Estadual

Estado retoma licitação de imóveis

Publicados

em

A secretaria de Estado da Administração e da Previdência realiza na sexta-feira (06) licitação para venda de 15 imóveis do Estado. O valor global mínimo dos terrenos soma R$ 9,4 milhões. Cada bem será vendido pelo maior lance ou oferta, a partir do preço mínimo estabelecido para o lote. No site da secretaria estão listados todos os imóveis, com fotos, tamanho e valores.

As propriedades estão localizadas em Curitiba (3), Maringá (2), Guaratuba (2), Cornélio Procópio (1), Lapa (1), Rio Negro (2), Rolândia (1), Piraquara (1), Guaraqueçaba (1) e Bocaiúva do Sul (1).

Os interessados em adquirir o imóvel devem enviar as propostas para a secretaria estadual até 06 de dezembro, às 14 horas. O pagamento pode ser à vista ou em seis parcelas, a primeira correspondente a 20% do valor total. Será declarada vencedora a proposta de maior valor. No caso de empate, ocorrerá sorteio na sessão pública de abertura dos envelopes. Para habilitar-se o licitante deverá comprovar o recolhimento da quantia correspondente a 5% do valor da avaliação do imóvel pretendido.

Leia Também:  Copel destinará R$ 100 milhões a projetos de eficiência energética

Os 15 imóveis que estão sendo vendidos pelo Estado fazem parte do processo de otimização de uso dos espaços públicos do Estado, que está entre as propostas do Plano de Governo do governador Carlos Massa Ratinho Júnior.

A sessão pública para abertura dos envelopes contendo as propostas de preços e habilitação será em 6 de dezembro de 2019, às 14 horas, no Palácio das Araucárias, em Curitiba. Os detalhes estão no Edital de Concorrência Pública 37/2019, disponível no Portal da Transparência.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Estado arrecada R$ 5,1 milhões com venda de imóveis ociosos

Publicados

em

A primeira licitação para a venda de imóveis públicos ociosos ou sem destinação promovida pelo Governo do Estado arrecadou R$ 5.101.501,00. O certame desta sexta-feira (6) arrecadou 62% a mais do que o valor de referência. Dos 15 imóveis colocados à venda, os três vendidos arrecadaram mais da metade do valor total dos imóveis ofertados.

Dos imóveis vendidos, dois estão em Curitiba e um em Piraquara. A propriedade mais cara foi uma casa no bairro do Batel, em Curitiba, que tinha lance mínimo de R$ 1.279.478 e foi vendida por R$ 3,1 milhões. O segundo imóvel foi um terreno em Piraquara, que tinha lance mínimo de R$ 1,180 milhão e que foi vendido por R$ 1.250.500. A terceira venda foi do lote de número seis, um terreno no bairro de Santa Felicidade, em Curitiba, no valor de R$ 801.001 mil. O lance mínimo para o lote era de R$ 691 mil.

Para a diretora do Departamento de Patrimônio da Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, Marta Guizelini, o resultado da licitação foi bastante satisfatório. “Temos feito um grande trabalho para regularizar os imóveis e a venda dos ociosos é primordial para que o Estado se desonere, deixando de ter gastos desnecessários com manutenções e segurança, por exemplo, e invista os recursos arrecadados em áreas essenciais”, explicou.

Leia Também:  Encontro discute execução penal e reinserção social

Em 2020, o Estado deve publicar novo edital para a venda de outros imóveis sem uso no Paraná.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo