Policial

Família recebe visita de policiais militares que salvaram bebê de engasgo em Guaratuba (PR)

Publicados

em

Marcia Santos

Jornalista Responsável

 

O reencontro de dois policiais militares com uma família de Guaratuba, no litoral do Paraná, marcou um momento de muita alegria nesta terça-feira (11/02). O cabo Carlos Alberto da Silva Júnior e o soldado Fabio Francisco da Silva foram os “anjos da guarda” de Nicolas Bernardo dos Santos de Oliveira, de quase dois meses de vida, ao evitarem a morte dele por engasgo no dia 02 de fevereiro (domingo).

Logo na chegada à casa da família, os policiais militares abraçaram os pais e pegaram Nicolas no colo, relembrando a tensão com o atendimento da ocorrência e os procedimentos de desobstrução de vias aéreas do menino.

A visita marcou uma importante decisão da mãe do menino, Fernanda Gonçalves dos Santos Oliveira: ela convidou os dois policiais militares para serem padrinhos do menino, que ainda será batizado. “Agora olhando para os dois policiais, eu só posso agradecer. Eu agradeço primeiro a Deus e depois a eles porque não sei nem o que poderia ter acontecido se não tivessem me socorrido”, disse.

Leia Também:  Operação do projeto-piloto Em Frente Brasil é deflagrada em São José dos Pinhais

Fernanda lembrou dos momentos que viveu naquele domingo chuvoso. O desespero de ver o filho sem respirar e ficar roxo, sem expressar nenhuma reação positiva, agoniava a família. “Quando os policiais chegaram aqui, para mim foi um alívio, porque eu já tinha tentado de tudo. Os meus vizinhos também estavam tentando me ajudar e nada. Quando eu vi eles fiquei aliviada, graças a Deus deu tudo certo”, completou.

Para o policial, o que fez a diferença no atendimento foi o preparo para lidar com esse tipo de situação. Ele e o soldado Francisco, assim como todos os policiais militares que atuam pelo Verão Maior 2019/2020, participaram de um nivelamento de procedimentos na Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), e lá relembraram várias técnicas, dentre elas a Manobra de Heimlich, utilizada na desobstrução de vias aéreas.

“O que a gente fez, num primeiro momento, foi deixar o Nicolas de bruços e dar pequenos tapinhas nas costas, para ver se desobstrua as vias aéreas. Depois, em contato com a enfermeira, ela falou que o bebê estava bronco-aspirando a secreção, estava indo tudo para o pulmãozinho, e isso dificultava a respiração dele. Diante disso, colocamos a boca na boquinha dele, foi feita a sucção daquela secreção e ele conseguiu ter um pouquinho mais de força para respirar”, detalhou o cabo Da Silva.

Leia Também:  BPMOA faz remoção aeromédica de homem com problemas cardíacos no Litoral

O cabo Da Silva, que está prestes a completar 19 anos de serviço pela Polícia Militar, descreveu a gratidão pela família ter tamanha consideração com ele e com o colega, soldado Francisco. “É um sentimento que não tem preço. Isso é graças à política da Polícia Militar com relação à aproximação com a comunidade. A gente fica muito contente de saber que a mãe nos confiou a vida do filho dela e conseguimos dar uma resposta”, disse.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Batalhão Ambiental flagra trio saindo para caçar no Noroeste do estado

Publicados

em

Marcia Santos
Jornalista Responsável

 

Três homens envolvidos com caça foram presos pelos policiais militares da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV), no último domingo (23/02), na cidade de Jussara (PR). Eles foram encontrados quando se deslocavam para praticar o crime com cachorros, armas e munições.

 

A apreensão ocorreu quando os policiais militares receberam denúncias de que um grupo de pessoas iria caçar na área de mata da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná (CMNP). Com as características do carro dos suspeitos, uma equipe policial montou um ponto base na estrada velha sentido Maringá esperando a passagem do grupo.

 

Quando a equipe viu o carro foi feita a abordagem. Dentro havia quatro armas de fogo para caça de calibres .16, .20 e duas de calibre.32. Também havia 35 cartuchos de calibres variados. Além das armas os homens tinham quatro cachorros americanos.

 

Em continuidade à abordagem, os policiais militares foram até a residência de um dos abordados e encontraram mais uma arma de fogo e carne de cateto. Diante da situação todos foram levados para a Delegacia da Polícia Civil de Cianorte.

Leia Também:  PCPR cumpre mandados de busca para elucidar golpe de R$ 23 milhões contra idoso

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo