Estadual

Comissão estadual de segurança portuária faz balanço de 2019

Publicados

em

A retomada da atuação da Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Cesportos), no Paraná, foi comemorada na reunião anual nesta terça-feira (12). Após um período de ostracismo, o colegiado formado por autoridades governamentais, da Portos do Paraná e das empresas portuárias voltou a ser atuante em 2019, aumentando o compromisso com os códigos internacionais de segurança vigentes.

“O retorno da fiscalização, a atuação da Cesportos, fez com que também os terminais e as instalações se movimentassem na melhoria da segurança portuária de cada um e do Porto como um todo, isso inclusive no cumprimento do código internacional, que é importantíssimo”, disse Alessandro Vivone, representante da Polícia Federal e coordenador da Cesportos.

Para ele, apesar da maior cobrança sobre as empresas, a aceitação acabou surpreendendo e melhorou o nível de segurança no Porto Organizado. “Tivemos melhorias fundamentais nas instalações físicas e também na mentalidade, tanto nos Supervisores de Segurança Portuária (SSP) dentro de suas áreas de atuação como as diretorias também começaram a entender a importância de atuação nessa área de segurança”, destacou.

Leia Também:  PAUTA DIA 11 – 18H: LANÇAMENTO DE LIVRO E HOMENAGEM DE UNIVERSIDADES ESTADUAIS AO EX-GOVERNADOR PAULO PIMENTEL

De acordo com Ivan Machado, inspetor da Guarda Portuária dos portos paranaenses e representante da empresa pública na comissão, a troca de informações entre os terminais e a Cesportos tem sido muito importante para a segurança na área. “É importante ter essa integração e uma melhoria contínua na segurança dos Portos do Paraná e dos terminais”, disse.

Machado ainda informa que a empresa pública está de acordo com as normas regulamentares. “A administração está investindo em equipamento, em treinamento, na renovação de plano de segurança voltado sempre como objetivo a segurança do Porto e os reflexos disso são sempre bons”, acrescentou.

CERTIFICADO – Segundo o representante da Polícia Federal, o nível de segurança que se está planejando para o Porto de Paranaguá finalmente acompanha o nível do Porto, em termos de economia e desenvolvimento. “A segurança é fundamental também para os negócios. Ter um porto certificado significa poder atestar aos agentes e operadores do comércio exterior que o Porto é seguro e por aqui se pode operar”.

Seguindo a liderança que a autoridade portuária está assumindo e a atuação proativa da Comissão, nos Portos do Paraná, o desempenho dos terminais privados também tem se destacado. “As inspeções e auditorias são frequentes e estamos nos surpreendendo. Todos os terminais estão buscando as melhorias e investimentos em segurança, cumprindo os códigos e os planos próprios”, diz.

Leia Também:  PAUTA DIA 13 – A PARTIR DAS 10H: GOVERNADOR RECEBE PREFEITOS EM PATO BRANCO E INAUGURA OBRAS EM CAPANEMA E BOA ESPERANÇA DO IGUAÇU

Coordenada pelo Departamento de Polícia Federal, também com participação da Capitania dos Portos, Receita Federal, Administrações Portuárias e Governo do Estado, a comissão é responsável por fiscalizar a implantação do Plano de Segurança Portuário, que é submetido à Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos), com sede em Brasília.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Estadual

Funcionários da Sanepar se mobilizam para arrecadar presentes

Publicados

em

Pelo nono ano consecutivo, empregados da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) participaram da campanha social Papai Noel dos Correios, batendo recorde de mobilização ao apadrinharem 937 crianças do Estado. A entrega dos presentes arrecadados em Curitiba e Região Metropolitana aconteceu nesta quinta-feira (12), na sede da empresa, na Capital. Participaram do evento a diretoria da Sanepar, representantes do Correios e das entidades beneficiadas.

Os pacotes seguiram para distribuição nominal entre os alunos de 1 a 5 anos de sete Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) da de Curitiba – Caramuru, Laura Gonçalves dos Santos, Santa Rita, Senador Affonso Alves de Camargo Netto, Vera Cruz II, Vila Formosa, Vila Formosa e Vila Torres.

A coordenadora regional da Campanha Papai Noel dos Correios, Alessandra Hataqueiama, explica que há um cuidado na seleção das escolas de regiões mais carentes. “Os pequenos que mais precisam, atendidos pela Secretaria Municipal de Educação, vão receber um presente. E isso fará a diferença no Natal dessa criança.”

“Essas crianças foram marcadas, não apenas com um presente. É uma vida. E a Sanepar tem tocado a vida das crianças do CMEI Vera Cruz”, disse Ediane dos Santos Silva Spaki, diretora do CMEI Vera Cruz II, da Cidade Industrial de Curitiba.

O diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, destacou que todo dia é dia de fazer o bem, independente de regras, conveniências ou datas festivas especiais. “Exercitar o bem todos os dias é respeitar as pessoas. Aproveitem sempre as oportunidades que vocês tiverem nas mãos para ajudar o próximo”, ressaltou.

Leia Também:  Modernização do Estado passa pela atuação do Ministério Público

POR TODO O ESTADO – Além do envolvimento na campanha dos Correios – atendendo quase 7 mil crianças desde 2010 – o corpo funcional da empresa promove outras ações sociais em todo o Paraná, exercitando solidariedade e fortalecendo vínculos com a comunidade.

O grupo de voluntariado Esquadrão Azul, de Telêmaco Borba, vendeu pizzas desde novembro para arrecadar fundos para o Natal Encantado do Centro de Convivência da Criança. Em Ponta Grossa, além do atendimento às cartinhas, os empregados se mobilizaram na arrecadação de brinquedos e doces para distribuição no Jardim Ibirapuera.

Uma Gincana Solidária angariou, pelo segundo ano seguido, donativos para instituições filantrópicas de Guarapuava como o Albergue Noturno, a Comunidade Bethânia, o Serviço de Obras Sociais Asilo Airton Haenisch e o Instituto Amanhecer Sem Fome.

Em União da Vitória, desde 2011 os colaboradores da empresa tradicionalmente realizam o Natal dos Idosos, envolvendo comunidade, vizinhos e instituições parceiras para presentear cerca de 120 pessoas, entre idosos e colaboradores dos asilos. “O grupo já arrecadou fraldas geriátricas e produtos de higiene e limpeza. É impossível descrever a emoção e a gratidão dos idosos com essa ação tão simples. O trabalho é grande, mas muito recompensador”, afirma a empregada Giselda Glasa Barbalho Zanetti, uma das responsáveis pela organização.

Leia Também:  Missão paranaense apresenta potenciais do Estado na Espanha e França

Outro grupo de voluntariado, de Francisco Beltrão, vai entregar presentes e proporcionar uma festa para as crianças da Associação Sensibilizar, com a presença de trabalhadores dedicando tempo e atenção para os pequenos atendidos no contraturno escolar.

Em Foz de Iguaçu, Cascavel, Toledo e Pato Branco, além das cartinhas dos Correios adotadas, os empregados ainda distribuem presentes, materiais escolares e kits natalinos para grupos locais menos favorecidos, tanto da área urbana quanto da rural.

ENGAJAMENTO – Acompanhando o desenvolvimento das diversas inciativas voluntárias, a assistente social da Sanepar Tammy Romaguera Silva destaca que, ao longo do ano, todos os empregados participam constantemente de ações sociais junto à comunidade. “Ainda assim é gratificante ver que os esforços são redobrados nessa época de festas.”

A participação do corpo funcional reforça a ligação da Sanepar com o atendimento aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, em especial, em relação ao ODS 10, que preconiza a Redução das Desigualdades.

Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governoparana e www.pr.gov.br

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo