Policial

BPFron apreende cigarros contrabandeados, recupera veículo roubado e cumpre 10 Mandados de busca e apreensão

Publicados

em

Márcia Santos

Jornalista responsável

Em situações distintas, policiais militares do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), cumpriram 10 Mandados de Busca e Apreensão, recuperaram um veículo roubado e aprenderam carro carregado com 2.500 pacotes de cigarros contrabandeados. As ações aconteceram na sexta-feira (14/02) e quinta-feira (13/02), em Foz do Iguaçu, Pato Branco, Nova Santa Rosa e Marechal Cândido Rondon.

Na manhã de sexta-feira, os policiais cumpriram 10 Mandados de Busca e apreensão em sete residência em Nova Santa Rosa e uma na cidade de Marechal Cândido Rondon. A operação teve como resultado 185 pneus contrabandeados apreendidos, uma munição de fuzil 762 com 13 estojos de munições deflagradas de diversos calibres, seis gramas de maconha, um carregador de pistola Glock para 30 munições, um revólver de calibre .38 com 05 munições intactas, outras 33 munições de calibre .38, além de 480 maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. Duas pessoas foram presas.

Já na quinta-feira, durante a Operação Hórus, os policias prenderam um veículo Fiat/Argo de cor branco estacionado em uma via. Em consulta no sistema, vou verificado que o carro é produto de roubo na cidade de Céu Azul, desde do dia 7 de fevereiro deste ano. O automóvel foi apreendido e encaminhado.

Leia Também:  Bicicleta e moto são encontradas abandonadas pertode chácara em Pontal do Paraná

Por fim, na noite de quinta-feira, pela Operação Hórus, os policiais estavam em patrulhamento pela zona rural de Pato Branco, quando avistaram um carro. Na tentativa de abordagem, o condutor abandonou o veículo em um porto clandestino e fugiu pela mata, não sendo possível localiza-lo.

No veículo, foi encontrado 2.500 pacotes de cigarros vindos do Paraguai. Um prejuízo de aproximadamente R$ 125.000,00 reais aos criminosos. O automóvel e o material foram encaminhados, à Delegacia da Polícia Federal procedimentos cabíveis.

A Operação Hórus integra o Programa V.I.G.I.A., que é coordenado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, tem como objetivo coibir crimes transnacionais. Ela é realizada de forma integrada pela Receita Federal do Brasil, Polícia Federal (PF), Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFRON) e Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar do Paraná, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre) da Polícia Civil do Paraná, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública e Exército Brasileiro, com apoio da Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Leia Também:  BPFron apreende mais de 31 quilos de maconha e haxixe e 1,5 mil pacotes de cigarros em situações distintas no Oeste do estado
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Policial

Batalhão Ambiental flagra trio saindo para caçar no Noroeste do estado

Publicados

em

Marcia Santos
Jornalista Responsável

 

Três homens envolvidos com caça foram presos pelos policiais militares da 3ª Companhia do Batalhão de Polícia Ambiental-Força Verde (BPAmb-FV), no último domingo (23/02), na cidade de Jussara (PR). Eles foram encontrados quando se deslocavam para praticar o crime com cachorros, armas e munições.

 

A apreensão ocorreu quando os policiais militares receberam denúncias de que um grupo de pessoas iria caçar na área de mata da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná (CMNP). Com as características do carro dos suspeitos, uma equipe policial montou um ponto base na estrada velha sentido Maringá esperando a passagem do grupo.

 

Quando a equipe viu o carro foi feita a abordagem. Dentro havia quatro armas de fogo para caça de calibres .16, .20 e duas de calibre.32. Também havia 35 cartuchos de calibres variados. Além das armas os homens tinham quatro cachorros americanos.

 

Em continuidade à abordagem, os policiais militares foram até a residência de um dos abordados e encontraram mais uma arma de fogo e carne de cateto. Diante da situação todos foram levados para a Delegacia da Polícia Civil de Cianorte.

Leia Também:  PCPR prende suspeito de assassinar homem em bar do Parolin em Curitiba

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo