia também: Mãe e filho de Eduardo Campos brigam por prefeitura do Recife

João Campos é filho do ex-governador Eduardo Campos e foi o deputado com mais votos em Pernambuco em 2018. Apesar de jovem, o parlamentar é o favorito a ser o candidato da situação na capital pernambucana, já que o atual prefeito, Geraldo Júlio (PSB) está no segundo mandato e está impossibilitado de seguir na prefeitura. É o prefeito, inclusive, que negocia com Bivar um possível apoio do PSL .

A tentativa do PSL é se afastar de vez de Jair Bolsonaro. O partido pretende ter candidatos fortes nas principais capitais do Brasil e, quando não conseguir um nome, apoiar siglas com maiores chances de vitória.

Leia Também:  Câmara derruba decisão do STF e retoma mandato de deputado acusado de corrupção

Leia também: Filho de Eduardo Campos ganha força para candidatura a prefeito do Recife

O PSB informa que ainda não tem um candidato fechado para as eleições deste ano no Recife , mas não descarta que João Campos seja um dos avaliados para o pleito.


COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política Nacional

Benedita da Silva será candidata à vice de Freixo no Rio de Janeiro

Publicados

em

source

De acordo com informações do colunista Sidney Rezende , duas chapas, uma do Rio de Janeiro e outra de Maricá, definiram os nomes que ocuparão o posto de vice na eleição deste ano. A deputada federal Benedita da Silva (PT) será a vice de Marcelo Freixo (PSOL).

Leia também: Avião de pequeno porte cai no Guarujá e piloto sobrevive

Benedita da Silva arrow-options
Gabriela Korossy/ Câmara dos Deputados – 17.11.14

Benedita da Silva, deputada federal


No ano passado ela já havia sido sondada, mas foi rejeitada, já que o PSOL e o PT esperavam trazer o PDT para a aliança. Como o presidente Carlos Lupi (PDT) não abriu mão de Martha Rocha na cabeça da chapa, a ideia foi por água abaixo.

Leia também: Com mais 23 assassinatos, mortes no Ceará após motim chegam a 170

No começo do ano, o PT nacional pressionou em favor do nome de Benedita , mas a indicação foi rejeitada novamente. O argumento, dessa vez, era que o nome dela poderá ser alvo de opositores. Antes do carnaval, no entanto, a ideia voltou a ganhar corpo e o a decisão foi tomada. A ex-governadora será mesmo o nome que comporá a chapa chamada “união das esquerdas”.

Leia Também:  Plenário aprova promoção de sessões especiais de homenagens

Leia também: Na ONU, Damares diz que carnaval desrespeita a fé cristã e promete ações governamentais

Para o vereador psolista Renato Cinco, segundo o colunista, “a aliança com os petistas deixa o PSOL sem ter o que falar, pois o principal adversário, o Eduardo Paes, corresponsável pela crise da cidade, governou em aliança bastante festejada e comentada com o PT.

Em Maricá, a deputada estadual Rosangela Zeidan ( PT ), casada com o ex-prefeito de Maricá Washington Quaquá, será a vice do favorito Fabiano Horta.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo