Nova Cantu

Além do Caminhão e Retroescavadeira Deputado Plauto Miró Anuncia uma Van Para Nova Cantu

Publicados

em

Somente nesta administração o Deputado Plauto já destinou mais de R$ 6 Milhões, para Nova Cantu entre emendas, equipamentos e obras.

O Deputado Estadual Plauto Miró, Somente nesta administração já destinou mais de R$ 6 Milhões, para Nova Cantu entre emendas, equipamentos e obras.

Nesta Terça-feira, 26 de Novembro o Deputado anunciou ao prefeito José Carlos Gomes, e ao presidente da Câmara Oduvaldo José Domingues, a destinação de uma Van para o município, além do caminhão caçamba 6×4, uma retroescavadeira, que o Deputado havia anunciado dias atrás ao Prefeito. No total serão R$ 750 mil em investimentos para Nova Cantu.

O Prefeito José Carlos Gomes, agradeceu em nome da população Cantuense, por mais estas conquistas destinada pelo Deputado Plauto, para Nova Cantu e principalmente o carinho pela nossa população, que merece todas estas conquistas.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Principal criadouro do mosquito da dengue está nos domicílios
Propaganda

Nova Cantu

Servidor Púbico Morre de Dengue no Dia do Aniversário e Comove Nova Cantu

Publicados

em

A cidade de Nova Cantu amanheceu de luto nesta quinta-feira (5). O servidor público municipal, Alberto Viczmiszin, 26 anos, morreu na manhã de hoje, por dengue. Viczmiszin estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Pronto Socorro de Campo Mourão desde o início da semana e, por ironia do destino, morreu justamente no dia que completaria 27 anos. A morte causou comoção na população da cidade que ao mesmo tempo convive com medo da doença. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão para exame de necropsia, e será levado em seguida ao município à família, para velório que será realizado em sua residencia na Rua Paraíba, a partir das 16 horas.
É a segunda morte por dengue na cidade. Na última semana, uma mulher de 31 anos de idade também veio a óbito em decorrência da doença. O prefeito do município, José Carlos Gomes (DEM), decretou luto oficial pela morte do servidor.
“Hoje a cidade amanheceu triste, faleceu um grande rapaz, era exemplo de servidor, muito querido por todos”, lamentou Gomes. “E por ironia faleceu justamente no dia do seu aniversário, era para estamos festejando e não enlutados.
Infelizmente não podemos trazê-lo de volta”, desabafou emocionado o prefeito à reportagem da TRIBUNA.
A prefeitura de Nova Cantu decretou no início desta semana situação de emergência por causa da epidemia de dengue na cidade pelo período de 120 dias (4 meses). Com isso o município espera ter mais recursos do estado e do governo federal para ajudar no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da doença.
De acordo com o decreto assinado pelo prefeito, de junho para cá a cidade já teve 468 casos notificados e mais de 300 confirmados. O decreto estabelece a convocação de voluntários para reforçar ações de resposta a infestação e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade com objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pela epidemia, sob coordenação da Defesa Civil do município. “Recomendam-se todas as ações possíveis e necessárias para a mobilização da sociedade, com a finalidade de reforçar as ações de combate aos focos do mosquito Aedes aegypti”, diz o decreto.
Gomes informou à reportagem que finalmente o município conseguiu a liberação do Ministério da Saúde para pulverização com fumacê. A prefeitura já recebeu um estoque do inseticida e a pulverização deverá já ocorrer nesta sexta-feira (6) se o tempo não estiver chuvoso.
“Estamos com o veneno estocado aqui, está tudo certo para fazer o fumacê na sexta-feira (amanhã), esperamos com isso eliminar este maldito mosquito”, falou. “Uma situação dessa nos vela até desobedecer a lei porque nossa população está desesperada. Eu estava sujeito a encarar a Justiça e tomar medidas por conta própria se o fumacê não tivesse sido liberado”, emendou.
Toda a administração de Nova Cantu está empenhada na eliminação dos focos do mosquito, arrastões vêm sendo realizados com frequência na sede da cidade e distritos. Todos os serviços não essenciais foram paralisados para que os servidores públicos municipais foquem na dengue. “Infelizmente perdemos mais uma vida por causa da dengue, a doença é muito séria e os moradores devem adotar todos os cuidados”, pediu.

Leia Também:  O que seria proibido se o AI-5 ainda estivesse em vigor?

Fonte: Tribuna do Interior

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo