Tecnologia

Crianças em casa: Conheça 7 aplicativos educativos para usar no isolamento

Publicados

em

source
crianças arrow-options
Unsplash/McKaela Lee

Veja 7 aplicativos para distrair os pequenos na quarentena


Com as aulas suspensas e sem poder sair de casa, entreter as crianças se tornou um grande desafio para os pais em tempos de coronavírus . Nesse sentido, a tecnologia pode ser uma grande aliada. 

Acessar a internet já faz parte do contexto das crianças: a pesquisa TIC Kids Online Brasil, de 2018, revelou que 75% dos pequenos acessam a rede pelo menos uma vez ao dia . Durante o período de isolamento social, esse costume tende a se tornar ainda mais intenso e, por isso, é importante que ele seja conduzido da melhor forma possível pelos adultos responsáveis. 

Leia também: Criançada em casa? Spotify lança versão kids do aplicativo

Nesta lista, separamos alguns aplicativos educativos para as crianças , para que elas aprendam enquanto ocupam o tempo. É recomendado que, durante o tempo online, os pequenos acessem apenas conteúdos próprios para crianças. Isso porque eles serão livres de propagandas e informações maliciosas. Confira neste link como proteger a segurança das crianças na internet .

PlayKids

crianças arrow-options
Captura de tela

PlayKids


O PlayKids é um aplicativo que reúne desenhos, séries, livros e jogos educativos para crianças de diversas idades. Os vídeos trazem atividades de mão na massa para brincar em casa, enquanto os livros e jogos mantêm os pequenos ligados na telinha. Temas como alfabetização, música, meditação e ciência são abordados pelo aplicativo, que está disponível para Android e iOS .

Leia Também:  Food truck futurista: pizzaria funciona em veículo elétrico de controle remoto

Leia também: Messenger Kids dá mais controle aos pais; confira as novas ferramentas

Papumba

Papumba arrow-options
Captura de tela

Papumba


Para as crianças mais novas, o Papumba é uma opção interessante, já que traz conteúdos do currículo pré-escolar, focado na faixa etária de 2 a 6 anos. No aplicativo , dá para aprender sobre animais, alfabeto, música e até outras línguas. Papumba está disponível tanto para Android como para iOS

Crocro Adventure

Crocro Adventure arrow-options
Captura de tela

Crocro Adventure


O período de isolamento social também é uma oportunidade de ensinar novos conhecimentos às crianças. No Crocro Adventure , elas conseguem aprender lógica de programação a partir de desafios propostos pelo jogo. A cada etapa, as atividades vão ficando mais difíceis, estimulando o raciocínio. O aplicativo é indicado para crianças de 6 a 12 anos e está disponível para Android e iOS

Leia também: Vale a pena monitorar o celular dos filhos? Entenda os apps de controle parental

Dino Tim

crianças arrow-options
Captura de tela

Dino Tim


O Dino Tim é um aplicativo educativo com atividades para diversas faixas etárias. Com ele, as crianças podem aprender desde as primeiras letras a palavras até uma nova língua. O jogo está disponível tanto para Android como para iOS

Leia Também:  Samsung Galaxy Note 20 tem design renderizado; assista ao vídeo

Arqueólogo – Jurassic Life

crianças arrow-options
Captura de tela

Arqueólogo App


O Arqueólogo é um jogo divertido no qual os pequenos conseguem aprender sobre o mundo dos dinossauros . Além das informações sobre os animais, o aplicativo ainda traz quebra-cabeças e jogos de colorir. O game tem versões para Android e iOS .

Leia também: Papa Francisco dá alerta a empresas de tecnologia sobre proteção de crianças

ABC do Bita

crianças arrow-options
Captura de tela

ABC do Bita


Esse aplicativo é uma boa ferramenta para estimular a alfabetização de crianças através da brincadeira. Com Bita , o queridinho das crianças, é possível aprender as letras, além estimular o raciocínio lógico e a coordenação motora. ABC do Bita tem versões para Android e iOS

YouTube Kids

crianças arrow-options
Captura de tela

YouTube Kids


A versão infantil do YouTube não poderia ficar de fora dessa lista. Em um ambiente mais controlado e com filtros de conteúdo, o aplicativo traz diversos vídeos para entreter as crianças . No YouTube Kids , é possível personalizar quais conteúdos seu filho tem acesso, escolhendo o que faz mais sentido para ele. O aplicativo está disponível tanto para Android como para iOS .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tecnologia

Videoconferência: aprenda a ter privacidade ao compartilhar sua tela

Publicados

em

source

Olhar Digital

privacidade videoconferência arrow-options
Divulgação

Veja como ter privacidade durante uma videoconferência


Ao trabalhar de casa ou de forma remota é bem capaz que você acabe utilizando o seu computador pessoal , que pode conter arquivos e informações que você não queira revelar ou mostrar para os outros. Por sua vez, uma tarefa rotineira de quem trabalha remotamente é ter que compartilhar a sua tela em serviços de videoconferência para mostrar algum processo ou determinada informação.

Para evitar qualquer tipo de constrangimento nestas horas, existe uma série de configurações e recomendações que você pode seguir para manter a privacidade ao compartilhar a tela do seu PC. 

Leia também: Está fazendo home office? Google libera opções de videoconferência gratuitamente

Crie uma conta apenas para o trabalho

Ao utilizar um computador com Windows , Mac OS ou Linux , uma das dicas mais simples, porém das mais eficazes, consiste em você criar um usuário apenas para o seu trabalho. Dessa forma, esse perfil só mostrará os arquivos que você usa para trabalho e tudo que é de uso pessoal não ficará a mostra, algo bem útil para não misturar configurações.

Mais uma vantagem de optar por esta dica é que até mesmo outros programas, como o seu navegador, acabam tendo um perfil para cada usuário. Ou seja, você não correrá o risco de abrir o seu browser, por exemplo, e acabar mostrando os seus favoritos ou histórico sem querer.

Leia Também:  Com isolamento, happn aumenta raio para encontrar crush de 250 metros para 90 km

Ative o modo Assistente de foco

Quando você usa o seu computador e tem diversos aplicativos instalados, é bem comum que eles comecem a mandar notificações para você. Elas até podem ser importantes, mas durante o compartilhamento da tela elas podem facilmente se transformar em distrações.

Leia também: Home office: saiba como proteger seu computador trabalhando de casa

Felizmente, para ocultá-las, o Windows 10 conta com um recurso nativo chamado de ” Assistente de foco “, que pode ser ativado em suas configurações . Quando ele está ativado no Windows 10, você tem a possibilidade personalizar um horário para não receber notificações ou até mesmo definir quais apps podem ou não aparecer. 

Oculte os ícones da área de trabalho

Se por algum motivo a sua área de trabalho deverá ficar a mostra durante o compartilhamento de tela, uma boa ideia pode ser esconder os seus ícones e atalhos para evitar distrair os membros da reunião.

Esse processo é feito de forma bem rápida através do menu de contexto do Windows . Para acessá-lo, basta clicar com o botão direito do mouse em um espaço vazio da sua área de trabalho.

Leia Também:  Para ajudar os indecisos, Netflix testa função 'ao vivo'

Leia também: Home office: veja 5 ferramentas de acesso remoto para usar no computador

Feche os programas desnecessários

Uma dica bem simples, mas também importante fica por conta de você fechar todos os programas que não são essenciais para a chamada. Além de evitar certas notificações , você não os deixará a vista na barra de tarefas do Windows, que sempre fica com uma aparência melhor quando está “limpa”.

Compartilhe uma janela específica

Outra dica preciosa se trata de um recurso presente em diversos programas de videoconferência como no Zoom ou no Teams . Ao invés de você compartilhar toda a sua tela, compartilhar apenas uma parte dela se o programa der a opção ou, melhor ainda, compartilhe apenas a janela do programa que você precisa mostrar.

Ao fazer isto, mesmo que você acabe abrindo outro programa no computador , apenas a janela selecionada para o compartilhamento será exibida durante a chamada.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo