Carros e Motos

Chery Tiggo 2 e Arrizo 5 chegam com novas cores e ficam mais caro

Publicados

em

source
Chery arrow-options
Divulgação

Chery Tiggo 2 e Arrizo 5 são atualizados na linha 2020, com o objetivo de reajustar preços e manter a competitividade

Logo após renovar o Tiggo 7, a Chery atualiza mais dois modelos, estes que concentram maior volume de vendas. São eles o SUV Chery Tiggo 2 e o sedã Arrizo 5. Os destaques para as novidades ficam por conta das duas novas opções de cor, que segundo a marca, levam em conta as preferências dos consumidores:  branco perolizado e o cinza metálico.

LEIA MAIS: Caoa Chery confirma novos Tiggo 5X e Tiggo 7 para 2020

As cores se somam às outras quatro anteriores: branco e preto (sólidas) e marrom e prata (metálicas) para o SUV Chery Tiggo 2 , e branco e preto (sólidas) e azul e prata (metálicas) para o Arrizo. A pintura metálica tem preço sugerido de R$ 1.300, enquanto a perolizada sai por R$ 1.500. Há ainda opção do teto preto, oferecido por R$ 1.500.

LEIA MAIS: Chery Tiggo 2 chega surpreender se comparado aos principais rivais

Ficam mais caro

Chery arrow-options
Divulgação

Sedã Arrizo 5 foi quem mais teve aumento de preços: R$ 2.500 ante os R$ 1.500 do SUV

Além de chegar para atender a demanda dos clientes, as novas cores também vieram para justificar o aumento nos preços dos carros chineses . O Tiggo 2 agora parte de R$ 63.490 — contra os R$ 61.990 na tabela da linha 2019. A sua oferta segue composta pelas versões Look e ACT, sempre com motor 1.5 de 115 cv e opção de câmbio manual ou automático de 4 marchas. O Chery Arrizo 5 , por sua vez, é oferecido nas versões RX e RXT, sempre com motor 1.5 turbo flex de 150 cv e câmbio automático CVT com 7 marchas virtuais. Neste caso, os preços começam em R$ 73.590, ante os R$ 69.990 cobrados anteriormente.

Leia Também:  Piaggio anuncia a nova Vespa elétrica com tecnologias inéditas para 2021

LEIA MAIS: Chery QQ, o carro mais barato do mercado, sai de linha no Brasil

O Chery Tiggo 2 vem de série com ar-condicionado, vidros e travas elétricas nas quatro portas, computador de bordo, direção hidráulica e espelhos laterais com ajuste elétrico. Já versão topo de linha Act adiciona bancos de couro e tecido, central multimídia Chery I-Connect com tela de 7 polegadas sensível ao toque com conectividade Apple CarPlay e Android Auto, que pode fazer o pareamento do Waze.

Na versão topo de linha Act, adiciona teto solar, câmera de ré, volante multifuncional revestido de couro, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, roda de liga leve de 16 polegadas e ancoragem Isofix para cadeirinhas infantis.

Fonte: IG CARROS
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Carros e Motos

Falta de baterias faz Audi interromper produção de veículos elétricos

Publicados

em

source

Olhar Digital

O E-tron será o primeiro veículo SUV da Audi à base de eletricidade arrow-options
Divulgação

O E-tron será o primeiro veículo SUV da Audi à base de eletricidade

Com o objetivo de resolver problemas de produção, a  Audi  interrompeu temporariamente a fabricação do E-Tron SUV, seu veículo elétrico. Uma das principais dificuldades enfrentadas pela empresa foi o fornecimento das baterias usadas pelos veículos.

LEIA MAIS: Nissan terá novo SUV global abaixo do Kicks; veja detalhes

Essa interrupção pode ser decisiva para os negócios da Audi, que se preparava para começar a investir no modelo que, aliado a uma proposta mais esportiva, poderia acirrar a competição pelo mercado de carros elétricos, dominado atualmente pela Tesla.

De acordo a um porta-voz da empresa, a produção foi interrompida na última quinta-feira (20), com previsão de ser retomada na próxima terça-feira (25). Ano passado, a Audi vendeu 26.400 mil carros elétricos – devido à interrupção, eles se recusaram a comentar as estimativas para este ano.

Esse não é o primeiro problema enfrentado pela linha E-Tron da Audi . No ano passado, a empresa teve de tirá-lo de circulação devido a problemas que poderiam causar o incêndio dos primeiros modelos.

Leia Também:  Nissan Skyline: uma viagem a 90km/h sem as mãos no volante

LEIA MAIS: Veja como anda o novo Audi Q3 2020, com motor de 150 cv

Mesmo com a interrupção de produção, a empresa parece manter os planos para o lançamento de dois novos veículos elétricos este ano: o  E-Tron Sportback e o E-Tron GT. Ambos com arquitetura aprimorada em uma estratégia da empresa para tentar restaurar a vantagem tecnológica da marca.

Esse problema pode afetar diretamente a chegada do modelo ao Brasil. Anteriormente, a Audi anunciou que o veículo elétrico seria lançado por aqui em abril. Por enquanto, devemos esperar que a empresa se manifeste sobre a interrupção da produção e sobre as entregas previstas do carro. 

Fonte: IG CARROS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo