Esportes

Brasileiras ficam em segundo na Copa do Mundo Universitária de Futebol

Publicados

em

O Brasil conquistou neste fim de semana o vice-campeonato da primeira edição da Copa do Mundo Universitária de Futebol, na China. A final feminina foi disputada por duas equipes invictas na competição: Unip-SP e Universidade de Ottawa.

As brasileiras tinham números melhores – marcaram 25 gols e não havia sofrido nenhum até então -, mas canadenses ganharam por 1 a 0, conquistando o primeiro título da competição.

Com menos de 2 minutos de partida, a equipe do Canadá abriu o placar com um gol de cabeça da atacante Morton. Com a vantagem tão cedo, a equipe se fechou e conseguiu segurar o jogo até o final, mesmo com a pressão das brasileiras.

“Talvez precisássemos jogar com um pouco mais de calma”, disse o chefe de equipe da Unip-SP, Flávio de Oliveira., que se disse orgulhoso de como as brasileiras jogaram. “Jogamos muito bem, mas, para terminar nossos ataques, precisávamos de um pouco mais de compostura e tranquilidade para esses momentos.”

O técnico do Canadá, Steve Johnson, disse que sabia que o jogo não seria fácil. “Eu sabia, pela qualidade das equipes aqui, que seríamos colocados em situações desconfortáveis. A Universidade Paulista desafiou a qualidade de nossas jogadoras ao máximo”, afirmou.

Leia Também:  Brasil encara EUA no Pré-Olímpico de Basquete Feminino das Américas

Prêmios individuais

A brasileira Mylena Pedroso, número 9 da Unip-SP foi a artilheira da competição, com 9 gols marcados. “Quando chegamos aqui, eu não podia imaginar que acabaria sendo a artilheira. Agradeço a toda a equipe porque foram elas que me ajudaram a chegar lá”, afir,mou, emocionada.

A goleira Fernanda Delazere também ganhou um prêmio individual. Foi considerada a melhor na posição. E não foi para menos: até a final, ela não havia sofrido um único gol.

*Com informações da Confederação Brasileira do Desporto Universitário

Edição: Nádia Franco
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Flamengo goleia Avaí por 6 a 1 diante de 69 mil torcedores

Publicados

em

No jogo que encerrou a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, o campeão Flamengo goleou o Avaí por 6 a 1 no estádio do Maracanã diante de 69.090 torcedores.

Com a vitória desta quarta a equipe da Gávea voltou a estabelecer novos recordes em uma edição do Brasileiro disputado por 20 clubes no formato de pontos corridos: É o maior pontuador (90), alcança o maior número de vitórias (28) e tem o melhor ataque (86 gols).

O jogo

O triunfo rubro-negro começou a ser construído aos 10 minutos de partida. Após cobrança de falta ensaiada, Rafinha recebe na ponta direita, cruza para a área, Lincoln domina e toca para o uruguaio Arrascaeta, que chega chutando de primeira.

Mas o Avaí deu a falsa impressão de que reagiria. Aos 21, Lourenço acerta um chute muito forte de fora da área para vencer o goleiro César.

Com o empate o Flamengo voltou a pressionar, e empatou aos 36 minutos do primeiro tempo com Diego. O camisa 10 fez um golaço ao acertar chute colocado da entrada da área.

Mas ainda faltava o gol dele, do artilheiro Gabigol. E dois minutos depois o camisa 9 chegou a seu gol de número 25 na competição. Após receber passe de Arrascaeta, Gabigol acerta cruzado de fora da área.

O quarto veio apenas na etapa final, aos 11 minutos, quando, após boa trama do ataque do Flamengo, a bola sobra limpa para Lincoln bater na saída do goleiro Vladimir.

Leia Também:  Fluminense reencontra torcida após dois jogos fora de casa

Porém, o melhor estava por vir. Aos 38 minutos, o ataque do Flamengo faz uma bela troca de passes que termina com gol do jovem Reinier.

E ainda deu tempo para o jovem atacante do time da Gávea fazer mais um. Aos 42 minutos Rafinha cruza na medida para Reinier apenas escorar para dar números finais ao jogo.

Goleada palmeirense

Outra equipe que goleou em casa foi o Palmeiras. O time paulista recebeu o Goiás em São Paulo e triunfou por 5 a 1.

O Palmeiras abriu o placar aos 21 minutos. Após bela jogada individual, Lucas Lima tocou em profundidade para Zé Rafael tocar na saída do goleiro.

Cinco minutos depois o esmeraldino chegou a empatar com Rafael Moura em cobrança de pênalti.

Mas depois a equipe paulista tomou conta da partida. Aos 33 minutos Dudu recebe de Zé Rafael para bater de primeira e fazer 2 a 1.

O terceiro do Palmeiras saiu aos 24 minutos da etapa final. O jovem Gabriel Veron marcou após Jean tocar para o meio da área.

Aos 36 Verón atua como garçom para Dudu fazer o quarto.

Leia Também:  Brasil encara EUA no Pré-Olímpico de Basquete Feminino das Américas

E o mesmo Verón volta a aparecer aos 44, agora superando o goleiro Tadeu e dando números finais ao confronto.

Calvário do Cruzeiro

Quem continua vivendo um calvário é o Cruzeiro. A equipe mineira foi até Porto Alegre e foi derrotada por 2 a 0 pelo Grêmio.

Com isso chega à ultima rodada da competição ocupando a zona do rebaixamento. Para conseguir fugir da Segunda Divisão em 2020, no domingo o Cruzeiro precisa derrotar o Palmeiras, e torcer por um tropeço do Ceará, que enfrenta o Botafogo.

Nesta quarta, Ferreira abriu o placar aos 23 minutos do segundo tempo. Ele marcou após receber passe de Pepê.

E o mesmo Pepê deu números finais ao jogo aos 39 minutos em cobrança de pênalti.

Empate na Fonte Nova

O único empate do dia aconteceu no confronto entre Bahia e Vasco no estádio da Fonte Nova.

O atacante Gilberto abre o placar aos 44 minutos de jogo em cobrança de pênalti.

Mas, aos 39 do segundo tempo, Marrony deixa tudo igual.

No próximo domingo acontece a última rodada do Brasileiro, com todas as partidas realizadas às 16h (horário de Brasília).

Edição: Fábio Lisboa
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo