Estadual

Delegacia da Mulher de Pato Branco ganha nova sede

Publicados

em

Pato Branco, no Sudoeste do Estado, ganhou uma nova sede da Delegacia da Mulher. O governador Carlos Massa Ratinho Junior inaugurou nesta terça-feira (12) o prédio em que a divisão especializada da Polícia Civil passa a funcionar. O espaço de 380 metros quadrados era utilizado pelo Fórum da cidade e foi repassado para a Secretaria de Estado da Segurança Pública.

O local estava abandonado e foi reformado por meio de um projeto do Rotary Club de Pato Branco, com recursos da comunidade. O custo da reforma foi estimado em R$ 60 mil, além de outros R$ 57 mil para a readequação do auditório anexo. “É o Paraná fazendo sua parte para a proteção da mulher, prestando atendimento especializado e de qualidade”, afirmou o governador. A inauguração fez parte do pacote de ações do governo em Pato Branco durante a instalação da sede o Executivo Estadual na cidade.

Ratinho Junior lembrou que o Governo do Estado trabalha para ampliar o número de delegacias especializadas no combate à violência contra a mulher. Ele citou as recentes inaugurações nas cidades de Londrina e Arapongas, no Norte do Paraná. “A mulher se sente mais confortável em ser atendida por uma outra mulher, em fazer uma denúncia para outra mulher”, ressaltou.

MULTIDISCIPLINAR – A nova delegacia dispõe de um amplo espaço. Passou a contar com cartório, sala de investigações, sala de audiência, sala de reuniões e sala para equipe multidisciplinar. Atenderá a comarca de Pato Branco, que engloba também os municípios de Vitorino, Bom Sucesso do Sul e Itapejara.

Leia Também:  Saúde do Paraná se mobiliza para ampliar cobertura vacinal

“A delegacia é fruto da união da sociedade organizada com a Secretaria de Segurança”, explicou o Rômulo Marinho, secretário de Segurança Pública. “Vai melhorar sensivelmente a qualidade do atendimento à mulher vítima de crime em toda a região, um serviço de excelência para a população”, disse Silvio Rochemback, delegado-geral da Polícia Civil do Paraná.

ATENDIMENTOS – A nova unidade passa a atender as vítimas de violência doméstica, bem como todos os crimes cometidos contra crianças e adolescentes do sexo feminino. De janeiro até outubro deste ano foram instaurados 1.100 procedimentos, elaboradas 400 medidas protetivas na área de atuação da delegacia.

NECESSIDADE – Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública mostram que no primeiro semestre deste ano foram registrados, em todo o Estado, 38 feminicídios. A delegada Franciela Alberton, responsável pela unidade, explicou que a nova sede significa mais segurança para as mulheres da região.

De acordo com ela, as vítimas serão atendidas somente por policiais mulheres, sem correr o risco de encontrar o agressor durante o registro do boletim de ocorrência. “Mais que uma reivindicação antiga, era uma necessidade do município. Agora temos um local adequado para que as vítimas possam ser tratadas também de maneira adequada”, disse ela.

Leia Também:  Simpósio mostra a importância da cultura anticorrupção

A intenção, segundo a delegada, é disponibilizar no espaço atendimentos psicológicos, além da orientação de assistentes sociais. “Fornecer um atendimento mais humano ”, afirmou.

POLÍTICA PÚBLICA – No Paraná existem 20 Delegacias da Mulher, distribuídas por todo Estado. Nas cidades onde não existe uma delegacia especializada, a orientação é para as mulheres que precisem denunciar qualquer abuso, casual ou recorrente, que se dirijam à Delegacia de Polícia Civil da localidade ou, ainda, façam a denúncia pelos números 181 ou 180.

Já em casos de urgência e emergência, ou seja, no exato momento que a agressão esteja acontecendo, a indicação é para que a mulher, ou quem presencie o fato, ligue no 190, da Polícia Militar.

DATA – Seguindo a tendência de aumentar o debate sobre o assunto, Ratinho Junior sancionou no último dia 25 de junho a Lei 19.873/19, que institui a data da morte da advogada Tatiane Spitzner, 22 de julho, como Dia Estadual de Combate ao Feminicídio.

PRESENÇAS – Participaram da cerimônia o chefe da Casa Civil, Guto Silva; o presidente do Rotary Club Vila Nova, Adrione Pasa; os deputados estaduais Soldado Adriano José, Paulo Litro, Luiz Fernando Guerra e Nelson Luersen; o presidente da OAB-PR, Cássio Telles.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Funcionários da Sanepar se mobilizam para arrecadar presentes

Publicados

em

Pelo nono ano consecutivo, empregados da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) participaram da campanha social Papai Noel dos Correios, batendo recorde de mobilização ao apadrinharem 937 crianças do Estado. A entrega dos presentes arrecadados em Curitiba e Região Metropolitana aconteceu nesta quinta-feira (12), na sede da empresa, na Capital. Participaram do evento a diretoria da Sanepar, representantes do Correios e das entidades beneficiadas.

Os pacotes seguiram para distribuição nominal entre os alunos de 1 a 5 anos de sete Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) da de Curitiba – Caramuru, Laura Gonçalves dos Santos, Santa Rita, Senador Affonso Alves de Camargo Netto, Vera Cruz II, Vila Formosa, Vila Formosa e Vila Torres.

A coordenadora regional da Campanha Papai Noel dos Correios, Alessandra Hataqueiama, explica que há um cuidado na seleção das escolas de regiões mais carentes. “Os pequenos que mais precisam, atendidos pela Secretaria Municipal de Educação, vão receber um presente. E isso fará a diferença no Natal dessa criança.”

“Essas crianças foram marcadas, não apenas com um presente. É uma vida. E a Sanepar tem tocado a vida das crianças do CMEI Vera Cruz”, disse Ediane dos Santos Silva Spaki, diretora do CMEI Vera Cruz II, da Cidade Industrial de Curitiba.

O diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, destacou que todo dia é dia de fazer o bem, independente de regras, conveniências ou datas festivas especiais. “Exercitar o bem todos os dias é respeitar as pessoas. Aproveitem sempre as oportunidades que vocês tiverem nas mãos para ajudar o próximo”, ressaltou.

Leia Também:  Saúde do Paraná se mobiliza para ampliar cobertura vacinal

POR TODO O ESTADO – Além do envolvimento na campanha dos Correios – atendendo quase 7 mil crianças desde 2010 – o corpo funcional da empresa promove outras ações sociais em todo o Paraná, exercitando solidariedade e fortalecendo vínculos com a comunidade.

O grupo de voluntariado Esquadrão Azul, de Telêmaco Borba, vendeu pizzas desde novembro para arrecadar fundos para o Natal Encantado do Centro de Convivência da Criança. Em Ponta Grossa, além do atendimento às cartinhas, os empregados se mobilizaram na arrecadação de brinquedos e doces para distribuição no Jardim Ibirapuera.

Uma Gincana Solidária angariou, pelo segundo ano seguido, donativos para instituições filantrópicas de Guarapuava como o Albergue Noturno, a Comunidade Bethânia, o Serviço de Obras Sociais Asilo Airton Haenisch e o Instituto Amanhecer Sem Fome.

Em União da Vitória, desde 2011 os colaboradores da empresa tradicionalmente realizam o Natal dos Idosos, envolvendo comunidade, vizinhos e instituições parceiras para presentear cerca de 120 pessoas, entre idosos e colaboradores dos asilos. “O grupo já arrecadou fraldas geriátricas e produtos de higiene e limpeza. É impossível descrever a emoção e a gratidão dos idosos com essa ação tão simples. O trabalho é grande, mas muito recompensador”, afirma a empregada Giselda Glasa Barbalho Zanetti, uma das responsáveis pela organização.

Leia Também:  Unidades da Polícia Civil têm nova sede em Londrina

Outro grupo de voluntariado, de Francisco Beltrão, vai entregar presentes e proporcionar uma festa para as crianças da Associação Sensibilizar, com a presença de trabalhadores dedicando tempo e atenção para os pequenos atendidos no contraturno escolar.

Em Foz de Iguaçu, Cascavel, Toledo e Pato Branco, além das cartinhas dos Correios adotadas, os empregados ainda distribuem presentes, materiais escolares e kits natalinos para grupos locais menos favorecidos, tanto da área urbana quanto da rural.

ENGAJAMENTO – Acompanhando o desenvolvimento das diversas inciativas voluntárias, a assistente social da Sanepar Tammy Romaguera Silva destaca que, ao longo do ano, todos os empregados participam constantemente de ações sociais junto à comunidade. “Ainda assim é gratificante ver que os esforços são redobrados nessa época de festas.”

A participação do corpo funcional reforça a ligação da Sanepar com o atendimento aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, em especial, em relação ao ODS 10, que preconiza a Redução das Desigualdades.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo