Cidades

10 Presos Fogem da delegacia de Pitanga

Publicados

em

 

Na tarde desta sexta-feira, 15 de novembro, por volta das 18h00, 10 presos fugiram da Delegacia Regional de Polícia, na cidade de Pitanga.
De acordo com informações, a delegacia, que também abriga um presídio estava superlotada, com 100 detentos, porém sua capacidade é de 40 detentos, o que indica uma superlotação que provavelmente facilitou a fuga.
O carcereiro foi rendido pelos presos, que estavam armados, com o que parece ser um punhal, e empreenderam fuga.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Após pegar carona com desconhecido em Maringá mulher o denuncia por estupro
Propaganda

Cidades

3ºCRPM/11ºBPM – Batalhão da PM em Campo Mourão lança dia 18 o aplicativo 190PR

Publicados

em

O aplicativo da Polícia Militar do Paraná que já está em funcionamento desde outubro de 2018, o 190PR, será lançado pelo 11° Batalhão de Polícia Militar na próxima quarta-feira (18) às 9h, na Associação Comercial e Industrial de em Campo Mourão (Acicam). O aplicativo é pioneiro no país e possibilita o acionamento de uma viatura sem a necessidade do usuário acionar o 190 através de ligação telefônica. A ferramenta já está presente em 120 municípios do Paraná, e em breve estará disponível para todas as regiões do estado. Um balanço divulgado recentemente mostra a eficiência e a confiança da população nesta nova modalidade de acionamento de emergência. A média de ligações ao 190 caiu aproximadamente 13% em Curitiba e Londrina após a implantação do 190 PR. Segundo o capitão Cláudio Prus, integrante do Centro de Operações Policiais Militares (Copom), as pessoas têm optado pelo aplicativo cada vez mais. “O aplicativo fornece transparência e controle sobre as informações da ocorrência. O cidadão tem contato constante com o policial durante todo o atendimento por meio de um chat diretamente no aplicativo”, explicou o capitão.

Leia Também:  Discussão termina com um morto a golpes de faca em Santo Rei

O diferencial, conforme explicou Prus, é que o gerenciamento do atendimento é totalmente transparente, desde o momento do acionamento até o tempo de chegada da viatura policial no local da ocorrência. “A pessoa tem na palma da mão o histórico de tudo o que ela precisou da Polícia Militar, todas as informações e arquivos de mídia ficam armazenados e podem ser futuramente utilizados como materialidade para outras situações”, disse. Criado por meio de uma parceria entre a PM e a Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná), o aplicativo foi pioneiro em acionamentos de emergência, sem a necessidade de ligação telefônica ao 190 para solicitar atendimento. A ferramenta contou com contribuições de técnicos e especialistas, integrantes da Diretoria de Desenvolvimento Tecnológico e Qualidade da PM, do Centro de Operações Policiais Militares (Copom) e da Diretoria de Pessoal da Corporação. Preliminarmente, em outubro do ano passado, o aplicativo foi lançado para usuários do Android e, em fevereiro deste ano, foi disponibilizado para o sistema IOS, ambos gratuitamente. Dentre os desafios da implantação do sistema no interior do Estado, o maior foi a adaptação para o funcionamento em locais distantes. Foram feitos ajustes e melhorias que aperfeiçoaram a ferramenta para que pudesse funcionar com qualidade mesmo em regiões mais remotas.

Leia Também:  Incêndio deixa casa destruída e família precisa de doações em Umuarama

INCLUSÃO – A ferramenta foi idealizada para facilitar o contato entre a Polícia Militar e a população, e, segundo o capitão Prus, incluindo pessoas com limitações físicas e não conseguem pedir atendimento por telefone. “O aplicativo é acessível tanto para surdos quanto para mudos, e a interação é dinâmica e rápida, para que o usuário possa ser atendido de maneira eficiente”, disse o capitão.

Fonte: Comunicação Social 11° Batalhão/Com informações da Agência Estadual de Notícias

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo