Estadual

Estado lança aplicativo para ajudar no combate à Covid-19

Publicados

em

.

O Governo do Paraná apresentou uma solução tecnológica para acompanhar pessoas com sintomas e ajudar no controle à circulação do novo coronavírus no Estado. O aplicativo COVID19 Paraná para aparelhos móveis foi desenvolvido pela Celepar, empresa estadual de tecnologia da informação, em parceria com a Secretaria da Saúde. A novidade foi lançada nesta quinta-feira (26), no Palácio Iguaçu, pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

De acordo com a secretaria estadual, a ferramenta vai funcionar como um grande banco de dados relacionado ao coronavírus, já que todo cidadão que chegar ao Paraná, vindo de outro Estado ou País, deverá fazer um cadastro no aplicativo e apresentar o comprovante nos postos de monitoramento espalhados pelo Estado. O registro das informações pode ser feito também no portal http://www.coronavirus.pr.gov.br.

O app ajudará ainda na avaliação de sintomas da população local pois, além de dados cadastrais, contará com um questionário epidemiológico auto aplicável. As respostas vão ajudar o Estado na tomada de decisões no combate ao vírus.

“É algo muito simples, mas que vai ajudar bastante a todos nós. Pedimos que as pessoas se cadastrem para que a Secretaria da Saúde possa fazer um grande mapeamento, entender os sintomas e colaborar com a melhor solução”, explicou Ratinho Junior. “Essa tecnologia dá mais velocidade às tomadas de decisões”, completou.

Leia Também:  Pesquisa aponta disposição de investimento do setor hoteleiro

Diretor-presidente da Celepar, Leandro Moura, destacou que as pessoas que acessarem o aplicativo receberão informações em relação ao coronavírus, mas também ficarão sabendo das medidas que o Governo do Paraná está tomando para controlar a pandemia. “A tecnologia é uma grande aliada neste momento de crise, permitindo trocar informações com o cidadão”, disse. “Temos mais uma ferramenta que ajuda a proteger a vida dos paranaenses”.

COLABORAÇÃO – O diretor-geral da Secretaria da Saúde, Nestor Werner Júnior, ressalta que a ferramenta, contudo, só será efetiva se tiver a colaboração da população. “Precisamos deste apoio. É para baixar o aplicativo, responder os questionários e apresentar os dados cadastrais. Assim estaremos prontos para tomar as medidas mais acertadas”, ressaltou.

CADASTRO – O aplicativo COVID19 Paraná está disponível para Android e iOS. O cidadão que chega ao Paraná, vindo de outro estado ou país, deve baixar o app, preencher o cadastro e guardar o código gerado, que deverá ser apresentado nos postos de monitoramento das divisas do Estado. O código é válido por 24 horas. Caso esteja vencido no momento da passagem pelo posto, um novo cadastro precisará ser realizado.

Leia Também:  Estado concede licença especial para 56 mil servidores

Toda a população deve se cadastrar para receber informações sobre a doença. Pessoas que apresentarem sintomas da Covid-19 também vão utilizar a ferramenta.

As perguntas da avaliação epidemiológica foram elaboradas pela Secretaria da Saúde, seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), para identificação de casos suspeitos. As informações são de acesso restrito aos profissionais da saúde.

SITE – O Governo do Paraná disponibiliza também orientações sobre os métodos de prevenção, para evitar a propagação do vírus e também para tranquilizar a população por meio do site http://www.coronavirus.pr.gov.br.

O portal conta com orientações em vídeo, texto e imagens. O conteúdo também foi disponibilizado nas contas oficiais do Governo do Estado no Facebook, Twitter e Instagram. Os materiais podem ser baixados nos sites para serem compartilhados nas redes sociais da população.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Paraná desenvolve EaD para atender estudantes da rede estadual

Publicados

em

.

O Governo do Estado está estruturando um sistema de Educação a Distância (EaD) para atender os estudantes da rede estadual enquanto perdurar a pandemia do coronavírus. A iniciativa teve ampla aceitação do Conselho Estadual de Educação (CEE), que aprovou a medida por 17 votos a favor e apenas um contrário.

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte está desenvolvendo a plataforma, que deverá ser apresentada na próxima semana. Assim, os cerca de 1 milhão de alunos da rede não terão seu processo de ensino e aprendizagem prejudicado devido ao momento delicado pelo qual o país passa.

Segundo a secretaria, o Estado está adotando dados técnicos e científicos em relação à propagação do novo coronavírus e os colégios só serão reabertos quando a situação for considerada segura pelas autoridades sanitárias.

PROTAGONISMO – Em webconferência realizada nesta quinta-feira (2), o secretário Renato Feder destacou que o professor será o protagonista nesse novo processo que está em elaboração. A ideia é gravar as videoaulas exclusivamente com docentes da rede estadual.

A solução em desenvolvimento vai permitir que haja interação entre estudantes e docentes. O professor terá liberdade para enviar materiais de estudo e links que ajudem a complementar o conteúdo e também poderão definir atividades extras a serem realizadas pelos alunos.

Leia Também:  Depen intensifica ações de combate à dengue no sistema penitenciário

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo