Tecnologia

Conheça o robô que pode brincar com seu gato quando você estiver fora de casa

Publicados

em

source

Olhar Digital

robô para gato Ebo arrow-options
Reprodução

Robô entretém gatos enquanto os donos estão fora


É fácil presumir que seu gato não fez nada o dia inteiro quando você chega em casa e o encontra imóvel, te encarando na mesma posição em que estava quando você saiu. Do mesmo jeito, também é fácil concluir que seu bichinho ficou entediado e quis fazer uma pequena ‘vingança’ naqueles dias que, ao chegar em casa, seus vasos de plantas estão esparramados pelo chão da sala. Pensando nisso, foi criado o Ebo: um robô autônomo que promete entreter seu gato enquanto você estiver fora.

O dispositivo é um pequeno e redondo robô que pode andar sozinho pela casa, mantendo seu gato ocupado sempre que você sair. Tudo no Ebo foi criado para ser simpático: ele reproduz sons, possui uma tela de LED que lembram olhos e até mesmo seus movimentos erráticos foram feitos para imitar os de outros animais.


A superfície do robô foi projetada para ser resistente aos gatos, dessa forma, arranhar e babar não interferem no funcionamento do Ebo. Outros recursos são os brinquedos como penas, barbantes e uma caneta laser, que ficam guardados dentro do robô e podem ser acionados tanto automaticamente como à distância, via celular.

Leia Também:  PlayStation 5 deve chegar ao mercado em novembro do ano que vem

Todos os movimentos do Ebo podem ser acompanhados pelo dono remotamente pelo aplicativo da marca. O robô possui uma câmera e um microfone embutidos, que permite ver, ouvir e falar com o animal de estimação, além de poder controlar o bot  e escolher onde direcionar com o ponteiro laser. O aplicativo ainda permite gravar e editar fotos e vídeos.

Leia também: ‘Gatos-robô’ do MIT brincam na grama; assista ao vídeo

Antes de começar a brincar com o gato, o robô escaneia a sala com seus sensores procurando obstáculos. A bateria pode durar até duas horas no modo autônomo e, sempre que ela estiver no fim, o Ebo pode se encaminhar sozinho até o carregador, que completará a carga do robô em até duas horas. Ele está sendo financiado coletivamente no Kickstarter e, a versão “standard” custa U$ 158 e será enviada a partir de março de 2020.

Junto com o modelo padrão, há também uma versão Pro, que usa inteligência artificial para analisar o comportamento do gato e escolher quando é a melhor hora de brincar. Esta custa US$ 198 e será enviada a partir de junho do próximo ano. Além disso, existe a opção de comprar uma coleira que rastreia os passos do animal e outros índices de saúde, por US$ 178 para o Ebo Standard e US$ 217 para o Pro.

Leia Também:  Robô com inteligência emocional vai ajudar astronautas
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Tecnologia

App de reconhecimento facial identifica foragidos no carnaval baiano

Publicados

em

source

Olhar Digital

E mais uma vez, o sistema de reconhecimento facial utilizado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia ( SSP-BA ) foi útil para capturar foragidos em meio ao carnaval de Salvador . No total, 42 pessoas – 40 homens e duas mulheres – foram identificadas nas comemorações de 2020.

Confira quais serão os jogos gratuitos da PS Plus em março

“O Carnaval de 2020 confirma o nosso pioneirismo no uso de tecnologia de ponta em grandes eventos. Começamos na festa do ano passado, com o reconhecimento facial e tivemos um preso. Na Micareta de Feira de Santana alcançamos 33 foragidos e agora, encerramos a folia de Salvador com 42 capturados”, informou Maurício Teles Barbosa , destacou o secretário de Segurança Pública .

Dessa vez, porém, não foi o sistema de reconhecimento facial espalhado por câmeras instaladas nas ruas da capital baiana que reconheceu os fugitivos, mas sim um aplicativo chamado Face Check . Para efetuar a ação, os peritos tinham que tirar uma fotografia do rosto do indivíduo suspeito para que, em seguida, o software apresentasse todos os dados do cidadão e, consequentemente, sua ficha criminal.

Leia Também:  Celular com TV: Veja quais os melhores aparelhos para comprar no Brasil

Reprodução

Durante a ação, dois ligados a homicídios , 13 relacionados ao tráfico de drogas , 14 procurados por roubo e três envolvidos com furto foram identificados.

Nesta quarta-feira (26), as fotografias e os dados registrados no Face Check foram apresentados no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar da Bahia , onde os dados foram verificados.

Vilões não podem usar iPhone; entenda o porquê

Essa é a primeira vez que o governo baiano usa a tecnologia, que ainda está em fase de testes e é ligada ao banco de dados do Instituto de Identificação Pedro Mello ( IIPM ). Até gora, o aplicativo possui cerca de 160 mil cadastros dos 9 milhões de registros guardados pela instituição.

Além dos foragidos identificados, o aplicativo serviu, também, para calcular o número real de foliões que passaram pelas ruas de Salvador durante o carnaval de 2020: entre quinta-feira (20) e quarta-feira de cinzas, 11,7 milhões de pessoas curtiram os principais circuitos soteropolitanos.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo