Esportes

Abel Braga vê evolução no Vasco após empate com Altos

Publicados

em

Melhorou, mas ainda não convenceu. O Vasco sofreu um aperto para passar pela primeira fase da Copa do Brasil. Foram várias chances perdidas e o gigante da colina apenas empatou em 1 a 1 com o Altos (PI) na última quarta (12). A vitória não veio, mas o resultado garantiu vaga na sequência da competição.

O Vasco saiu atrás do placar com um gol contra de Marrony aos 19 minutos do primeiro tempo. Depois de muita pressão o atacante argentino Germán Cano empatou aos 47 minutos da etapa inicial. No segundo tempo o cruzmaltino seguiu no ataque e desperdiçava oportunidades. O castigo quase veio aos 48 minutos, em um escanteio para o Altos que Leandro Amorin cabeceou sozinho, só que pra fora.

Segundo o técnico Abel Braga, a tensão do Vasco na partida foi fruto da dificuldade do time no ataque: “Faltou botar a bola pra dentro. Você não pode chegar em uma situação como a de hoje, por exemplo, quando chegamos em um momento com três jogadores dentro da área do adversário contra dois, e nós não conseguimos finalizar. Pelo menos você tem que chutar, mesmo que erre. Nós finalizamos 26 vezes a gol. É um número bem significativo”.

Leia Também:  Experiência brasileira com Copa de 2014 será repassada ao Catar

Apesar de a torcida vascaína ter ficado apreensiva, o treinador vê o lado positivo no empate com o Altos: “Prefiro acreditar que, se tivéssemos aproveitado as oportunidades que fizemos, talvez, [na próxima] quarta, poderíamos chegar com um pouco de soberba na Bolívia, que é um jogo muito complicado. Mas o resultado foi totalmente injusto. O adversário foi a primeira vez em uma bola parada e teve outra chance também em uma bola parada nos acréscimos. Nossa vitória seria justíssima, mas fica o ensinamento”.

Criando mais chances nos últimos jogos, o Vasco começa a preparação para enfrentar o Oriente Petrolero na próxima quarta (19), em Santa Cruz de la Sierra, pela partida de volta da Copa Sul-Americana. O próximo adversário na Copa do Brasil será o ABC (RN).

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Federação pede jogos com portões fechados por causa de Coronavírus

Publicados

em

O presidente da Federação de Futebol de Itália, Gabriele Gravina, afirmou nesta segunda-feira (24) que fez um pedido formal ao Ministério do Esporte da Itália para que as partidas do Campeonato Nacional da primeira divisão sejam realizadas com portões fechados (sem público) após o aumento de casos de Coronavírus no país.

A intenção inicial do Governo era de que não fosse realizado nenhum tipo de evento esportivo até o início de março. Inclusive, no último final de semana foram adiados quatro jogos da Série A do Campeonato Italiano: Inter de Milão x Sampdoria, Atalanta x Sassuolo, Torino x Parma e Hellas Verona x Cagliari.

Contudo, nesta segunda a Federação Italiana propôs uma medida alternativa, a realização de jogos com portões fechados como forma de evitar o aumento do contágio do vírus sem prejudicar muito o calendário esportivo. “Enviamos uma solicitação oficial e estamos ansiosos pelo retorno positivo”, afirmou Gravina.

A proposta incluiria apenas a disputa de partidas da Série A do Campeonato Italiano e de competições europeias (como Liga Europa e Liga dos Campeões) sem público. As outras seriam adiadas.

Leia Também:  Experiência brasileira com Copa de 2014 será repassada ao Catar

O Governo Italiano ainda não respondeu à demanda da Federação de Futebol.

Edição: Verônica Dalcanal

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo